Descobertas ondas electromagnéticas super-potentes na maior lua de Júpiter

Júpiter não só é o maior planeta do Sistema Solar, como é também o mais antigo.

Investigadores europeus descobriram ondas electromagnéticas “extraordinariamente” poderosas em torno da maior lua de Júpiter, Ganimedes. Estas ondas são um milhão de vezes mais poderosas do que a média.

A descoberta foi feita por investigadores que têm estudado registos antigos da nave espacial da NASA Galileu que orbitou em torno de Júpiter entre 1995 e 2003.

Estão em causa ondas de plasma, a matéria que se encontra em redor de planetas como a Terra e Júpiter. Entre estas, há as “ondas de coro”, um tipo de ondas de rádio que ocorrem a frequências muito baixas e que provocam a aceleração de electrões no plasma. São as “ondas de coro” que originam as auroras polares que se vêem no Árctico e na Antárctida.

“As ondas de coro têm sido detectadas no espaço em torno da Terra, mas não são, nem de perto, tão fortes como as ondas em Júpiter”, refere um dos co-autores da investigação, Richard Horne, da British Antarctic Survey, em declarações ao Gizmodo.

As ondas electromagnéticas têm, geralmente, uma amplitude um pouco maior do que a do campo magnético produzido pelo cérebro humano. Contudo, em torno de Ganimedes, os picos das ondas chegam a ser superiores em um milhão de vezes, atestam os investigadores no artigo científico publicado no jornal Nature Communications.

“Mesmo que apenas uma pequena parte destas ondas escape da vizinhança próxima de Ganimedes, elas serão capazes de acelerarem partículas até intensidades muito altas de energia e, em última análise, produzirão electrões muito rápidos dentro do campo magnético de Júpiter”, destaca Richard Horne.

Estas ondas poderosas podem assim produzir electrões capazes de danificar naves espaciais.

“É uma descoberta muito interessante e fascinante“, atesta o investigador que liderou a pesquisa, Yuri Shprits, do Centro Alemão de Pesquisa em Geociências e da Universidade de Potsdam, na Alemanha, também em declarações ao Gizmodo.

Quanto às causas para estas ondas electromagnéticas especialmente potentes, o facto de o campo magnético de Júpiter ser o maior do Sistema Solar, 20 vezes mais forte do que o da Terra, pode ser uma explicação, mas Shprits avança também como variável o ambiente de intensa radiação daquele planeta. “Só por se ter um objecto com uma magnetosfera num ambiente de radiação podem produzir-se tais ondas fortes”, explica o cientista.

Ganimedes há muito que intriga os cientistas – a lua de Júpiter é maior do que Mercúrio e acredita-se que terá um oceano interior. A descoberta destas ondas super-poderosas em torno dela podem ajudar a perceber melhor como é que as partículas são aceleradas no espaço.

Susana Valente SV, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Governo não tem "qualquer intenção de nacionalizar a Groundforce"

O ministro das Infraestruturas garantiu, esta quinta-feira, que "o Governo não tem qualquer intenção de nacionalizar a Groundforce", dizendo acreditar que "o acionista privado vai compreender" que tem de dar garantias à TAP para receber …

Marcelo cria nova equipa em Belém para controlar "bazuca" europeia

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, criou uma equipa para manter uma vigilância apertada sobre a gestão do dinheiro que chega da "bazuca" europeia. Marcelo Rebelo de Sousa criou uma nova equipa para a …

Jogador mais caro da história do FC Porto vai reforçar o Portimonense

O FC Porto pagou 20 milhões de euros por Giannelli Imbula em 2015. O médio franco-congolês prepara-se agora para assinar pelo Portimonense como jogador livre. Giannelli Imbula está esta sexta-feira em Portimão para assinar contrato com …

Medina, ameaçado pela união das direitas, segura-se ao voto útil para ganhar Lisboa

Fernando Medina tem um duro desafio pela frente, depois de a direita ter dado as mãos em Lisboa, numa megacoligação encabeçada por Carlos Moedas. O socialista Fernando Medina está a ser ameaçado pela união da direita, …

Antigo manual egípcio revela novos detalhes sobre a mumificação

Uma equipa de investigadores descobriu um papiro médico com 3.500 anos que permitiu ajudar a recriar o processo de embalsamento para preparar os antigos egípcios para a vida após a morte. Este é o mais …

Lewandowski investigado por fuga ao fisco nos rendimentos publicitários

O polaco Robert Lewandowski, eleito pela FIFA melhor futebolista em 2020, não pagou impostos pelos seus rendimentos publicitários até 2016, de acordo com uma investigação revelada hoje pela revista Der Spiegel. Segundo a publicação germânica, que …

Independentes "esperançados". Após maratona negocial, PSD dá braço a torcer (mas nega recuo)

Os autarcas independentes reuniram-se os representantes dos partidos com maior presença parlamentar esta quinta-feira, numa ronda negocial devido à nova Lei Autárquica. Em causa está uma lei aprovada no verão pelo PS e PSD, que obriga …

É oficial. Portugal volta a receber a Fórmula 1 a 2 de maio

O Autódromo Internacional do Algarve (AIA), em Portimão, vai acolher, no fim-de-semana de 30 de abril a 2 de maio, a terceira corrida do Mundial de Fórmula 1, pelo segundo ano consecutivo. "Estamos de volta a …

“Não terei uma vida mais sossegada no dia em que deixe de haver pessoas infetadas”

Numa entrevista ao Público, o primeiro-ministro realça que os estragos económicos da pandemia não o irão deixar descansar mesmo quando já não existirem casos. António Costa disse não antever para si mesmo “uma vida mais sossegada”, …

Macacos veem (e controlam) televisão para aliviar o tédio do cativeiro

A tecnologia ajuda os humanos a manter ligações, trabalhar e relaxar após um longo dia. Porém, a forma como esta pode melhorar a vida dos animais, especialmente aqueles em cativeiro, permanece uma questão em aberto. Uma …