Hitler era sadomasoquista com traços homossexuais, revela CIA

Um relatório produzido pela Agência de Inteligência dos Estados Unidos (CIA) durante a II Guerra revelou que Adolf Hitler era um “sadomasoquista com traços homossexuais” e que terá vivido num albergue gay, na Áustria.  

De acordo com o Daily Mail, o documento foi elaborado por Henry Field, um antropólogo do Escritório dos Serviços Estratégicos – antecessor da atual CIA -, que tinha como principal objetivo “vasculhar toda a informação que conseguisse encontrar sobre os altos funcionários alemães, incluindo o próprio Hitler”.

O documento, com cerca de 70 páginas, foi elaborado ainda durante a 2.ª Guerra Mundial e visava oferecer ao Presidente norte-americano Franklin D. Roosevelt o máximo de informação possível sobre o inimigo.

De acordo com a SputnikNews, o dossier era extremamente completo, abordando diversos temas desde de a sua infância e educação, até à sua dieta e música favorita. Contudo, foram os detalhes da sua vida íntima e sexual que chamaram mais à atenção.

No esboço biográfico do ditador nazi, o antropólogo revela que a informação que recolheu o leva a acreditar que Hilter era “um tipo de homem sadomasoquista e, possivelmente, até com alguns traços homossexuais“, escreveu Field no relatório.

A maioria da informação obtida sobre a vida íntima de Hitler veio de Ernst Sedgwick Hanfstaengl, um alemão de ascendência americana amigo próximo e confidente do ditador ao longo de toda a sua ascensão entre 1920 e 1930.

O documento agora divulgado pela imprensa aponta ainda que Hitler viveu num albergue só para homens entre 1910 e 1913, no distrito austríaco de Brigittenau. A pensão, revelou Hanfstaengl, tinha a “reputação de ser um local onde homens mais velhos procuravam jovens em busca de prazeres homossexuais“.

Apesar das revelações do antigo confidente do líder alemão, não há evidências do envolvimento de Hitler nestes encontros.

Relação íntima com Rudolf Hess

De acordo com o relatório dos Serviços Estratégicos datado de 1943, havia ainda rumores de uma atração sexual entre Hitler e o seu braço-direito, Rudolf Hess. O documento detalha ainda que Hess teria assistido a bailes “vestido com roupas femininas” e, por isso, terá sido apelidado de “Fraulein Anna” pelos seus colegas do partido.

A informação revela ainda que Hitler e Hess, quando foram presos na década de 1920, tinham uma relação que poderá “ter chegado ao sexo”, nota a Sputnik.

Sinteticamente, escreveu Field no fim do documento, a “vida sexual de Hitler era dupla, tal como a sua perspetiva política”. Na política, “é tanto socialista como um nacionalista fervoroso” e, o mesmo acontece com a sua vida pessoal, na qual é “tanto homem como mulher, tanto homossexual como heterossexual”, concluiu o antropólogo.

ZAP //

 

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Ai meu Deus… A era da desinformação. Na internet, qualquer baboseira é verdade.

    Sinceramente… Que o Hitler foi um dos maiores criminosos da história, não restam dúvidas. Mas quanto mais o tempo passa mais ao conto se acrescenta um ponto. Agora 100 anos depois, o homem afinal abafava a palhinha e vestia lingerie…

    Será isto um teste a ver até onde pode ir o absurdo da desinformação, sem que as pessoas notem?

  2. Deus se existiu, era gay, pois só andava com homens, como prova o quadro da ceia de cristo,
    Quem diria que um velho a Pé, com um senhora em cima de um Jumento, iria ser um grande negocio, até a presente data.

RESPONDER

Putin, o espião soviético, tinha cartão de identificação da secreta alemã

Quando era membro do KGB, o Presidente russo estava colocado em Dresden, na Alemanha. Agora, descobriu-se nos arquivos que tinha também identidade da Stasi. Foi encontrado nos arquivos da polícia secreta, em Dresden, um cartão de …

Ataque em Estrasburgo. Número de vítimas mortais sobe para quatro

Um dos feridos do atentado de terça-feira em Estrasburgo morreu esta sexta-feira, elevando para quatro o número total de vítimas mortais, anunciou a Procuradoria de Paris. Duas pessoas morreram no próprio dia do ataque, depois de …

Preço do pão pode aumentar no próximo ano

O preço do pão poderá subir em 2019, acompanhando o aumento do salário mínimo e do valor da matéria-prima, disse à agência Lusa o presidente da Associação dos Industriais da Panificação, Pastelaria e Similares do …

Auditorias sobre fogos de 2017 ainda não estão prontas

Quase um ano e meio depois dos incêndios que assolaram o país em 2017, as inspeções e processos disciplinares destinados a apurar responsabilidades que correm na Inspeção Geral da Administração Interna (IGAI) não estão ainda …

PJ detém suspeito de 160 crimes informáticos por tentar clonar cartões multibanco

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem suspeito de 160 crimes de burla informática e associação criminosa por ter instalado dispositivos em máquinas multibanco para capturar dados das bandas magnéticas e códigos de acesso para …

Falhas do piloto na origem da queda de avioneta na praia da Caparica

Falhas na gestão da emergência e quebra de procedimentos pelo piloto instrutor levaram à aterragem do Cessna 152 numa praia da Costa de Caparica, Almada, em agosto de 2017, causando a morte a duas pessoas, …

Greve do Metro do Porto desconvocada após acordo

A greve na Metro do Porto, marcada para os dias 17 e 31 de dezembro, foi desconvocada depois de a empresa ter chegado a acordo com o Sindicato dos Maquinistas de Caminho-de-Ferro. A greve dos profissionais …

Parlamento aprova benefícios fiscais para arrendamento de longa duração

O parlamento aprovou esta quinta-feira, na generalidade, quatro dos dez projetos de lei do PSD sobre arrendamento, destacando-se a atribuição de benefícios fiscais a contratos a partir de dois anos e o aperfeiçoamento do Balcão …

Moção de censura contra governo francês foi rejeitada

A Assembleia Nacional francesa rejeitou a moção de censura das esquerdas contra o governo de Édouard Philippe, pela gestão da crise dos "coletes amarelos", votada apenas por 70 deputados. Com esta moção, os três grupos de …

Hospitais privados terão de devolver 38 milhões de euros à ADSE

Os hospitais e clínicas privados terão de devolver 38 milhões de euros à ADSE devido a excessos de faturação efetuados entre 2015 e 2016, segundo um comunicado divulgado esta quinta-feira pelo instituto público. Segundo um comunicado …