A “Partícula de Deus” pode ter salvado o Universo do colapso cósmico

NRAO/AUI/NSF; Dana Berry / SkyWorks; ALMA (ESO/NAOJ/NRAO)

O Universo vai expandir-se para sempre ou, eventualmente, entrará em colapso? Esta é uma questão que há anos tira o sono aos cientistas – e parece estar para ficar. Publicações recentes têm deixado a comunidade científica em polvorosa, trazendo mais dúvidas do que certezas.

O campo da Física está a fermentar. Neste momento, há uma nova conjetura que está a causar excitação na comunidade científica que estuda a Teoria das Cordas. Timm Wrase, da Universidade de Tecnologia de Viena, veio acender ainda mais o debate com a publicação de novos artigos científicos.

Na Teoria das Cordas, uma mudança de paradigma pode estar à espreita. No passado mês de junho, uma equipa de teóricos das cordas, de Harvard e Caltech, publicou uma nova conjetura, que parecia bastante revolucionária.

De acordo com o artigo dos teóricos, disponibilizado para pré-publicação no Arxiv.org, a Teoria das Cordas é fundamentalmente incompatível com a nossa compreensão atual da energia escura – mas só a energia escura é que é capaz de explicar a atual e acelerada expansão do Universo.

O nosso Universo está envolvido por uma vasta e invisível força que parece opor-se à gravidade. Os físicos apelidaram esta força de energia escura e acreditam que esta esteja constantemente a empurrar o nosso Universo para fora – ou seja, a expandi-lo.

Mas, o artigo publicado em junho sugere que a energia escura vai mudando com o tempo. Na prática, isto significa que o Universo pode não se expandir para sempre, podendo, eventualmente, entrar em colapso e tornar-se do tamanho que tinha antes do Big Bang.

Apesar de promissora, esta conjetura levantou quase de imediato várias questões, tendo vários grupos de cientistas publicado outros artigos nos quais sugeriam revisões à teoria apresentada pelos teóricos de Harvard e Caltech.

Também Wrase percebeu rapidamente que havia algo estranho com a teoria: da forma que está descrita, é incompatível com o bosão de Higgs, a partícula celebrizada como a “Partícula de Deus” – que sabemos existir, desde 2013, graças ao Grande Colisionador de Hadrões (LHC) localizado na fronteira da Suíça com a França.

De acordo com os seus cálculos, que contaram com a participação de cientistas da Universidade da Columbia em Nova York e da Universidade de Heidelberg, a hipótese do Universo em constante expansão não pode ainda ser descartada – e foi a partícula descoberta no LHC que causou o maior “buraco” na teoria revolucionária de junho.

Ainda assim, explicou Wrase em declarações ao Live Science, a conjetura do Universo em colapso poderia ser viável, mas precisaria de alguns ajustes teóricos. O artigo que baralhou a teoria revolucionária sobre a Teoria das Cordas foi publicado no passado dia 2 de outubro na revista Physical Review D.

Sinteticamente, o artigo de junho sugere que a Teoria das Cordas – um dos maiores modelos no campo da Física – invalida a expansão infinita do universo. “As pessoas ficam muito emotivas porque, a ser verdade e a ser descoberta, seria espetacular”, disse Wrase.

O debate acalorado sobre a Teoria das Cordas e a energia escura continua um pouco por todo o mundo. Wrase espera que toda esta discussão conduza a avanços científicos.

“Toda esta controvérsia é boa para a Teoria das Cordas”, reitera o físico. De repente, muitas pessoas surgem com ideias completamente novas sobre as quais ninguém tinha pensado até então”.

A Teoria de Tudo

Já muito se disse e escreveu sobre a Teoria das Cordas. Esta teoria, também conhecida com a Teoria de Tudo, representa uma estrutura matematicamente elegante para unir a teoria da Relatividade Geral de Einstein à Mecânica Quântica. No entanto, e tal como nota a Phys.org, ainda não foi comprovada experimentalmente.

A Teoria das Cordas é, no fundo, uma teoria da unificação, uma vez que propõe relacionar a gravidade à física quântica, entendendo as leis da natureza, que descrevem todo o mundo físico desde de as partículas mais pequenas até à maior estrutura do Universo.

Nesta hipótese, as cordas são os blocos fundamentais da matéria. A teoria sugere que as partículas que compõem o universo não são realmente pontos, mas antes cordas uni-dimensionais que vibram.

Para que a Teoria das Cordas seja uma explicação viável para o Universo, deve incorporar a energia escura. Originalmente, a ideia partiu de Einstein, que a adicionou como uma “constante cosmológica” à teoria da Relatividade Geral, de forma a construir um Universo que não se expande.

Quando, em 1929, Edwin Powell Hubble comprovou que o Universo estava efetivamente em expansão, Einstein retratou as suas equações e considerou este o maior erro da sua vida. Entretanto, com a descoberta da expansão acelerada do Universo, a constante cosmológica foi reintroduzida como energia escura no atual modelo padrão da cosmologia.

Para o bem da Ciência, as hipóteses que vão emergindo serão, pelo menos em parte, testadas experimentalmente. No futuro, a expansão do Universo será medida com mais precisão do que nunca – até lá, o debate promete continuar aceso.

SA, ZAP // Live Science / Phys.org

PARTILHAR

14 COMENTÁRIOS

  1. O artigo acima está incorreto quando menciona o Hubble em 1929. Penso que queria mencionar Edwin Powell Hubble, que revolucionou a Astronomia ao constatar que o Universo estava se expandindo.

    • Amigo João, estes conceitos são difíceis de interiorizar por “simples mortais” como eu e o João. Mas falando simples e dentro dos meus parcos conhecimentos no assunto a verdade é que não existe “nada” para além do Universo; ao expandir-se ele próprio se cria a si mesmo; se se vai expandir eternamente (hipótese mais aceite pelos cientistas na actualidade), estacionar ou regredir isso já vai depender da “constante cosmológica” e de um maior conhecimento sobre a famosa e misteriosa”matéria negra”.
      Abraço…

    • Amigo, o Universo na verdade não se expande para fora porque ele é tudo.O tecido do espaço é que se estica ou seja o espaço entre as galáxias é que se expande.Isso também explica o porquê do Universo ser maior do que deveria ser (93 mil milhões de anos-luz) o espaço pode se expandir mais rápido que a luz porque essa lei não se aplica a ele.

  2. Acontece com frequência cientistas ateus ou panteístas (a esmagadora maioria dos homens da ciência enquadra-se numa destas definições) utilizarem expressões do género desta e que depois, usadas fora do contexto original, são utilizadas abusivamente para legitimar a existência de Deuses e afins. Fica entretanto no mínimo estranho, que religiões que adoram um ser dito omnipotente, omnipresente e tudo mais tenham que ir procurar legitimação na palavra de “simples mortais”.

    • Caro A,
      Nós não somos os criadores da expressão “Partícula de Deus”. Limitamo-nos a usá-la, entre aspas, como faz a generalidade da imprensa e, diga-se, a própria comunidade científica.
      Obrigada pelo reparo e pela sua visita.

  3. Vejo o universo como o conteúdo do cilindro de um motor Diesel ou a gasolina. Ele terá utilização para transformar energia em movimento e vice versa. Assim pode haver n universos, de acordo com as necessidades dos seus donos que por sua vez existem num super universo e assim por diante.
    Mas pouco interessa para um ser que só tem uma média de 78 anos de existência.
    Este tempo deveria de ser utilizado para viver e deixar viver. Aí é que a (con)ciência podia melhorar muito

  4. O maior gênio atual na Ciência, é o cientista Fernand Pontes, que levou 47 anos de pesquisa solitária, até provar fisicamente que existe um autor como RAZÃO prístina na causa do Universo e da Vida existir.
    Não parou e foi mais adiante, tornando-se o único cientista a conhecer um dos maiores mistérios na criação do Universo e mais além.
    E o mais incrivível, é que o Cientista, Fernand Pontes, não teve ninguém financiando seu trabalho, e nem verba de governo, ele fez tudo usando a mente como laboratório no campo da Metafísica, igual Nikola Tesla, também conseguia fazer.

    • Interessante, vou tentar saber mais sobre Fernand Pontes.
      Outros “Galileus” modernos que vale a pena conhecer:Dr Halton Arp (cujo mentor foi Dr.Hubble),Dr Harold Aspden,Dr William Tift.

RESPONDER

Benfica vai apresentar queixa por ameaças de morte a Vieira e vandalismo

O Benfica vai avançar com queixas devido às ameaças de morte ao presidente do clube em tarjas colocadas nas imediações do Estádio da Luz, mas também pela vandalização de várias casas benfiquistas. Segundo o jornal online …

Submarino civil transparente pode levá-lo ao local do naufrágio do Titanic

A Triton, uma empresa com sede na Florida, fabrica submarinos civis de última geração há mais de uma década. Agora, vai fazer nascer o Triton 13000/2 Titanic Explorer, que para além de oferecer aos passageiros …

Catorze detidos nos novos protestos em Barcelona a favor de Pablo Hasél

Pelo menos 14 pessoas foram detidas pela polícia catalã, este sábado, durante os distúrbios que se seguiram a mais uma manifestação em Barcelona a reclamar a libertação do rapper Pablo Hasél. Segundo o jornal Público, pelo …

Procuradores avançam para tribunal contra nomeações de chefias

O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) está envolvido numa nova polémica, depois do concurso que culminou na indigitação de José Guerra para a Procuradoria Europeia. Segundo avança o Jornal de Notícias, este domingo, um concurso para …

A partir de segunda-feira, eletrodomésticos vão ter novas etiquetas energéticas

As organizações não-governamentais ambientalistas saúdam as novas etiquetas energéticas, que entram em vigor esta segunda-feira, mas pedem “mais atenção” ao consumidor e “maior rapidez” na reclassificação de “mais produtos”. Em comunicado, a cooligação Coolproducts, um grupo …

Depois do balde de água fria da pandemia, Israel vai ficar melhor do que nunca. Tudo pelos turistas

Israel está fechado em casa e viajar para este país não faz parte dos planos de muitas pessoas. No entanto, este período de acalmia pode mesmo ser o melhor momento para planear uma viagem - …

Menos 1,3 milhões de consultas nos hospitais e menos 151 mil cirurgias em 2020

No ano em que a pandemia chegou a Portugal, houve menos 151 mil cirurgias e menos 1,3 milhões de consultas nos hospitais públicos. A covid-19, que chegou a Portugal a 2 de março de 2020, obrigou …

Várias escolas de Tóquio pedem "certificados de cabelo real" aos alunos

As escolas japonesas são conhecidas pela sua rigidez relativamente à aparência dos seus alunos, tanto que os estudantes que não seguem o padrão de "cabelo liso e preto" têm de apresentar provas. Dados divulgados, esta semana, …

UE estima normalidade nas vacinas daqui a duas semanas. Orbán recebeu vacina chinesa

A União Europeia (UE) estima que dentro de duas a três semanas "tudo vai funcionar normalmente" na produção e distribuição de vacinas nos Estados-membros. Entretanto, o primeiro-ministro húngaro já foi vacinado (mas com uma vacina …

"Os dados de milhões de pessoas estão em risco", alertam denunciantes da Amazon

Denunciantes da Amazon alertam que os dados de milhões de pessoas estão em risco devido à falta de preocupação da empresa com a cibersegurança. A par da Google, Apple, Microsoft e Facebook, a Amazon é uma …