Paleontólogo português descobre maior floresta fossilizada de África

Nelson Nhamutole / Lusa

O português Ricardo Araújo e dois paleontólogos moçambicanos anunciaram a descoberta da mais extensa floresta fossilizada do continente africano

O português Ricardo Araújo e dois paleontólogos moçambicanos anunciaram a descoberta da mais extensa floresta fossilizada do continente africano

O paleontólogos português Ricardo Araújo e dois colegas moçambicanos anunciaram hoje a descoberta, província de Tete, em Moçambique, da mais extensa floresta fossilizada do continente africano e do período Pérmico, com cerca de 250 milhões de anos.

“Esta descoberta contribui para o conhecimento de como eram as florestas num período imediatamente antes à extinção de mais de 95% da vida na terra, em que os ecossistemas ficaram totalmente destruídos”, disse à Lusa Ricardo Araújo, paleontólogo do Instituto Superior Técnico e do Museu da Lourinhã.

A descoberta é considerada surpreendente para a comunidade científica, uma vez que foram encontrados “troncos fossilizados de grandes dimensões e densamente povoados ao longo de mais de 75 quilómetros”, adiantou, dando o exemplo de “troncos de mais de 12 metros de altura, o que quer dizer que as árvores teriam o triplo da altura, e com dois metros de diâmetro”.

Trata-se da floresta fossilizada mais extensa do período Pérmico até agora encontrada em África, segundo anunciaram os paleontólogos. Com cerca de 250 milhões de anos, a floresta é anterior ao período em que viveram os dinossauros.

Os paleontólogos acreditam que os troncos descobertos pertencem ao género de árvores ‘Dadoxylon‘, classificação antiga em que cabem muitas espécies diferentes, motivo pelo qual o estudo mais aprofundado do material fóssil recolhido poderá não só confirmar essa hipótese, mas acima de tudo vir a determinar novos géneros e espécies botânicas.

O potencial de existirem novos géneros e novas espécies é grande“, apontou Ricardo Araújo, para quem “há a necessidade de reclassificação” do que já é conhecido.

Nelson Nhamutole / Lusa

A floresta fossilizada encontrada por Ricardo Araújo é anterior ao período em que viveram os dinossauros.

A expedição durante a qual foi feita a descoberta, em que participaram os moçambicanos Nelson Nhamutole e Dino Milisse, do Museu de Geologia de Moçambique, decorreu entre 29 de julho e 17 de agosto e permitiu descobrir três novos locais que ainda não se encontravam na rota da paleobotânica de Moçambique e revisitar outros dois.

Moçambique é o país do mundo com mais registos de florestas fossilizadas do Pérmico e encontra-se entre as seis áreas do mundo com mais registos de troncos fossilizados, sendo os restantes África do Sul, Namíbia, Brasil, Antártida e Zâmbia.

A expedição foi realizada no âmbito de uma cooperação entre o Museu de Geologia de Moçambique, o Instituto Superior Técnico e o Museu da Lourinhã.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Até as estrelas têm auroras (e já as podemos ver)

Uma equipa internacional de astrónomos observou sinais de rádio estranhos vindos de uma anã vermelha. Estas ondas bizarras estavam a ser produzidas pela interação com um exoplaneta que orbitava a estrela, criando uma aurora. Apesar de …

Tiroteios em dois bares fazem oito mortos na Alemanha

Pelo menos oito pessoas morreram hoje em dois tiroteios em dois bares na cidade alemã de Hanau, no centro do país, indicou a polícia local, sem precisar o número. O primeiro tiroteio ocorreu num bar de …

Descobertos sarcófago e altar dedicado ao fundador de Roma do século VI a.C.

Os dois objetos foram descobertos numa área subterrânea perto da Cúria, foi anunciado esta terça-feira. Um sarcófago considerado "excecional" e um altar do século VI a.C., que poderá ter sido dedicado a Rómulo, fundador de Roma, …

40 anos depois, cientistas identificam falha fundamental na eficiência dos painéis solares

Os painéis solares são uma das invenções mais impressionantes, mas é emergente descobrir como torná-los ainda mais eficientes. Recentemente, uma equipa de cientistas resolveu um mistério de 40 anos em torno de um dos principais …

SIC vai lançar serviço de streaming e canal de e-sports este ano

A SIC vai avançar para uma plataforma de streaming ainda em 2020. A "Netflix à portuguesa" ainda não tem nome, mas tem como objetivo "encontrar mais e novas audiências". Em entrevista ao jornal Público, o CEO …

Dagmar Turner tocou violino enquanto lhe era removido um tumor do cérebro

Uma paciente do King's College Hospital, no Reino Unido, tocou violino enquanto os médicos lhe removiam um tumor do cérebro. Desta forma, foi possível preservar a sua capacidade de tocar e a sua paixão de 40 …

"Não é aceitável". Tribunal de Contas refuta acusações de Manuel Heitor

O Tribunal de Contas (TdC) refutou as acusações do ministro do Ensino Superior sobre a auditoria ao modelo de financiamento do setor, considerando-as inaceitáveis e infundadas. "O tribunal tem o máximo respeito pela opinião dos auditados, …

"Lava que se farta". Isabel dos Santos recorre da absolvição de Ana Gomes

A empresária angolana recorreu para o Tribunal da Relação de Lisboa por causa das publicações no Twitter nas quais a antiga eurodeputada acusa a empresária, por exemplo, de "lavar que se farta". Em janeiro, o Tribunal …

Ministro considera "inaceitável" que TAP pague prémios em ano de prejuízos

O ministro das Infraestruturas e da Habitação considerou "inaceitável" que a TAP, empresa que "tem 100 milhões de euros de prejuízos" em 2019, atribua prémios a uma minoria de trabalhadores. "É uma falta de respeito para …

Eventos climáticos extremos podem levar os EUA a uma crise económica, revela estudo

Um relatório recentemente divulgado revela que os eventos climáticos extremos podem levar os Estados Unidos (EUA) a uma crise económica sem precedentes, com uma maior incidência no mercado da energia. "Se o mercado não fizer um …