Não deu para mais: Paços de Ferreira e Santa Clara fora da Europa

Tottenham Hotspur FC

Harry Kane no Tottenham – Paços de Ferreira

A primeira edição da Liga Conferência Europa não terá qualquer equipa portuguesa, na fase de grupos.

Paços de Ferreira e Santa Clara não conseguiram aproveitar as respetivas vitórias, na primeira “mão” do play-off da Liga Conferência Europa, e ficaram fora da prova. A primeira edição desta prova da UEFA não terá qualquer equipa portuguesa, na fase de grupos.

Tottenham melhor

A primeira equipa portuguesa a entrar em campo foi o Paços, no estádio do Tottenham. No primeiro jogo houve surpresa, com triunfo português por 1-0, mas desta vez os ingleses foram claramente superiores e ganharam por 3-0. E poderia ter sido pior.

Não houve uma «revolução» no 11 inicial de Nuno Espírito Santo mas as três únicas alterações fizeram a diferença: foram titulares Eric Dier, Lucas Moura e Harry Kane.

Foi sobretudo Kane a fazer a diferença. No seu primeiro jogo como titular nesta época, o internacional inglês marcou dois golos. O primeiro logo aos nove minutos, após assistência de Bryan Gil (espaço a mais para o espanhol).

Pouco depois da meia hora, bola no poste da baliza de André Ferreira e, logo a seguir, novo golo de Harry Kane. Um erro de Marco Baixinho foi fatal.

Aos 70 minutos a eliminatória ficou praticamente decidida quando Antunes desviou um livre de Giovani Lo Celso e, de cabeça, marcou um golo na própria baliza.

Até ao final, ainda mais duas bolas aos postes, por Bergwijn e Son, e outras situações de perigo na baliza do Paços, com o guarda-redes André Ferreira a brilhar.

Santa Clara tentou mas sem sucesso

Em Belgrado, o Santa Clara começou o jogo com o Partizan a ganhar também por 2-1 mas já chegou ao intervalo em desvantagem neste play-off.

Logo aos dois minutos o Partizan marcou. Nemanja Jović ainda festejou mas estava em fora-de-jogo e o golo foi anulado.

Aos 23 minutos começou a queda açoriana. Mikel Villanueva facilitou, cometeu falta sobre Soumah dentro da grande área e Ricardo Gomes aproveitou para inaugurar o marcador, numa grande penalidade.

Apenas dois minutos depois, novo golo sérvio. E novo erro de um jogador do Santa Clara: o guarda-redes Marco Pereira ia afastar a bola, já fora da baliza, mas ofereceu o esférico a Siniša Saničanin. 2-0 e Partizan na frente.

Numa segunda parte com pouco para contar junto das balizas, salientou-se o que aconteceu sensivelmente a meio deste segundo tempo: enquanto saía de campo (foi substituído), Allano terá ouvido insultos racistas por parte dos adeptos do Partizan. O jogo esteve parado durante alguns minutos.

O Santa Clara quis mas não deu mais. O guarda-redes Aleksandar Popović teve um jogo tranquilo e o Partizan ganhou mesmo por 2-0.

A fase de grupos da primeira Liga Conferência Europa terá equipas de Israel, Azerbaijão, Bulgária, Chipre…mas não de Portugal.

  Nuno Teixeira, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.