Pessoas que dizem muitos palavrões têm melhor vocabulário

Um novo estudo do Marist College e do Massachusetts College of Liberal Arts, nos EUA, descobriu que pessoas com um repertório grande de palavrões são mais propensas a ter um vocabulário mais rico.

O estudo, que desafia o estereótipo de que as pessoas dizem muitas asneiras porque não conseguem encontrar palavras mais inteligentes para se expressar, foi conduzido pelos psicólogos Kristin Jay e Timothy Jay.

Na primeira experiência, os investigadores reuniram 43 participantes (30 dos quais eram mulheres) com idades entre 18 e 22 anos e pediram que recitassem o maior número de palavrões e termos tabu que pudessem em 60 segundos. Os participantes disseram, no total, 533 palavrões em inglês.

Em seguida, os participantes tiveram que recitar todos os nomes de animais de que se lembrassem em 60 segundos. Os investigadores usaram os nomes de animais como indicadores do vocabulário e interesse pela linguagem geral. Por último, os participantes também fizeram testes padronizados de fluência verbal.

Numa segunda experiência, outros 49 participantes (34 mulheres) com idades entre 18 e 22 anos foram convidados a realizar uma tarefa similar – mas desta vez tiveram que escrever o maior número de palavrões e nomes de animais a começar com a letra “a”. Em seguida, também completaram testes padrões para avaliar a fluência global.

Resultados

Os investigadores descobriram que os palavrões expressivos foram gerados a taxas mais elevadas do que insultos, e houve pouca diferença entre o que as mulheres e homens conseguiram lembrar-se.

“Os resultados consistentes não mostram diferenças entre sexos no vocabulário tabu. Não se verificou nenhuma diferença sexual global na geração de palavrões”, afirmam os cientistas.

Os psicólogos também descobriram que a capacidade de gerar palavras tabu não era um índice de pobreza geral de linguagem – na verdade, a fluência em palavrões estava positivamente correlacionada com outras medidas de fluência verbal.

“Ou seja, um vocabulário volumoso de palavrões pode ser considerado um indicador de capacidades verbais saudáveis, em vez de uma forma de superar deficiências”, concluem os investigadores.

“As pessoas que usam palavras tabu compreendem o seu conteúdo expressivo geral, e fazem distinções para usar insultos de forma adequada. A capacidade de fazer estas distinções indica a presença de mais – e não menos – conhecimento linguístico”.

É importante lembrar que a dimensão da amostra deste estudo foi pequena, mas é um bom primeiro passo para provar que as pessoas com uma linguagem agressiva não são mais burras que as mais recatadas.

HypeScience

1 COMENTÁRIO

  1. O estudo não prova que as pessoas que dizem palavrões têm melhor vocabulário. Prova sim que quem tem melhor vocabulário tem-no tanto para palavras comuns como palavrões. O facto de as pessaos conhecerem mais palavrões não significa que elas os usem na vida real. Estes estudos com extrapolações esticadas só dão mau nome à ciência.

RESPONDER

-

Temporada final de Guerra dos Tronos é a mais curta… e é mesmo curta

Já só faltam duas temporadas para o final de Guerra dos Tronos, e não serão muito compridas. A sétima terá sete episódios, e a oitava e final terá apenas seis, confirma a revista Entertainment Weekly. A oitava …

-

FARC sugerem adiar entrega das armas até à concretização total do acordo de paz

Os guerrilheiros das FARC, que se reuniram hoje numa zona rural da Colômbia, consideraram que após 53 anos de guerra devem adiar por alguns meses a entrega das armas, e confirmar previamente o sucesso do …

O presidente brasileiro, Michel Temer

Temer perde apoio de quatro partidos na Câmara dos Deputados

O presidente do Brasil já perdeu o apoio de quatro dos partidos que formam a sua base de apoio político na Câmara dos Deputados desde o início da crise política, motivada pelo seu alegado envolvimento …

-

11.ª dobradinha. Benfica fecha época com chave de ouro

O Benfica fechou hoje a época com ‘chave de ouro', ao vencer a Taça de Portugal de futebol pela 26.ª vez, após bater o Vitória de Guimarães, por 2-1, juntando a ‘prova rainha' ao tetracampeonato. Raúl …

Manuel Caldeira Cabral, ministro da Economia

Ministro da Economia espera subida no "rating" de Portugal a partir deste ano

O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, disse hoje esperar que as agências de notação financeira melhorem o 'rating' de Portugal "ainda neste ou no próximo ano", lembrando os números positivos da economia, do emprego …

O presidente das Filipinas, Rodrigo Roa Duterte

Soldados filipinos podem violar "até três mulheres", diz Duterte

O presidente filipino Rodrigo Duterte foi criticado por fazer uma piada durante um discurso sobre possíveis abusos cometidos ao abrigo da lei marcial. "Se vocês falharem, eu também falharei. Mas serei o responsável por esta lei marcial, …

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, com militares norte-coreanos

Kim Jong-Un supervisiona testes de novo sistema de defesa antiaéreo

O líder da Coreia do Norte supervisionou os testes de um novo sistema de defesa antiaéreo e ordenou a sua produção em massa para o implantar em todo o país asiático, informou a agência de …

-

EUA desenvolvem avião hipersónico secreto

O Pentágono planeia lançar um avião experimental hipersónico secreto que pode funcionar como um foguete, segundo informa o jornal britânico The Independent. A DARPA – Agência de Pesquisa de Projetos Avançados de Defesa, em parceria com …

-

Sindicato da ASAE ameaça pôr Ministério da Economia em tribunal

A Associação Sindical dos Funcionários da ASAE (ASFASAE), reunida no sábado em Lisboa, aprovou “intentar, no imediato”, uma ação judicial contra o Ministério da Economia para pedir indemnizações para os inspetores. A violação do princípio constitucional …

A nova camada de placas tectónicas foi descoberta abaixo de Tonga, no Pacífico

Placas tectónicas recém-descobertas podem explicar terremotos misteriosos no Pacífico

Dentro do manto terrestre, uma imensa camada rochosa que fica entre a crosta e o núcleo da Terra, há uma nova camada de placas tectónicas, diz um novo estudo da Universidade de Houston, no Texas. E …