Peso a mais diminui risco de demência

Photoxpress

-

Uns quilos a mais faz mal a (quase) tudo.

Ter peso a mais diminui o risco de desenvolver a doença de Alzheimer, de acordo com a maior e mais rigorosa investigação desenvolvida até agora sobre a relação entre os dois factores.

Os investigadores admitiram ter ficado bastante surpreendidos com a descoberta, que contraria as actuais correntes da medicina e todos os conselhos tradicionais em relação aos cuidados a ter com o peso.

A análise dos dados de quase dois milhões de britânicos, publicada na Lancet Diabetes & Endocrinology, mostrou que as pessoas abaixo do peso correm um risco maior de desenvolver a doença.

Ainda assim, as organizações dedicadas ao tratamento da demência continuam a aconselhar a prática de exercício físico, a ter uma dieta balanceada e a não fumar.

A demência é uma das questões que gera maior pressão sobre a medicina moderna. O número total de pacientes com demência no mundo pode triplicar e chegar a 135 milhões em 2050.

Actualmente, não há cura para a doença.

Os médicos aconselham que se mantenha um estilo de vida saudável, para tentar diminuir o risco de a desenvolver. Mas essa recomendação pode estar errada.

Surpresa

nawab-qizilbash-md-dphil-oxon / LinkedIn

Nawab Qizilbash, investigador da Oxin Epidemiology

Nawab Qizilbash, investigador da Oxin Epidemiology

A equipa de investigadores, formada por cientistas da Oxin Epidemiology e da Faculdade de Higiene e Medicina Tropical de Londres, analisou registos médicos de 1,9 milhão de pessoas com cerca de 55 anos, durante um período de duas décadas.

A análise mais conservadora feita pelos investigadores indica que as pessoas abaixo do peso seu ideal têm um risco 39% maior de desenvolver demência, quando comparadas com as pessoas próximas do seu peso saudável.

Mas a suprresa surgiu nos dados relativos às pessoas com excesso de peso, cujo risco de desenvolver a doença é 18% menor. E nos obesos, a percentagem foi de 24%.

Sim, isto é uma surpresa“, diz Nawab Qizilbash, um dos investigadores responsáveis pelo estudo, citado pela BBC.

A explicação da razão pela qual o peso tem um efeito protector em relação à demência ainda não é totalmente clara.

Algumas teorias defendem que a deficiência das vitaminas D e E contribuem para a demência – e essas deficiências são menos comuns para quem come mais.

Prudência

Qizilbash diz que o resultado da investigação não deve ser encarado como uma desculpa para engordar alguns quilos.

“Mesmo que beneficie desse efeito protector quanto ao Alzheimer, pode não viver o suficiente para aproveitar esse efeito”, diz o cientista.

Doenças cardíacas, enfartes do miocárdio, diabetes, alguns cancros e outras doenças foram já ligadas ao excesso de gordura na região abdominal.

A Sociedade Britânica de Alzheimer mantém alguma prudência na análise destes resultados.

“A diferença de conclusões de diversos estudos realça a dificuldade de conduzir estudos sobre riscos de demência relacionados com estilos de vida complexos”, diz Simon Ridley, investigador da Sociedade.

A cientista americana Deborah Gustafson, do Centro Médico SUNY Downstate de Nova Iorque, por seu turno, defende que “entender a ligação entre o índice de massa corporal e a demência ajuda a perceber a complexidade dos riscos e factores de protecção de demência”.

“O relatório de Qizilbash não é a palavra final neste aspecto controverso”, diz Gustafson.

“Nesse ponto, concordamos inteiramente”, diz Qizilbash.

ZAP / BBC

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Meteoritos desconhecidos podem estar a "bombardear" a atmosfera da Terra à velocidade da luz

Não é segredo que a Terra ocasionalmente recebe rochas do Espaço que explodem na atmosfera ou causam impacto na superfície. A Terra também vê chuvas de meteoros regularmente sempre que passa por nuvens de detritos …

Descoberto o ingrediente secreto para desenvolver um escudo contra radiação espacial mortal

Investigadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte desenvolveram uma nova técnica para proteger eletrónicos da tecnologia de exploração militar e espacial da radiação ionizante. A nova abordagem é mais económica do que as técnicas …

Guardas e familiares das vítimas pediram clemência. Mas Nicholas Sutton foi executado

O norte-americano foi executado, esta quinta-feira, no Tennessee, devido ao assassinato de quatro pessoas, apesar de alguns pedidos de clemência por parte de guardas prisionais e familiares das vítimas. De acordo com a CNN, Nicholas Sutton, …

O primeiro drone acrobático tripulado de sempre é testado a fazer piruetas

Um novo vídeo mostra que o "Big Drone", da Drone Champions AG, é capaz de fazer acrobacias alucinantes com um passageiro dentro. A tecnologia dos drones melhora de vento em popa com o passar dos anos …

Fenómeno extremo ameaça corais na Grande Barreira na Austrália. E já matou quase metade

A Grande Barreira de Coral da Austrália pode estar a enfrentar a terceira "descoloração" no espaço de cinco anos, fenómeno provocado por um aumento da temperatura das águas do mar. Como avançou o Expresso, este fenómeno …

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …