Parkinson. Medicamento experimental reduz movimento involuntário em macacos

Um novo estudo analisou um medicamento experimental para combater o efeito colateral da discinesia. Os resultados parecem dar esperança para um futuro tratamento para pacientes que sofrem de Parkinson.

Os pacientes de Parkinson sofrem de sintomas que afetam os seus movimentos, incluindo discinesia, que causa movimentos involuntários e torna as tarefas diárias um verdadeiro desafio. Agora, um novo estudo explorou o potencial de um medicamento experimental que reduz a sua gravidade – pelo menos em macacos.

A discinesia não é um sintoma direto do Parkinson, mas pode surgir como um efeito colateral de um fármaco comum no tratamento desta doença, chamado levodopa, que é transportado para o cérebro e convertido em dopamina. A deficiência de células de dopamina é considerada um fator-chave da doença de Parkinson, e fármacos como o levodopa podem ser usados para resolver o problema.



No entanto, cerca de metade dos pacientes que sofrem de Parkinson, e que tomam este medicamento, sofrem de discinesia cinco anos depois do tratamento. Já 80% sofrem este efeito colateral 10 anos depois.

Num recente estudo, financiado pelo Parkinson’s UK e realizado por uma empresa norte-americana de biotecnologia, a Neurolixis, os cientistas começaram a explorar a hipótese de a discinesia poder ser tratada com um medicamento experimental, chamado NLX-112.

Segundo o New Atlas, o NLX-112 tem como alvo os elementos do sistema de serotonina do cérebro que os cientistas acreditam impulsionar a discinesia. Ao limitar a capacidade destas células de libertar quantidades flutuantes de dopamina, o NLX-112 foi projetado para trazer alguma estabilidade e facilitar a natureza irregular dos sintomas da discinesia.

Os cientistas realizaram várias experiências em saguis, macacos da família dos Calitriquídeos, com sintomas semelhantes aos do Parkinson e discinesia, após um tratamento contínuo com levodopa. De acordo com os resultados, o NLX-112 reduziu com sucesso a discinesia, sem afetar significativamente a eficácia da levodopa.

Fármacos semelhantes a NLX-112 foram capazes de suprimir a discinesia, mas prejudicaram a eficácia da levodopa. Esta descoberta é um grande passo num futuro tratamento para a doença de Parkinson. O artigo científico foi publicado recentemente na Neuropharmacology.

Se este fármaco promissor resultar em seres humanos, poderá aliviar significativamente a discinesia que impede muitos pacientes de Parkinson de realizar tarefas diárias, melhorando a sua qualidade de vida.

  ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Domingo invulgar: 17 grandes jogos para ver, em poucas horas

A ementa começa em França, ao meio-dia, e acaba no Chile, já depois das oito da noite. Não estamos perto do Carnaval mas vem aí um "domingo gordo" no futebol. Vários jogos grandes, uns mais mediáticos …

Sporting 1-0 Moreirense | Capitão Coates embala leão

O Sporting igualou hoje o FC Porto na liderança provisória da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer em casa o Moreirense, por 1-0, em jogo da nona jornada. O capitão Sebastián Coates marcou, aos …

Relatório médico indica que jovem chinês morreu após beber uma garrafa de Coca-Cola em dez minutos

Um homem chinês morreu depois de beber uma garrafa de 1,5 litros de Coca-Cola em dez minutos, informaram os médicos num relatório. O jovem de 22 anos, que não tinha doenças subjacentes, dirigiu às urgências do …

Universidade no Reino Unido tem arquivo de "casas assombradas"

A Universidade de Sheffield, no Reino Unido, tem um arquivo aberto ao público com quase 80 mil fotografias de "casas assombradas" de várias feiras populares. Para muitos, o medo é parte integrante da experiência de uma …

J&J acusada de usar manobra para impedir processos judiciais relativos à venda de pó de talco com propriedades cancerígenas

A Johnson & Johnson está a ser criticada por usar uma manobra para impedir cerca de 38 mil processos judiciais que alegam que o famoso baby powder da marca causa cancro. De acordo com a NPR, …

Tondela 1-3 FC Porto | Hat-trick de Taremi castiga insolência beirã

O iraniano Mehdi Taremi foi a grande figura da vitória do FC Porto em casa do Tondela, por 3-1. Os homens da casa marcaram primeiro, mas cedo se viram reduzidos a dez elementos e tiveram …

Chamam-lhe "Lady Trump". A candidata a governadora do Nevada que está a gerar polémica

Conhecida como "Lady Trump", Michele Fiore anunciou a sua candidatura a governadora do estado do Nevada em estilo, gerando polémica nos Estados Unidos. Michele Fiore, vereadora de Las Vegas, anunciou esta terça-feira a sua candidatura a …

Benfica abre inquérito a envolvimento de colaboradores em negócio de ações da SAD

O Benfica abriu um inquérito interno para averiguar o possível envolvimento de dois colaboradores num eventual negócio de transação de ações da SAD ‘encarnada’, informou hoje o clube, em comunicado. “Tendo em conta as recentes notícias …

Um hipopótamo na água

Tribunal norte-americano reconhece hipopótamos de Pablo Escobar como pessoas jurídicas

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do legado deixado na Colômbia por Pablo Escobar, recebeu o estatuto de "pessoas jurídicas". Um tribunal federal dos Estados Unidos defendeu que os descendentes dos hipopótamos do barão da …

Mais rapidez e menos ruído. E-bikes permitem que militares em ação passem despercebidos

Os soldados do Regimento de Cavalaria da Infantaria Montada de Queensland, na Austrália, estão a testar e-bikes para perceber se o veículo poderá ser uma opção válida para operações no terreno. Passar despercebido no terreno é …