Os peões atravessam passadeiras segundo um princípio matemático

E se um princípio matemático ditar a forma como os peões atravessam a passadeira? Uma equipa de matemáticos da Universidade de Tóquio, no Japão, descobriu que os pedestres que cruzam passagens de peões em aglomerados tendem a fazê-lo de acordo com o princípio de Voo de Lévy (1886-1971).

De acordo com uma nova investigação, cujos resultados foram esta quinta-feira publicados na revista científica Journal of The Royal Society Interface, quando grandes grupos de pessoas aguardam de ambos os lados da rua para atravessar a faixa, cruzando-se depois no meio da passagem, tendem a andar de uma forma previsível.

Por norma, as pessoas não optam pela rota mais direta ou mais rápida, tendo antes em consideração as pessoas que estão à sua volta. Tendo isto em conta, os cientistas procuraram melhor compreender este comportamento, estudando-o de perto.

Os cientistas reuniram um grupo de voluntários e pediu-lhes que caminhassem no que descrevem como “corredores simulados”. Durante o procedimento experimental, que foi registado em vídeo, a equipa observou as mudanças de direção, o número de passos dados e ainda os padrões da travessia.

Tal como se pode ler na publicação, a equipa descobriu que os participantes tendem a desviar-se do caminho mais reto, o habitualmente utilizado para atingir um determinado ponto com maior eficácia.

Os cientistas observaram que cada indivíduo faz ajustes no seu percurso, tendo por base o comportamento dos indivíduos que se deslocam em sentido oposto. Quanto à ação coletiva, esta tende a emergir embora as pessoas não se tornem participantes de forma consciente. Tipicamente, o movimento coletivo envolvia a formação de fluxos de pessoas que caminham de forma uniforme em sentidos opostos.

Simplificando: as pessoas, em vezes de caminharem cara a cara de forma contínua, seguem simplesmente uma pessoa que se move na mesma direção, evitando assim estar constantemente a mudar a sua trajetória. Este fluxo aumenta a eficiência, tanto da deslocação do indivíduo como a do grupo.

As conclusões sobre os percursos tomados não parecem grande novidade, exceto se as escolhas tomadas tiveram por base um princípio matemático. A equipa descobriu também que os fluxos observados seguem o processo de Voo de Lévy.

O princípio de Voo de Lévy, assim batizado em homenagem ao seu criador, o matemático francês Paul Pierre Lévy, é uma descrição matemática de um tipo de caminhada em que o pedestre começa por dar pequenos passos, dando depois passos longos em intervalos regulares. O matemático provou que este princípio leva a uma distribuição da lei de potência de comprimentos de passo.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Descoberto primeiro asteróide que se move apenas dentro da órbita de Vénus

Uma rede de telescópios robóticos operados à distância observou um asteróide que, além de ser o asteróide mais próximo do Sol, é também o primeiro asteróide descoberto que se move completamente dentro da órbita de …

Mark Zuckerberg tem medo do TikTok (e já se sabe porquê)

Mark Zuckerberg já deixou claro, mais do que uma vez, que não gosta do TikTok. No entanto, agora sabemos o que está por trás desta hostilidade pelo rival: a aplicação está a crescer muito, mesmo …

A empresa mãe da Google já vale um bilião de dólares

Esta quinta-feira, a Alphabet, empresa mãe da Google, conseguiu uma cotação na bolsa de 1 bilião de dólares, cerca de 900 mil milhões de euros. A Alphabet tornou-se, esta quinta-feira, a quarta empresa norte-americana a conseguir …

Cientistas criam "cimento vivo" capaz de se "curar"

Uma equipa de cientistas dos Estados Unidos criou um "cimento vivo" juntando areia e bactérias num material de construção capaz de se auto-reproduzir, de absorver dióxido de carbono e manter a resistência. "Já usamos materiais biológicos …

Sporting 0-2 Benfica | Águia vence dérbi e foge na frente

O Benfica foi o grande vencedor do dérbi lisboeta. Na visita ao Sporting, os “encarnados” marcaram dois golos sem resposta, ambos na segunda parte, por Rafa Silva, entrado no decorrer da segunda parte, após ter …

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos e podem levam décadas até pedir ajuda, por nem sempre aceitarem e entenderem que sofreram violência sexual. Na maior parte dos …

"Messiah", da Netflix, reacende controvérsia sobre os limites da liberdade de expressão

A série Messiah, disponível na plataforma de streaming Netflix, acende a controvérsia em torno dos limites da liberdade de expressão e da criatividade no mundo das artes e do entretenimento. Messiah, uma série produzida por Michael …

Quadro encontrado por jardineiro era mesmo a obra desaparecida de Klimt

Em 1997, Retrato de uma Senhora desapareceu da Galeria de Arte Moderna Ricci Oddi, em Piacenza. Em dezembro, o quadro foi descoberto. Estava escondido numa parede da instituição. O quadro encontrado em dezembro, escondido na reentrância …

Terramotos modificaram a geografia de Porto Rico (e a NASA mostra como)

Os terramotos que Porto Rico tem sentido desde dezembro passado, que causaram pelo menos um morto e milhões de dólares em prejuízos, estão também a mudar a geografia desta ilha das Caraíbas. A agência espacial …

Maldivas desesperam por fundos enquanto continuam a afundar

As Maldivas correm o risco de desaparecer completamente a menos que o Governo consiga aceder a financiamentos para combater a subida das águas. Atualmente, 80% do país está um metro abaixo do nível do mar. "Não …