Há nove raças de cães com maior risco de insolação, revela estudo

Um novo estudo identificou nove raças de cães que são mais propensas a sofrer uma insolação devido às altas temperaturas. Raças puras são mais afetadas do que raças cruzadas.

À medida que as temperaturas começam a aumentar, pode ser tentador levar o cão para uma longa caminhada ou correr para aproveitar o bom tempo. Mas é importante ter cuidado, uma vez que os cães podem facilmente ser alvos de uma insolação em temperaturas altas.

No entanto, alguns cães correm maior risco de insolação do que outros. Um novo estudo publicado esta quinta-feira na revista Scientific Reports identificou quais raças de cães têm maior probabilidade de sofrer uma insolação.

Os investigadores descobriram que nove raças, em particular, tinham um risco significativamente maior de insolação em comparação com os labradores:

  1. Chow-chow (17 vezes mais)
  2. Bulldog (14 vezes mais)
  3. Bulldog francês (seis vezes mais)
  4. Dogue-de-bordéus (cinco vezes mais)
  5. Galgo inglês (quatro vezes mais)
  6. Cavalier King Charles Spaniel (três vezes mais)
  7. Pug (três vezes mais)
  8. English Springer Spaniel (três vezes mais)
  9. Golden retriever (três vezes mais)

Cães de raça pura mostraram ter o dobro do risco em comparação com raças cruzadas. O labrador retriever tem um risco semelhante ao das raças cruzadas, daí ter sido usado como modelo para as comparações.

A maioria das raças com maior risco de insolação é braquicefálica, ou seja, têm o focinho achatado. De facto, os cães braquicefálicos mostraram ter duas vezes mais hipóteses de sofrer insolação do que os cães com um focinho normal (como os labradores). Os cães braquicefálicos são mais propensos a sobreaquecer, porque muitas vezes já têm dificuldades para respirar, mesmo em repouso. Ofegar é essencial para eles, já os cães não podem suar como os seres humanos.

Os chow-chow e os golden retrievers também têm um risco aumentado de insolação por causa da sua pelagem grossa, que atua como isolamento, prendendo o ar quente e limitando a perda de calor quando o cão sobreaquece. Cães pesados também mostraram ter um risco aumentado de insolação. É importante realçar que esse grupo inclui cães obesos e cães grandes ou musculosos.

Cães com idade superior a dois anos também estão em maior risco, com cães idosos (acima de 12 anos) a terem a maior probabilidade de sofrer insolação. Isto acontece porque cães mais jovens podem ser mais ativos, enquanto cães mais velhos, com função cardiovascular e respiratória reduzida,  podem ter dificuldade para perder o excesso de calor com a mesma eficiência.

O estudo incluiu mais de 900.000 cães no Reino Unido e usou registos veterinários anónimos. Em 2016, a taxa de mortalidade para casos de insolação no Reino Unido foi de 14%, o que significa que um em cada sete cães com insolação morreu devido a esta condição médica.

O número de cães que sofreu insolação foi relativamente baixo, apenas 0,04% da população (ou um em cada 2.500 cães). No entanto, este estudo utilizou dados de 2016 e os recordes de temperatura foram quebrados desde então. Prevê-se que a intensidade e a frequência das ondas de calor aumentem no futuro.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Mudanças na lei laboral podem prejudicar a retoma, avisa Centeno

É crucial para a retoma que haja "estabilidade e previsibilidade na legislação laboral", de forma a estimular o investimento empresarial e o crescimento económico, afirmou esta quarta-feira o governador do Banco de Portugal (BdP), Mário …

Costa, Von der Leyen na Cimeira Social no Porto

Von der Leyen dá luz verde ao Plano de Recuperação e Resiliência português. E "não é por acaso"

O primeiro-ministro, António Costa, e a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, anunciaram esta quarta-feira que o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) foi aprovado por Bruxelas.  A presidente da Comissão Europeia, Ursula von …

Kim Jong-un reconhece que país enfrenta "situação de tensão alimentar"

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, reconheceu que o país está a enfrentar uma "situação de tensão alimentar", informaram hoje os meios de comunicação oficiais. O país, cuja economia é alvo de múltiplas sanções internacionais impostas em …

Iniciativa Liberal apoia recandidatura de Rui Moreira à Câmara do Porto

A Iniciativa Liberal vai apoiar a recandidatura de Rui Moreira à Câmara do Porto nas próximas eleições autárquicas, considerando “inquestionável a mudança e o desenvolvimento” da cidade desde que o independente assumiu a presidência do …

Comissária europeia diz que variante Delta “diminui” proteção da vacina

A comissária europeia para a Saúde disse esta terça-feira que estão a surgir provas que demonstram que a variante Delta do coronavírus SARS-CoV-2 “diminui a força do escudo protetor” criado pelas vacinas, instando à aceleração …

DGS diz que demora de conclusões sobre eventos-piloto não é por erro técnico

A Direção-Geral da Saúde (DGS) rejeitou, esta terça-feira, que tenha havido erro técnico no tratamento de dados dos eventos-piloto da Cultura, ocorridos em abril e maio, mas admitiu que o processo está demorado. Numa declaração enviada …

Governo quer fazer alterações na duração de cargos de dirigentes

As mudanças que estão a ser preparadas passam por reduzir a duração dos cargos em substituição e, por outro lado, pelo ajustamento do período das comissões do serviço em função da avaliação. Segundo o Jornal de …

Responsável pelas manifestações em Lisboa é coordenador no Gabinete de Apoio à Presidência da CML

O responsável pelas manifestações na cidade de Lisboa é coordenador técnico no Gabinete de Apoio à Presidência da Câmara liderada por Fernando Medina. De acordo com o semanário Expresso, António Santos tem sido, nos últimos …

Sporting e Braga jogam Supertaça em Aveiro no dia 31 de julho

A Supertaça Cândido Oliveira, que vai ser disputada entre Sporting e Sporting de Braga, vai ser disputada em Aveiro, a 31 de julho, anunciou a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). "A decisão da Supertaça Cândido de …

Um quarto da população portuguesa já tem a vacinação completa

Em Portugal, 42% das pessoas já receberam a primeira dose de uma vacina contra a Covid-19 e 25% — cerca de um quarto da população — estão completamente vacinados. De acordo com o mais recente relatório …