Hitler era sadomasoquista com traços homossexuais, revela CIA

Um relatório produzido pela Agência de Inteligência dos Estados Unidos (CIA) durante a II Guerra revelou que Adolf Hitler era um “sadomasoquista com traços homossexuais” e que terá vivido num albergue gay, na Áustria.  

De acordo com o Daily Mail, o documento foi elaborado por Henry Field, um antropólogo do Escritório dos Serviços Estratégicos – antecessor da atual CIA -, que tinha como principal objetivo “vasculhar toda a informação que conseguisse encontrar sobre os altos funcionários alemães, incluindo o próprio Hitler”.

O documento, com cerca de 70 páginas, foi elaborado ainda durante a 2.ª Guerra Mundial e visava oferecer ao Presidente norte-americano Franklin D. Roosevelt o máximo de informação possível sobre o inimigo.

De acordo com a SputnikNews, o dossier era extremamente completo, abordando diversos temas desde de a sua infância e educação, até à sua dieta e música favorita. Contudo, foram os detalhes da sua vida íntima e sexual que chamaram mais à atenção.

No esboço biográfico do ditador nazi, o antropólogo revela que a informação que recolheu o leva a acreditar que Hilter era “um tipo de homem sadomasoquista e, possivelmente, até com alguns traços homossexuais“, escreveu Field no relatório.

A maioria da informação obtida sobre a vida íntima de Hitler veio de Ernst Sedgwick Hanfstaengl, um alemão de ascendência americana amigo próximo e confidente do ditador ao longo de toda a sua ascensão entre 1920 e 1930.

O documento agora divulgado pela imprensa aponta ainda que Hitler viveu num albergue só para homens entre 1910 e 1913, no distrito austríaco de Brigittenau. A pensão, revelou Hanfstaengl, tinha a “reputação de ser um local onde homens mais velhos procuravam jovens em busca de prazeres homossexuais“.

Apesar das revelações do antigo confidente do líder alemão, não há evidências do envolvimento de Hitler nestes encontros.

Relação íntima com Rudolf Hess

De acordo com o relatório dos Serviços Estratégicos datado de 1943, havia ainda rumores de uma atração sexual entre Hitler e o seu braço-direito, Rudolf Hess. O documento detalha ainda que Hess teria assistido a bailes “vestido com roupas femininas” e, por isso, terá sido apelidado de “Fraulein Anna” pelos seus colegas do partido.

A informação revela ainda que Hitler e Hess, quando foram presos na década de 1920, tinham uma relação que poderá “ter chegado ao sexo”, nota a Sputnik.

Sinteticamente, escreveu Field no fim do documento, a “vida sexual de Hitler era dupla, tal como a sua perspetiva política”. Na política, “é tanto socialista como um nacionalista fervoroso” e, o mesmo acontece com a sua vida pessoal, na qual é “tanto homem como mulher, tanto homossexual como heterossexual”, concluiu o antropólogo.

ZAP ZAP //

 

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Ai meu Deus… A era da desinformação. Na internet, qualquer baboseira é verdade.

    Sinceramente… Que o Hitler foi um dos maiores criminosos da história, não restam dúvidas. Mas quanto mais o tempo passa mais ao conto se acrescenta um ponto. Agora 100 anos depois, o homem afinal abafava a palhinha e vestia lingerie…

    Será isto um teste a ver até onde pode ir o absurdo da desinformação, sem que as pessoas notem?

  2. Deus se existiu, era gay, pois só andava com homens, como prova o quadro da ceia de cristo,
    Quem diria que um velho a Pé, com um senhora em cima de um Jumento, iria ser um grande negocio, até a presente data.

RESPONDER

Sporting 2-2 Belenenses SAD | Líder salva virgindade nos descontos

A Belenenses SAD esteve a segundos de cumprir a promessa de Petit, que na antevisão da partida apontava para a primeira derrota do Sporting. Os “azuis” estiveram a vencer por 2-0, graças a uma eficácia …

Quatro anos depois, Danny recuperou a sua prancha. Estava a 2700 quilómetros

Um surfista australiano recuperou a sua prancha quatro anos depois de a ter perdido. Estava a 2700 quilómetros do sítio onde a tinha visto pela última vez. Danny Griffiths, um surfista habituado a ondas grandes, perdeu …

Os astronautas precisam de um frigorífico. Engenheiros trabalham num que funciona de "cabeça para baixo"

Para que os astronautas façam longas missões à Lua ou a Marte, precisam de um frigorífico, mas estes eletrodomésticos não são projetados para funcionar em gravidade zero. Os astronautas precisam de frigoríficos para as missões prolongadas …

A maior "cidade-fantasma" da China voltou a florescer (graças à educação)

Kangbashi, na Mongólia Interior, é considerada há muitos anos a maior "cidade-fantasma" da China. Agora, tem muito a agradecer a uma jogada inesperada, mas muito eficaz: o setor da Educação. Há alguns anos que Kangbashi, uma …

Carro da Tesla ajuda o FBI a capturar homem suspeito de atear fogo em igreja

As câmaras de um Tesla ajudaram as autoridades a prender um homem suspeito de atear fogo numa igreja na cidade de Springfield, no estado de Massachusetts. A congregação foi atacada mais de uma vez em …

Destemida e aventureira. Com apenas 18 anos, Simone Segouin ajudou a França a derrotar os nazis

Quando tinha apenas 18 anos, Simone Segouin juntou-se à Resistência Francesa para capturar as tropas nazis, sabotar os planos alemães e lutar contra o fascismo no seu país. Apesar de ter abandonado a escola bastante cedo, …

Orgulho e ciúmes. Corrida armamentista entre Coreias coloca ambiente de paz em risco

A relação entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul é conhecida por ser bastante conturbada, sendo que nos últimos anos já ocorreram alguns incidentes entre os países. Agora, as duas nações peninsulares …

"Estória mal contada": a saída de João Marques do Famalicão

Perto do final do campeonato feminino de futebol, o treinador das candidatas ao título abandona o emblema minhoto. Provavelmente porque vai liderar outra equipa minhota. Adeptos não gostaram. A Liga BPI, a primeira divisão nacional feminina …

Livre cede lugares à IL e ao Volt. Vasco Lourenço fala em "chicana política"

O Livre cedeu, esta quarta-feira, quatro lugares da sua comitiva no desfile que assinala o 25 de Abril à Iniciativa Liberal e ao Volt Portugal, depois da comissão promotora os ter informado de que não …

Pena de morte diminuiu. Execuções globais atingem o número mais baixo numa década

Globalmente, foram executadas 483 pessoas em 2020, o número mais baixo registado pela Amnistia Internacional (AI) numa década, marcando uma redução de 26% em relação a 2019 e 70% comparativamente a 2015. Segundo um artigo da …