O cérebro é programado para ter horror à dieta

daniellehelm / Flickr

Comer ou não comer, eis a questão

Uma investigação sugere que o cérebro humano foi programado para odiar as dietas, e conclui duas coisas que já sabíamos: ter fome é muito desagradável, mas a fome é o melhor tempero.

Segundo cientistas americanos do Instituto Médico Howard Hughes, certas células do cérebro sensíveis à fome, conhecidas como neurónios AGRP, são as responsáveis pelo horror à dieta.

Os investigadores fizeram experiências que mostraram que estes neurónios são responsáveis pelas sensações desagradáveis associadas à fome, que tornam os petiscos irresistíveis.

Segundo o líder do grupo de cientistas, Scott Sternson, as emoções negativas associadas com a fome podem transformar a dieta e a perda de peso em uma tarefa muito difícil, e a explicação pode estar nestes neurónios.

Num ambiente no qual a comida está sempre disponível, os sinais difíceis de ignorar enviados por estes alimentos podem parecer irritantes para quem está de dieta.

Mas, do ponto de vista da evolução dos humanos, estes sinais podem fazer sentido.

Para os primeiros humanos – e para os animais selvagens – a busca por alimentos e água podia obrigar à presença num ambiente perigoso. E só um estímulo forte nos consegue levar a um local perigoso.

“Suspeitamos que estes neurónios nos castigam sempre que não lidamos com as nossas necessidades fisiológicas — como a fome”, explica Sternson à BBC.

Os neurónios AGRP não obrigam directamente um animal a comer, mas ensinam o animal a responder às pistas sensoriais que assinalam a presença de comida no ambiente.

“Acreditamos que estes neurónios são um sistema motivacional muito antigo, que obrigam o animal a satisfazer as suas necessidades fisiológicas”, afirmou Sternson.

A equipa do cientista americano também mostrou que há um grupo diferente de neurónios especializado em gerar sensações desagradáveis de sede.

As descobertas foram publicadas na revista especializada Nature.

geoff_mv / Flickr

Ter fome é muito desagradável

A fome é o melhor tempero

Desagradável

A fome afecta quase todas as células do corpo humano — e vários tipos de neurónios têm como função garantir que um animal se alimenta quando os seus níveis de energia estão baixos.

Mas, segundo Sternson, até agora o que os cientistas sabiam sobre estes neurónios não combinava totalmente com o que todo mundo já sabia: ter fome é muito desagradável.

“Havia uma previsão anterior de que haveria neurónios que nos fazem sentir mal quando estamos com fome ou sede. Isto faz sentido de um ponto de vista intuitivo, mas todos os neurónios analisados pareciam ter o efeito oposto“, afirmou o cientista.

Em estudos anteriores, os investigadores descobriram que os neurónios que estimulam a alimentação o faziam aumentando os sentimentos positivos associados à comida. Por outras palavras: a fome faz a comida ter um gosto melhor.

Através de diversas experiências com cobaias, a equipa de Sternson demonstrou que os neurónios AGRP, localizados numa área do cérebro conhecida como hipotálamo, estavam claramente envolvidos nos comportamentos de alimentação.

Manipulando estes neurónios enquanto as cobaias comiam, os cientistas conseguiram fazer com que os animais ganhassem preferência pelos alimentos que “desligavam os neurónios AGRP”.

Os cientistas fizeram também experiências relacionadas com a sede, manipulando neurónios ligados a esta sensação encontrados numa região do cérebro conhecida como o órgão subfornical.

E também em relação à sede, os resultados mostraram que certos neurónios estimulam o cérebro a beber sempre que sentimos sede.

“Há uma característica motivacional comum entre a fome e a sede. Em ambos os casos, queremos que acabem“, diz Sternson.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

O novo recurso da Google encontra qualquer música. Basta cantarolar, assobiar ou cantar

Na semana passada, a gigante tecnológica da Google lançou uma versão atualizada da aplicação que ajuda a encontrar qualquer música que esteja presa na sua cabeça - mas que não saiba o nome. Com a nova …

Pintura de Jacob Lawrence desaparecida há 60 anos foi encontrada em Nova Iorque

Uma visitante do Met, nos Estados Unidos, descobriu o paredeiro do quadro desaparecido de Jacob Lawrence. A mulher associou o quadro a um pendurado na sala de estar dos seus vizinhos, suspeitando que poderia fazer …

Fezes ancestrais ajudam a descobrir como o microbioma afeta a nossa saúde

Um novo estudo, realizado em Israel e na Letónia, analisou fezes ancestrais e comparou-as com o nosso microbioma para tentar descobrir pistas sobre as doenças modernas. A equipa de investigadores, que trabalhou enterrada até aos joelhos …

Santa Clara 1-2 Sporting | “Leão” mostra POTEncial nas ilhas

Ao final da tarde deste sábado, o Sporting venceu o Santa Clara por 2-1, num duelo a contar para a 5ª jornada da Liga NOS que decorreu no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada. …

Robô ultrarrealista pode vir a substituir os golfinhos em cativeiro em parques temáticos

A empresa de engenharia Edge Innovations, com sede em São Francisco, Estados Unidos, projetou e construiu um golfinho-robô que se parece e age quase exatamente como um. Nadando ao redor da piscina enquanto um grupo de …

PCP avisa: Abstenção é “apenas e só” para discutir o OE2021

O secretário-geral do PCP avisou este sábado que a abstenção anunciada pelo partido visa "apenas e só" fazer passar o Orçamento do Estado de 2021 a "outra fase de discussão" e recusou estar garantido um …

Convento medieval encontrado sob parque de estacionamento em Inglaterra

Uma equipa de arqueólogos britânicos encontrou um convento medieval, há muito perdido, debaixo de um parque de estacionamento em Inglaterra. Há muito que os arqueólogos britânicos especulavam sobre a potencial localização de um antigo convento medieval, …

Virgin Galactic leva cientista planetário ao Espaço pela primeira vez

O norte-americano Alan Stern será o primeiro a realizar experiências científicas financiadas pela NASA, a bordo de uma aeronave comercial da empresa espacial privada Virgin Galactic. A NASA revelou a semana passada que o cientista planetário …

Português responsável por limpeza de hospitais condecorado pela Rainha Isabel II

O português Maciel Vinagre pensou que era mentira ou engano ao ler a notificação de que tinha sido distinguido pela Rainha Isabel II pelo trabalho como responsável da limpeza de dois hospitais públicos britânicos durante …

Japonês inventa sacos de plástico "comestíveis" (para salvar o veado sagrado de Nara)

Um empresário local no destino turístico japonês de Nara desenvolveu uma alternativa aos sacos de plástico de compras para proteger o veado sagrado da cidade. Hidetoshi Matsukawa, que trabalha na Nara-ism, um agente de souvenirs, disse, …