Paulo Cafôfo, o “guardião dos valores”, é o novo líder do PS/Madeira

PS Madeira / Flickr

Paulo Cafôfo

Paulo Cafôfo, o novo líder do PS/Madeira, assumiu-se como um “guardião dos valores de um partido que não se deixa vergar”.

O novo líder do PS/Madeira, Paulo Cafôfo, afirmou este domingo que vai estar “sempre contra” o centralismo do Estado e garantiu que o seu projeto político assenta na criação de oportunidades e na transparência democrática.

“Estaremos sempre contra um Estado centralista e que menorize as autonomias”, declarou no encerramento do XIX congresso regional do PS, no Funchal, no qual foi confirmado décimo presidente do partido na região, depois de ter sido eleito em julho, numas internas em que foi o único candidato.

A sua moção de estratégia global, a única apresentada aos 300 delegados, intitulada “Avançar a Madeira pelas pessoas”, foi aprovada por unanimidade.

“Estaremos contra [o centralismo do Estado], mas também estaremos confiantes que o Governo da República, liderado pelo PS, considere as regiões autónomas como uma prioridade nacional nesta fase de recuperação que enfrentamos”, reforçou.

Paulo Cafôfo disse que o seu projeto político visa dinamizar uma transformação económica e social na região, pois considera que o PSD, que governa o arquipélago desde 1976, “falhou” na questão da igualdade e da criação de oportunidades.

“Quarenta e seis anos depois de 25 de Abril e após muitos milhões gastos em investimentos, alguns deles desnecessários, há um número que me incomoda, um número que já existia antes de qualquer vírus: temos na região 81 mil pessoas em risco de pobreza”, alertou.

O novo líder do PS/Madeira assegurou que o partido tem “respostas para mudar a região” e “propostas para um futuro diferente”, apontando o social-democrata Miguel Albuquerque, que chefia o executivo de coligação PSD/CDS-PP, como um “presidente em fim de linha“.

Paulo Cafôfo disse pretender, por outro lado, transformar o desafio que a pandemia de covid-19 impõe numa oportunidade para mudar a região, garantido mais oportunidades, mais transparência e uma governação sem privilégios, pelo que definiu já uma agenda assente em cinco pilares: qualificação, ambiente, diversificação da economia, produção regional e modernização infraestrutural.

“Posso, desde já, anunciar que uma das primeiras consequências práticas desta agenda será formalizada na próxima semana, quando o grupo parlamentar do PS/Madeira apresentar na Assembleia Regional um projeto de decreto-legislativo que cria um programa especial de apoio às empresas, no âmbito da pandemia da covid-19″, anunciou.

O objetivo é disponibilizar 165 milhões de euros a fundo perdido.

Paulo Cafôfo referiu-se, por outro lado, às eleições autárquicas de 2021, indicando que o PS pretende manter as quatro autarquias onde governa e aumentar o número de eleitos.

O novo presidente socialista disse que, nos concelhos onde é oposição, vai apresentar “candidatos reconhecidos pela população” e “projetos arrojados”, estando também disponível para avaliar coligações pré-eleitorais, como no Funchal (Coligação Confiança – PS/BE/PDR/Nós, Cidadãos!).

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

PJ descobre depósito de explosivos da Resistência Galega no centro de Coimbra

A Polícia Judiciária (PJ) desativou, em Coimbra, uma base logística do grupo independentista Resistência Galega, onde apreendeu “um importante” espólio de material usado nas atividades da organização. A PJ agiu no quadro de uma operação policial …

Teresa Leal Coelho admite processar ex-vereador Fernando Nunes da Silva

A vereadora da Câmara Municipal de Lisboa Teresa Leal Coelho admitiu que poderá vir a processar o antigo vereador Fernando Nunes da Silva, devido às declarações sobre a reposição dos sentidos de circulação na Avenida …

Linha de Fundo: Benfica reforça liderança, mais recados de Conceição, um jardim de infância especial e João “rosa” Almeida

Era uma vez um Clássico... Deu empate o primeiro clássico da época 2020/21. Em Alvalade, Sporting e FC Porto igualaram-se a duas bolas, num jogo que valeu pelas mudanças de resultado, mas que nem sempre foi …

CDS critica PS por obrigar portugueses a pagar "buraco" da TAP para servir apenas Lisboa

O CDS está "chocado" por a TAP ir abandonar as quatro rotas que opera no Aeroporto Francisco Sá Carneiro e critica o PS por obrigar portugueses a pagar "buraco" da TAP para servir apenas Lisboa. O …

Contratos de associação dos colégios privados. Ministério da Educação vence todos os 55 processos judiciais

Em todos os 55 processos judiciais que os colégios privados moveram contra o Ministério da Educação em 2016, na sequência da polémica dos contratos de associação, todas as 55 decisões foram favoráveis ao Governo. O jornal …

Famílias numerosas podem pedir desconto no IVA da luz a partir de março

As famílias com cinco ou mais elementos só poderão usufruir da redução do IVA da eletricidade a partir de 1 de março e terão de o requerer junto do seu fornecedor, segundo uma portaria esta …

Vacina da gripe disponível para mais grupos. Farmácias temem não ter stock suficiente

A vacina da gripe está, a partir desta segunda-feira, disponível para mais grupos populacionais com o início da segunda fase da campanha, que estende a vacinação a pessoas com 65 ou mais anos e pessoas …

Franceses em protesto para homenagear professor decapitado. Autoridades procuram radicais islâmicos

Milhares de pessoas reuniram-se no domingo no centro de Paris numa demonstração de repúdio pela decapitação do professor que mostrou aos seus alunos desenhos do Profeta Maomé. Os manifestantes da Praça da República ergueram cartazes onde …

Proud Boys acreditam na vitória de Trump: "Vamos Ganhar". Voto antecipado começa hoje na Florida

O líder do grupo Proud Boys disse à Lusa, durante uma manifestação em Miami, que Donald Trump vai vencer as eleições presidenciais norte-americanas, e rejeitou a acusação de que é dirigente de uma organização extremista. …

Projeto desenvolve testes rápidos de baixo custo para detetar imunidade

Um consórcio de universidades e uma empresa querem desenvolver "testes rápidos e de baixo custo" para detetar a resposta imunitária ao vírus SARS-CoV-2. O projecto TecniCov, que "obteve um financiamento de 450 mil euros da Agência …