Químicos presentes em panelas e roupas encolhem (literalmente) a masculinidade

Um novo estudo científico concluiu que a exposição a altos níveis de compostos perfluoroalquílicos, mais conhecidos por PFCs, atrofia o crescimento dos órgãos sexuais masculinos, tornando os pénis mais pequenos e afectando também a fertilidade dos homens.

Investigadores da Universidade de Pádua, em Itália, concluíram que os PFCs,  compostos químicos usados na produção de panelas e frigideiras anti-aderentes ou em roupas impermeáveis, afectam “significativamente” o desenvolvimento dos órgãos sexuais masculinos, levando os pénis a crescerem menos e a ficarem mais finos.

Estes dados são divulgados no estudo publicado no Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism, onde se constata que a exposição a altos níveis de PFCs pode interferir com as hormonas masculinas. Os homens expostos a estes químicos ficam, assim, com pénis mais pequenos e menos grossos, e com espermatozóides menos móveis, o que afecta a sua capacidade de fertilidade.

O estudo cruzou dados relativos a 171 homens não expostos a estes químicos com informações de 212 homens da região de Veneto, cuja capital é Veneza e que é considerada “uma das quatro áreas do mundo altamente poluídas com PFCs”.

Veneto é fortemente afectada pelo escoamento de uma fábrica de produtos químicos e por uma estação de tratamento de águas residuais, como notam os investigadores, destacando a forte presença de PFCs na água. Shandong (China), West Virginia (EUA) e Dordrecht (Holanda) são as outras três regiões do mundo com elevados níveis destas substâncias.

Os investigadores mediram parâmetros “antropométricos” e “seminais” e as “hormonas sexuais” dos participantes, realizando também estudos bio-mecânicos em modelos experimentais.

Os resultados revelam que “níveis aumentados de PFCs no plasma e no fluido seminal estão positivamente correlacionados” com “a redução da qualidade do sémen, o volume testicular, o comprimento do pénis e a AGD [a distância anogenital]”. Uma AGD menor é um sinal de alguma anomalia na função reprodutora masculina.

Os homens da área não exposta aos químicos apresentavam uma média de comprimento do pénis flácido de 10 centímetros, enquanto os que cresceram na zona exposta aos PFCs tinham apenas 8,75 centímetros. Além disso, estes últimos tinham também pénis mais finos, embora aqui a diferença fosse menor, contando 9,65 centímetros de circunferência em comparação com os 10,3 centímetros dos primeiros.

Assim, os investigadores apontam que “os PFCs têm um impacto substancial na saúde humana, já que interferem com as vias hormonais, levando potencialmente à infertilidade masculina”.

“É muito difícil evitar contacto com PFCs”

Os PFCs são usados no revestimento anti-aderente de panelas e frigideiras, em copos de papel, no tratamento de produtos têxteis, como roupas impermeáveis e carpetes, e até em embalagens alimentares. Estão também presentes em algumas colas, em cosméticos, produtos de limpeza, vernizes, tintas, insecticidas, componentes electrónicos, em produtos de combate a incêndios, no isolamento de tubagens e em móveis tratados contra manchas.

Estes químicos já foram associados ao cancro, ao elevado colesterol, à obesidade e a perturbações hormonais, e há estudos que indicam também que podem despoletar menopausas precoces e perturbar o sistema imunitário.

Apesar disso, continuam a ser utilizados recorrentemente e mesmo que fossem proibidos, seria difícil livrarmos-nos da exposição, já que a presença dos PFCs na Terra vai manter-se para lá da sobrevivência da humanidade. Assim, os seus efeitos perniciosos vão continuar a ser uma ameaça.

Os investigadores destacam que “o primeiro relato de contaminação de água com PFCs reporta a 1977”, o que reflecte que “a magnitude do problema é alarmante, já que afecta uma geração inteira de indivíduos jovens, desde 1978 em diante”.

E não há muito a fazer, já que “é muito difícil evitar o contacto com qualquer PFC“, destaca um dos investigadores da pesquisa, Andrea Di Nisio, em declarações ao IFLScience.

“Pelo menos aqui em Itália, é muito difícil saber se um produto contém estes químicos”, aponta o investigador, frisando que mesmo quando “é explicitamente declarado ‘livre de PFOA'”, um dos PFCs mais utilizados, não há garantias de segurança “porque o PFOA é apenas um de centenas de possíveis compostos PFC, e podem todos ser perigosos”.

Perante este dilema, o próximo passo da investigação é tentar descobrir como é que se podem remover os PFCs da corrente sanguínea.

SV, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Sem Joacine, nova direção do Livre foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos

Este domingo, no segundo dia do IX congresso do Livre, a nova direção do partido foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos (e não conta com a deputada Joacine Katar Moreira). No final …

Juiz pede escusa do caso dos emails por ser adepto do Benfica

O juiz desembargador apresenta vários motivos para pedir escusa do processo, nomeadamente por ser "sócio do Benfica desde 1968". De acordo com o jornal Público, Eduardo Pires, juiz desembargador do Tribunal da Relação do Porto (TRP), …

Afinal, Irão já não vai pedir ajuda para analisar caixas negras do avião

O Irão recuou na intenção de enviar para análise as gravações da caixa negra do avião ucraniano, que abateu acidentalmente na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais, revelou a agência noticiosa iraniana. Citado …

Bruno Fialho sucede a Marinho e Pinto na liderança do PDR

Bruno Fialho é o novo presidente do Partido Democrático Republicano (PDR), ao obter 75% dos votos na eleição deste sábado para escolher o sucessor de António Marinho e Pinto, que anunciou o abandono do cargo …

Legislador russo culpa "arma climática" dos EUA pelo inverno quente de Moscovo

Alexei Zhuravlyov, membro da câmara baixa do Parlamento da Rússia (Duma), culpou uma alegada "arma climática" secreta dos Estados Unidos pelas anómalas temperaturas que se fizeram sentir este inverno em Moscovo.  Em declarações à estação de …

Nova espécie de louva-a-deus empala as suas presas como se fossem fondue

O Carrikerella simpira, uma nova espécie de louva-a-deus, caça as suas presas perfurando-as de um lado ao outro com as suas patas em forma de tridente. Cientistas descobriram uma nova espécie de louva-a-deus com uma característica …

Astrónomos descobrem que o fósforo foi gerado na formação de estrelas

Astrónomos descobriram que o fósforo, elemento químico essencial à vida, se constituiu durante a formação de estrelas e sugerem que chegou à Terra através de cometas. Uma equipa de astrónomos detetou monóxido de fósforo na região …

Nova máquina repara e mantém fígados vivos fora do corpo humano durante uma semana

Um novo sistema consegue manter um fígado humano vivo fora do corpo durante sete dias, período no qual o órgão danificado pode ser reparado e preparado para o transplante. As tecnologias convencionais conseguem sustentar um fígado …

Rui Rio vence segunda volta. Líder reeleito quer "estabilidade, lealdade e unidade"

O presidente social-democrata, Rui Rio, afirmou hoje que espera poder “trabalhar com estabilidade e lealdade”, recusou que o PSD esteja “partido” e vincou estar “a iniciar o momento para marcar a unidade” no partido. O líder …

Gatos não se importam de comer pessoas mortas (e há um estudo que mostra como o fazem)

Uma nova investigação analisou como é que dois gatos selvagens se alimentaram de cadáveres humanos. Os animais mostraram preferência por corpos específicos ao longo de vários dias. No Forensic Investigation Research Station, no estado norte-americano do …