Paulo Branco e Terry Gilliam disputam filme em tribunal

(dr) HarperCollins Publishers

-

Terry Gilliam foi um dos fundadores do coletivo britânico de humor Monty Python

O produtor Paulo Branco acusou hoje o realizador Terry Gilliam de estar a fazer uma rodagem “clandestina e ilegal” de “O homem que matou D. Quixote” e afirmou que detém os direitos do filme, já confirmados em tribunal.

Em declarações à agência Lusa, Paulo Branco disse que o Tribunal da Grande Instância de Paris confirmou hoje a validade do contrato com o realizador Terry Gilliam para a produção daquela longa-metragem, cuja rodagem já decorreu em Portugal e está a ser concluída em Espanha.

O projeto, que envolve vários países, chegou a contar com produção de Paulo Branco, mas o realizador acabou por não concretizar a parceria, alegadamente por problemas de financiamento, optando por trabalhar com outra produtora portuguesa, a Ukbar Filmes.

Paulo Branco diz agora que viu confirmada em tribunal a legalidade do contrato assinado entre ambos, referindo que a exploração e utilização das imagens do filme “não poderá, de modo algum, existir sem o acordo prévio da Alfama Films”, que dirige.

Fonte da produção internacional disse à agência Lusa que existem também a correr vários processos em tribunal contra Paulo Branco, em Espanha e no Reino Unido por causa do mesmo filme.

Por seu turno, contactada pela Lusa, Pandora da Cunha Telles, da Ukbar Filmes, disse que a produção do filme não foi informada ou notificada de qualquer decisão judicial.

O homem que matou Dom Quixote“, um projeto antigo de Terry Gilliam, é uma coprodução entre Portugal, Espanha, França, Bélgica e Inglaterra, com um orçamento total de 16 milhões de euros, dos quais 1,2 milhões de euros foram gastos em Portugal.

Com a rodagem a chegar ao fim, Terry Gilliam já apresentou as primeiras imagens do filme esta semana no Festival de Cinema de Cannes, em França. Com argumento de Terry Gilliam e Tony Grisoni, “O homem que matou Dom Quixote” é uma transposição do conhecido romance de Miguel Cervantes para a atualidade.

A rodagem do filme que Gilliam está a tentar realizar desde 2000 deveria ter começado no passado mês de Outubro, depois de o produtor português ter adquirido os direitos da obra a um produtor britânico.

Mas as filmagens não arrancaram na altura, e realizador deu a entender que a responsabilidade seria Paulo Branco, e nomeadamente da falta de dinheiro para o projecto, que foi orçado em 16 milhões de euros.

Terry Gilliam publicou na altura, no seu perfil do Facebook, o que parece um cartaz de cinema com uma fotografia de Paulo Branco, no lugar do leão da MGM, com a nota “como os filmes são adiados – Lição 1: tem cuidado com a pessoa em que decides confiar“.

Em entrevista à BBC, Terry Gillian afirmou que Paulo Branco lhe tinha prometido reunir “todo o dinheiro a tempo”, mas que, afinal, “provou-se que não tinha dinheiro“.

Terry Gilliam foi um dos fundadores do coletivo britânico de humor Monty Python e é autor de várias longas-metragens desde a década de 1970, entre as quais “Monty Python e o cálice sagrado”, correalizado com Terry Jones, “Os ladrões do tempo”, “Brasil“, “A fantástica aventura do Barão”, “12 Macacos” e “Os irmãos Grimm”.

Ainda sem data de estreia, o filme “O homem que matou Dom Quixote” terá distribuição nacional assegurada pela NOS.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Igrejas evangélicas cultivam violência doméstica ao defender a supremacia dos homens sobre as mulheres

O facto de a igreja evangélica defender que o homem deve controlar a mulher apenas agrava o problema de violência doméstica, justificando os atos dos homens. Jane (nome fictício) era membro da comunidade cristã evangélica da …

A Cidade do México está a pagar aos seus polícias para que percam peso

A Polícia da Cidade do México está a levar a cabo um programa para combater o excesso de peso e a obesidade no seu efetivo através de incentivos financeiros.  Ao todo, escreve a agência AFP que …

Há um novo método para medir buracos negros

Os buracos negros supermassivos são os maiores buracos negros, com massas que podem exceder mil milhões de sóis. Apenas esta primavera foi divulgada a primeira imagem do buraco negro supermassivo no centro da galáxia M87, …

E Tudo o Vento Levou… há 80 anos

E Tudo o Vento Levou celebra este domingo 80 anos de vida, marcando a data da sua estreia nos Estados Unidos. Oito décadas depois, o filme mantém-se como uma das maiores obras primas do cinema …

O problema impossível mais simples do mundo está a levar matemáticos à loucura

Matemáticos avisam os seus colegas para se manterem longe da conjetura de Collatz. No entanto, Terence Tao decidiu arriscar, e está muito perto de resolver aquele que muitos chamam de o problema impossível mais simples …

Soldados da Guerra Civil dos EUA pintavam o cabelo para ficar melhor nas fotografias

Investigadores encontraram evidências que indicam que soldados da Guerra Civil norte-americana pintavam o cabelo para ficar melhor nas fotografias. Escavações em Camp Nelson, no Kentucky, revelaram restos de um estúdio de fotografia com 150 anos, o …

Chuva, vento forte e neve. Mau tempo vai agravar-se nas próximas 48 horas

A Proteção Civil alertou este domingo para um agravamento do estado do tempo nas próximas 48 horas, com períodos de chuva, possibilidade da queda de neve nas terras alta do norte e centro e ainda …

Descoberta nova espécie de aranha-violinista no Vale do México

Cientistas identificaram, no México, uma nova espécie de aranha com um veneno que, apesar de não ser fatal, é capaz de causar necrose na pele humana. Uma equipa de cientistas da Universidade Nacional Autónoma do México …

Já sabemos sobre o que conversam os orangotangos

Um novo estudo da Universidade de Exeter, em Inglaterra, desvendou a linguagem secreta dos orangotangos, descobrindo o que significam 11 sinais vocais e 21 gestos. Os investigadores passaram dois anos a filmar mais de 600 horas …

COP25 aprovou conclusões. Não há acordo para regulação dos mercados de carbono

A cimeira da ONU sobre o clima terminou hoje em Madrid assinalando a urgência para conter as alterações climáticas, mas a mais longa cimeira sobre o clima de sempre sem chegar a acordo nos pontos …