Paulo Cafôfo, o “guardião dos valores”, é o novo líder do PS/Madeira

PS Madeira / Flickr

Paulo Cafôfo

Paulo Cafôfo, o novo líder do PS/Madeira, assumiu-se como um “guardião dos valores de um partido que não se deixa vergar”.

O novo líder do PS/Madeira, Paulo Cafôfo, afirmou este domingo que vai estar “sempre contra” o centralismo do Estado e garantiu que o seu projeto político assenta na criação de oportunidades e na transparência democrática.

“Estaremos sempre contra um Estado centralista e que menorize as autonomias”, declarou no encerramento do XIX congresso regional do PS, no Funchal, no qual foi confirmado décimo presidente do partido na região, depois de ter sido eleito em julho, numas internas em que foi o único candidato.

A sua moção de estratégia global, a única apresentada aos 300 delegados, intitulada “Avançar a Madeira pelas pessoas”, foi aprovada por unanimidade.

“Estaremos contra [o centralismo do Estado], mas também estaremos confiantes que o Governo da República, liderado pelo PS, considere as regiões autónomas como uma prioridade nacional nesta fase de recuperação que enfrentamos”, reforçou.

Paulo Cafôfo disse que o seu projeto político visa dinamizar uma transformação económica e social na região, pois considera que o PSD, que governa o arquipélago desde 1976, “falhou” na questão da igualdade e da criação de oportunidades.

“Quarenta e seis anos depois de 25 de Abril e após muitos milhões gastos em investimentos, alguns deles desnecessários, há um número que me incomoda, um número que já existia antes de qualquer vírus: temos na região 81 mil pessoas em risco de pobreza”, alertou.

O novo líder do PS/Madeira assegurou que o partido tem “respostas para mudar a região” e “propostas para um futuro diferente”, apontando o social-democrata Miguel Albuquerque, que chefia o executivo de coligação PSD/CDS-PP, como um “presidente em fim de linha“.

Paulo Cafôfo disse pretender, por outro lado, transformar o desafio que a pandemia de covid-19 impõe numa oportunidade para mudar a região, garantido mais oportunidades, mais transparência e uma governação sem privilégios, pelo que definiu já uma agenda assente em cinco pilares: qualificação, ambiente, diversificação da economia, produção regional e modernização infraestrutural.

“Posso, desde já, anunciar que uma das primeiras consequências práticas desta agenda será formalizada na próxima semana, quando o grupo parlamentar do PS/Madeira apresentar na Assembleia Regional um projeto de decreto-legislativo que cria um programa especial de apoio às empresas, no âmbito da pandemia da covid-19″, anunciou.

O objetivo é disponibilizar 165 milhões de euros a fundo perdido.

Paulo Cafôfo referiu-se, por outro lado, às eleições autárquicas de 2021, indicando que o PS pretende manter as quatro autarquias onde governa e aumentar o número de eleitos.

O novo presidente socialista disse que, nos concelhos onde é oposição, vai apresentar “candidatos reconhecidos pela população” e “projetos arrojados”, estando também disponível para avaliar coligações pré-eleitorais, como no Funchal (Coligação Confiança – PS/BE/PDR/Nós, Cidadãos!).

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O antigo campo magnético da Lua pode ter servido de "escudo" para atmosfera da Terra

Há 4 mil milhões de anos, a Lua pode ter protegido a atmosfera Terra, através do seu já extinto campo magnético, do Sol, sugere uma nova investigação, levada a cabo por um especialista da agência …

Coloridos e selados. Descobertos no Egito sarcófagos com mais de 2.500 anos

As autoridades egípcias anunciaram esta segunda-feira a descoberta de uma coleção de sarcófagos datados de há mais de 2.500 anos, na zona arqueológica de Sakkara, a sul da cidade do Cairo. Em comunicado, citado pela agência …

Nokia vai criar para a NASA a primeira rede móvel operacional na Lua

O grupo finlandês Nokia vai fabricar para a NASA aquela que será a primeira rede móvel móvel na Lua, como parte de um projeto de base humana permanente da agência espacial norte-americana, foi esta segunda-feira …

Sarkozy acusado de "associação criminosa". Investigação sobre ligações à Líbia continua

Nicolas Sarkozy, o antigo Presidente francês, está a ser acusado de "associação criminosa" como parte de uma investigação sobre o financiamento da sua campanha presidencial de 2007, particularmente acerca dos seus alegados vínculos com o …

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em três milénios

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em quase três milénios, aponta uma nova investigação da Universidade de Massachusetts em Amherst, nos Estados Unidos, e da Universidade de Quebec, no Canadá. As …

NASA apresenta rover "transformer" que vai explorar os penhascos íngremes de Marte

A NASA acaba de apresentar um rover de quatro rodas, denominado DuAxel, que se pode dividir em dois rovers de duas rodas separados. O robô foi projetado para, um dia, explorar alguns dos terrenos mais …

Veneno de vespa pode ter muito "potencial" na composição de antibióticos

Com o passar dos anos, a população começa a ficar mais resistente a certos medicamentos e estes deixam de fazer efeito. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu novas moléculas anti-microbianas a partir do veneno de …

"Ou és infetado ou morres de fome". Trabalhadores da Amazon nas Filipinas denunciam condições precárias

Trabalhadores contratados pela empresa de segurança Ring da Amazon que trabalham em call centers nas Filipinas denunciam condições de trabalho que dizem ser precárias, mostrando-se ainda mais preocupados com a situação por causa da pandemia …

"Momento muito duro". André Almeida sofreu rotura de ligamentos e arrisca paragem longa

O futebolista internacional português André Almeida sofreu uma entorse do joelho direito, que resultou numa “rotura do ligamento cruzado anterior e do ligamento lateral interno”, informou esta segunda-feira o Benfica. O lateral dos encarnados saiu aos …

Apoio à retoma. Empresas com perdas de 25% podem reduzir horário até 33% já esta terça-feira

Empregadores com quebra de faturação igual ou superior a 25% vão poder reduzir até 33% o horário dos trabalhadores, entre outubro e dezembro, segundo a alteração ao regime de retoma progressiva de empresas em crise. O …