PETA é a nova acionista da Louis Vuitton

A organização de defesa dos direitos dos animais comprou ações do grupo de marcas de luxo para lutar contra o uso de pele de crocodilo nos seus artigos.

A PETA acaba de se tornar a nova acionista do Louis Vuitton Moet Hennessey (LVMH), grupo francês que detém várias marcas de luxo, entre as quais a conhecida Louis Vuitton.

A ideia da organização de defesa dos direitos dos animais é poder juntar-se às reuniões da administração e, a partir daí, fazer pressão para que o grupo acabe com a produção de artigos feitos com a pele de animais exóticos, como é o caso do crocodilo.

A ação da ONG surge depois de ter denunciado a existência de duas fábricas no Vietname que vendem peles de crocodilo à LVMH. Os responsáveis do grupo francês já reagiram à acusação, dizendo que não compram esse tipo de pele ao país desde 2014.

Esta não é a primeira vez que a PETA decide tornar-se ativista de marcas de luxo para poder fazer frente à crueldade contra os animais.

Em maio do ano passado, a associação comprou ações da Prada depois de ter conhecimento de que a pele de avestruz utilizada em alguns produtos da marca italiana era retirada de animais com apenas um ano de idade, que seriam mortos de forma cruel. Antes, a ONG também ganhou o direito a sentar-se à mesa de acionistas da Hermès.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Força PETA, dar voz a quem não a tem contra as atrocidades e crueldades bárbaras dos humanos. É de louvar quem dedica o seu tempo e até a sua vida a defender os indefesos e a proteger os frágeis da estupidez e barbárie humana!
    Muito sobrevalorizado é o termo “ser humano”, está intrinsecamente associado ao conceito de justiça, nobreza, solidariedade, altruísmo, quando na maioria das vezes é exactamente o oposto. Onde está o “humano” quando de uma forma covarde e criminosa se tortura e chacina animais que nada mais são que isso, animais inculpáveis do que quer que seja, imputáveis de qualquer responsabilidade, muitas vezes pela supérflua e desprezável ganancia de $/poder às custas de satisfazer caprichos banais e ridículos de gente vazia de conteúdo mas com a carteira cheia de poder, maldade, indiferença e egoísmo.

  2. – Força PETA, dar voz a quem não a tem contra as atrocidades e crueldades bárbaras dos humanos. É de louvar quem dedica o seu tempo e até a sua vida a defender os indefesos e a proteger os frágeis da estupidez e barbárie humana!
    Muito sobrevalorizado é o termo “ser humano”, está intrinsecamente associado ao conceito de justiça, nobreza, solidariedade, altruísmo, quando na maioria das vezes é exactamente o oposto. Onde está o “humano” quando de uma forma covarde e criminosa se tortura e chacina animais que nada mais são que isso, animais inculpáveis do que quer que seja, inimputáveis de qualquer responsabilidade, muitas vezes pela supérflua e desprezável ganancia de $/poder às custas de satisfazer caprichos banais e ridículos de gente vazia de conteúdo mas com a carteira cheia de poder, maldade, indiferença e egoísmo. –

RESPONDER

Orlando Figueira exige 15 milhões a Proença de Carvalho e Carlos Silva

O procurador Orlando Figueira avançou com uma ação cível contra o advogado Proença de Carvalho e o banqueiro Carlos Silva. Pede uma indemnização de 15 milhões de euros. O procurador do Ministério Público que foi condenado …

Caixa Geral de Depósitos deu 125 milhões a Isabel dos Santos

O banco público emprestou a Isabel dos Santos, em dezembro de 2009, 125 milhões de euros para que a empresária pudesse comprar ações da ZON. Parte dessas ações era da própria Caixa Geral de Depósitos. No …

O Pentágono admitiu (finalmente) que investiga OVNIs

Numa declaração sem precedentes e que alguns consideram "bombástica", o Departamento de Defesa dos EUA admitiu que investiga OVNIs (Objectos Voadores Não Identificados). Uma posição oficial que reforça a importância militar de estudar este tipo …

Em 2010, Berardo já não tinha dinheiro para pagar a dívida

Em 2010, o Banco de Portugal (BdP) não encontrou provas de que o grupo Berardo tivesse capacidade financeira para pagar a dívida à Caixa Geral de Depósitos (CGD). Em 2010, a Fundação Berardo e a Metalgest …

A polícia vai deixar de lhe pedir para soprar ao balão

A partir de 2022, a polícia vai deixar de pedir aos condutores para "soprar no balão". A União Europeia prepara-se para implementar novos sistemas de segurança obrigatórios nos novos modelos de automóveis.  Os veículos vão passar …

MH370. Investigador diz que foi usado um avião chamariz durante "desaparecimento forjado"

Andre Milne acredita que foi usada uma aeronave chamariz para enganar e causar a impressão de que os Estados Unidos foram responsáveis pelo sequestro do voo MH370 da Malaysia Airlines. O investigador voluntário Andre Milne afirma …

Grandes devedores levam Ferro Rodrigues a convocar reunião

Na próxima terça-feira, dia 28 de maio, a mesa da Assembleia da República vai ter uma reunião para discutir o acesso à lista dos grandes devedores dos bancos. O presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro …

Arqueólogos descobrem o que estava no cardápio dos camponeses medievais

Há 30 anos, arqueólogos escavaram uma das primeiras aldeias medievais na Inglaterra e descobriram os restos de 73 recipientes usados na altura. Mas encontraram algo mais: os restos minúsculos da sua última refeição. Investigadores da Universidade …

Falta de pessoal cria "graves problemas" à ADSE

O Conselho Geral e de Supervisão da ADSE alerta que a falta de recursos humanos no instituto que gere o sistema de assistência na doença da função pública coloca "graves problemas de gestão". No parecer aprovado …

Marcelo aceita passagem do hospital de Braga para o SNS

Marcelo Rebelo de Sousa promulgou o fim da PPP, reforçando o seu argumento sobre a nova Lei de Bases da Saúde. "A escolha política" do Governo foi "a da criação de uma Entidade Pública Empresarial". O …