Participar na Eurovisão aumenta a felicidade das pessoas (é a ciência que o diz)

José Sena Goulão / EPA

Eleni Foureira, representante do Chipre no Festival Eurovisão da Canção, é uma das principais favoritas à vitória

Participar no Festival Eurovisão da Canção aumenta o sentimento de satisfação com a vida das pessoas dos países envolvidos. A conclusão é de uma pesquisa científica divulgada algumas horas antes da final da competição musical que se realiza neste sábado, pela primeira vez em Portugal.

Um novo estudo científico, publicado esta sexta-feira no jornal BMC Public Health, apurou que os cidadãos dos países que participam na Eurovisão têm 13% mais hipóteses de sentir maior “satisfação com a vida”, em comparação com os cidadãos dos países que não marcam presença no concurso.

A pesquisa liderada pelo epidemiologista Filippos Filippidis, do Imperial College London, no Reino Unido, conclui que as pessoas têm maiores probabilidades de se sentirem satisfeitas com a sua vida por cada subida de 10 lugares no quadro final da competição – por exemplo, se o seu país ficar em 2º lugar em vez de em 12º.

Além disso, os investigadores afirmam que uma boa classificação na Eurovisão também contribui para “um decréscimo nas taxas de mortalidade por suicídio“, conforme sublinham no estudo.

Mas mesmo ter zero pontos na competição, é melhor do que não participar, segundo a pesquisa. As pessoas naturais dos países que ficam nos últimos lugares da tabela têm 13% mais probabilidades de satisfação com a vida do que as das nações que simplesmente não participam no concurso.

Contudo, vencer a Eurovisão não representa um aumentos no grau de satisfação com a vida, sustentam os autores do estudo.

A pesquisa teve por base dados de um inquérito do Eurobarómetro, com a participação de mais de 160 mil pessoas de 33 países diferentes, que responderam a uma pergunta sobre a satisfação com a vida, pouco depois das finais do concurso entre 2009 e 2015.

Os investigadores cruzaram essas respostas com a performance de cada país na competição, para chegar às conclusões finais.

Estudos anteriores já tinham apurado que acolher ou participar em grandes eventos, nomeadamente Mundiais de futebol, contribui para a auto-estima e a produtividade de um país.

“Se a Inglaterra vencer o Mundial de Futebol, mesmo que não se tenha interesse por futebol, vai-se ver que as outras pessoas estão felizes a falarem disso e a sorrirem”, salienta Filippidis em declarações citadas pelo site Sciencedaily.com.

Ser feliz é contagioso, e o mesmo acontece com a tristeza e o mau humor”, acrescenta o investigador, notando que participar na Eurovisão “aumenta a quantidade de bons sentimentos, mesmo entre pessoas que não estão particularmente interessadas na competição”.

O investigador explica que a ideia para a pesquisa surgiu de “uma conversa jocosa” num Departamento do Imperial College London que se dedica a analisar os efeitos de decisões políticas, ambientais e económicas na saúde pública, e que é composto por elementos de vários países que participam na Eurovisão.

Mas o estudo é mais do que uma mera curiosidade em tempos de febre da Eurovisão. Os resultados apurados reflectem como, por vezes, detalhes considerados de menor importância podem contribuir para a saúde física e mental da população, como constata Filippidis.

ZAP ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Norte-americano cria secretária para manter crianças seguras durante os tiroteios nas escolas

Um norte-americano desenvolveu uma secretária à prova de bala para assegurar um lugar seguro às crianças dos Estados Unidos em situações de tiroteio. Passaram três anos desde que, a 14 de fevereiro de 2018, Nikolas Cruz entrou …

A Cidade do México proibiu tampões menstruais com aplicador. Agora, as mulheres estão furiosas

A Cidade do México já tinha proibido outros objetos compostos por plástico, como é o caso de copos e palhinhas, mas agora foi mais longe e resolveu banir os tampões menstruais que contém aplicadores. No …

Benfica 2-0 Rio Ave | Águia volta a voar

O Benfica regressou às vitórias na Liga NOS, três jogos depois. A formação “encarnada” recebeu e venceu o Rio Ave por 2-0, com os dois golos apontados por Haris Seferovic e Pizzi numa segunda parte …

Criança de dois anos cai do 12º andar (mas acaba por ser salva por estafeta)

No passado domingo, em Honói, na capital do Vietname, um estafeta salvou a vida de uma criança de dois anos que caiu do 12° andar de um prédio. Nguyen Ngoc Manh é agora conhecido como …

Em França, livrarias e lojas de discos são agora "comércio essencial"

O decreto de lei do Governo francês, publicado na última sexta-feira, incluiu as livrarias e lojas de discos na lista do chamado "comércio essencial", podendo permanecer abertas em caso de confinamento. Em declarações à agência France-Presse, …

Icebergue maior que Nova Iorque parte-se perto de estação de investigação na Antártida

Um icebergue gigante partiu-se esta sexta-feira na plataforma de gelo de Brunt, na Antártida, perto de um posto de investigação do British Antartic Survey (BAS). O bloco de gelo, com 1.270 quilómetros quadrados, será ainda maior …

A Greenpeace está a atirar pedras gigantes para o Mar do Norte. Eis a razão

Na semana passada, a Greenpeace atirou pedras gigantes ao mar ao redor do Reino Unido. Esta ação faz parte do objetivo da organização de acabar com os barcos de pesca de arrasto no fundo do …

Deco avança para tribunal contra Apple por manipulação de desempenho dos iPhones 6

A Deco Proteste anunciou esta segunda-feira que avançou com uma ação judicial contra a Apple, acusando-a de práticas enganosas por ter manipulado os iPhones 6, 6 Plus, 6S e 6S Plus para se tornarem obsoletos …

Crónica ZAP - Nota Artística por Nuno Miguel Teixeira

Nota artística: pouco Festival no FC Porto-Sporting

https://soundcloud.com/nuno-teixeira-264830877/fc-porto-0-0-sporting-o-musical Está bem: Futebol Clube do Porto contra Sporting Clube de Portugal. Segundo classificado recebe o líder. Jogo que pode praticamente definir o novo campeão nacional de futebol. O encontro é naquele estádio junto ao centro …

Índia e Paquistão comprometem-se a respeitar cessar-fogo em Caxemira

Na quinta-feira, o Paquistão e a Índia alcançaram um acordo para fazer cumprir o cessar-fogo na região de Caxemira, reivindicada pelos dois países. A fronteira entre ambos é palco frequente de ataques que deixam soldados …