O cérebro é programado para ter horror à dieta

daniellehelm / Flickr

Comer ou não comer, eis a questão

Uma investigação sugere que o cérebro humano foi programado para odiar as dietas, e conclui duas coisas que já sabíamos: ter fome é muito desagradável, mas a fome é o melhor tempero.

Segundo cientistas americanos do Instituto Médico Howard Hughes, certas células do cérebro sensíveis à fome, conhecidas como neurónios AGRP, são as responsáveis pelo horror à dieta.

Os investigadores fizeram experiências que mostraram que estes neurónios são responsáveis pelas sensações desagradáveis associadas à fome, que tornam os petiscos irresistíveis.

Segundo o líder do grupo de cientistas, Scott Sternson, as emoções negativas associadas com a fome podem transformar a dieta e a perda de peso em uma tarefa muito difícil, e a explicação pode estar nestes neurónios.

Num ambiente no qual a comida está sempre disponível, os sinais difíceis de ignorar enviados por estes alimentos podem parecer irritantes para quem está de dieta.

Mas, do ponto de vista da evolução dos humanos, estes sinais podem fazer sentido.

Para os primeiros humanos – e para os animais selvagens – a busca por alimentos e água podia obrigar à presença num ambiente perigoso. E só um estímulo forte nos consegue levar a um local perigoso.

“Suspeitamos que estes neurónios nos castigam sempre que não lidamos com as nossas necessidades fisiológicas — como a fome”, explica Sternson à BBC.

Os neurónios AGRP não obrigam directamente um animal a comer, mas ensinam o animal a responder às pistas sensoriais que assinalam a presença de comida no ambiente.

“Acreditamos que estes neurónios são um sistema motivacional muito antigo, que obrigam o animal a satisfazer as suas necessidades fisiológicas”, afirmou Sternson.

A equipa do cientista americano também mostrou que há um grupo diferente de neurónios especializado em gerar sensações desagradáveis de sede.

As descobertas foram publicadas na revista especializada Nature.

geoff_mv / Flickr

Ter fome é muito desagradável

A fome é o melhor tempero

Desagradável

A fome afecta quase todas as células do corpo humano — e vários tipos de neurónios têm como função garantir que um animal se alimenta quando os seus níveis de energia estão baixos.

Mas, segundo Sternson, até agora o que os cientistas sabiam sobre estes neurónios não combinava totalmente com o que todo mundo já sabia: ter fome é muito desagradável.

“Havia uma previsão anterior de que haveria neurónios que nos fazem sentir mal quando estamos com fome ou sede. Isto faz sentido de um ponto de vista intuitivo, mas todos os neurónios analisados pareciam ter o efeito oposto“, afirmou o cientista.

Em estudos anteriores, os investigadores descobriram que os neurónios que estimulam a alimentação o faziam aumentando os sentimentos positivos associados à comida. Por outras palavras: a fome faz a comida ter um gosto melhor.

Através de diversas experiências com cobaias, a equipa de Sternson demonstrou que os neurónios AGRP, localizados numa área do cérebro conhecida como hipotálamo, estavam claramente envolvidos nos comportamentos de alimentação.

Manipulando estes neurónios enquanto as cobaias comiam, os cientistas conseguiram fazer com que os animais ganhassem preferência pelos alimentos que “desligavam os neurónios AGRP”.

Os cientistas fizeram também experiências relacionadas com a sede, manipulando neurónios ligados a esta sensação encontrados numa região do cérebro conhecida como o órgão subfornical.

E também em relação à sede, os resultados mostraram que certos neurónios estimulam o cérebro a beber sempre que sentimos sede.

“Há uma característica motivacional comum entre a fome e a sede. Em ambos os casos, queremos que acabem“, diz Sternson.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Governo aberto para suspender pagamento por conta do IRC

O deputado do PEV José Luís Ferreira afirmou hoje que o Governo demonstrou abertura para suspender este ano o pagamento por conta do IRC e para criar um fundo de tesouraria destinado às pequenas e …

Consumo de vinho aumentou "acentuadamente" durante confinamento

Um estudo europeu divulgado esta segunda-feira concluiu que a frequência do consumo de vinho "aumentou acentuadamente" em Espanha, França, Itália e Portugal com o confinamento e que as principais fontes de abastecimento foram os supermercados …

João Félix lesiona-se a poucos dias do regresso da La Liga

João Félix contraiu uma lesão no ligamento lateral interno do joelho esquerdo durante um treino, informou esta segunda-feira o Atlético de Madrid. "João Félix sofreu uma entorse do ligamento colateral medial de baixo grau do joelho …

"Agiu com responsabilidade, legalidade e integridade". Boris Johnson segura assessor

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, apoiou este domingo o seu principal conselheiro, Dominic Cummings, acusado de violar as regras de confinamento impostas para combater a pandemia covid-19, assegurando que o assessor agiu legalmente e com …

Dieselgate. Volkswagen condenada a indemnizar cliente

A justiça alemã condenou hoje a Volkswagen a indemnizar em parte um cliente que comprou um automóvel equipado com um motor diesel falsificado, numa sentença que deve influenciar dezenas de milhares de processos cinco anos …

Caso prazo das moratórias não seja alargado "terão de ser criadas outras medidas extraordinárias"

Caso as "as moratórias dos créditos não forem prolongadas, ou o Governo ou a Assembleia da República terão de criar outras medidas extraordinárias para as apoiar", disse a coordenadora do Gabinete de Proteção Financeira (GPF) …

Santuário de Fátima retoma no sábado celebrações com presença de peregrinos

O Santuário de Fátima vai retomar as celebrações com a presença de peregrinos a partir de sábado, garantindo as condições de segurança para o maior número de pessoas. O Santuário de Fátima, no concelho de Ourém, …

Ex-ministro da Saúde da Bolívia em prisão preventiva por suspeitas de corrupção

O ex-ministro da Saúde da Bolívia foi detido, na semana passada, por suspeita de corrupção na compra de ventiladores. O ex-ministro da Saúde da Bolívia, detido na última semana por suspeita de corrupção na compra a …

OMS considera cada vez mais improvável segunda grande vaga

A diretora do departamento de Saúde Pública da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou hoje que é "cada vez mais" improvável uma segunda grande vaga do novo coronavírus, mas aconselhou muita prudência. Em entrevista à rádio …

Açores reabrem creches e jardins de infância. Aulas de 11.º e 12.º também em São Miguel

As respostas sociais, encerradas devido à pandemia, reabrem esta segunda-feira no Pico, Faial, Terceira e São Jorge, e na ilha de São Miguel são retomadas as aulas dos 11.º e 12.º anos para alunos inscritos …