Novas regras de Cartão de Cidadão entram em vigor esta segunda-feira

A partir de segunda-feira, 2 de outubro, o Cartão de Cidadão conta com novas regras: passa a ter mais validade, mas também vai ficar mais caro.

As mudanças na renovação do Cartão de Cidadão foram publicadas esta quinta-feira e entrarão em vigor a partir da próxima segunda-feira.

A maior novidade reside na validade do documento que passa dos cinco anos atuais para 10 anos, para cidadãos com mais de 25 anos. Quem ainda não tiver completado a idade continua sujeito ao sistema de renovação de cinco em cinco anos.

Outra alteração que poderá ser considerada positiva para os que não gostam de se dirigir aos serviços administrativos é que, a partir de 4 de dezembro, poderá renovar o documento de identificação a partir de casa.

Esta medida estará disponível para cidadãos com idades entre os 25 e os 59 anos, que podem fazer a renovação a partir do Portal do Cidadão, desde que o documento ainda tenha, pelo menos, 60 dias de validade. Nesta forma de renovação apenas é possível alterar os apelidos ou a morada.

Quem optar por esta via de renovação terá um desconto de 10% no valor do documento, que subiu com as novas regras.

Atualmente o preço da renovação situa-se nos 15€, mas a partir de 2 de outubro terá um acréscimo de 3€, perfazendo então um total de 18€. Para pedidos urgentes, no entanto, ou seja em três dias úteis, o preço sobe para 33 euros e para pedidos extremamente urgentes sobe para 53€.

Para indivíduos com insuficiência económica devidamente comprovada pela Segurança Social, a emissão do Cartão de Cidadão será gratuita, avança o Correio da Manhã.

Por outro lado, estarão isentos do pagamento das taxas por serviços externos todos os cidadãos que tenham idade igual ou superior a 70 anos, “com comprovada mobilidade reduzida”, bem como os reclusos, quando o pedido for realizado pelo dirigente do estabelecimento prisional em situações de reconhecida urgência.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

    • A sério que foi a essa conclusão que chegou?!
      Então passa de 30€ (15€ a cada 5 anos), para 18€ a cada 10 anos e o Estado é que é benificiado e é “só sacar”?!
      Nota-se que é muito inteligente e que é um especialista em matemática!…

  1. a malandragem que gosta de usar os documentos alheios ,deve ter gostado muito de um documento ter uma data de dados das pessoas,identificaçao, numero fiscal (contribuinte) ,segurança social etc,pessoalmente sentia mais seguro com o antigo bilhete de identidade, e os outros em separado,por exemplo ao ter de identificar,estou a expor uma data de informação,a maioria das vezes inutil para a situação, mais uma quebra na privacidade do cidadao

  2. Tenho 3 filhos. Façam as contas e depois digam que a natalidade está cada vez mais baixa, já para não falar no material escolar!!

  3. sou contra ter de pagar para ter um cartao que diz que eu sou cidadao nacional. Nasci aqui isso e algum pecado? Por Amor de Deus entao quero ser indigente…

Responder a Rui Cancelar resposta

BCP disponível para fusão com o Montepio

Na eventualidade de ser necessária uma intervenção, o Millennium BCP mostrou-se disponível para uma fusão com o Banco Montepio. Esta hipótese foi apresentada pela instituição bancária numa reunião com o ministro das Finanças, João Leão. O …

Otamendi mais 55 milhões. O negócio que pode levar Rúben Dias para o City

Rúben Dias está muito próximo de reforçar o Manchester City. O clube inglês oferece 55 milhões de euros mais Nicolás Otamendi em troca. A oficialização do acordo deve estar para breve. O Manchester City está muito …

Líbano: Após um mês no cargo, primeiro-ministro demite-se perante impasse político

O primeiro-ministro designado do Líbano, Mustapha Adib, demitiu-se este sábado do cargo numa altura de impasse político sobre a formação de Governo, um mês depois de ter sido nomeado e da violenta explosão no porto …

Governo joga últimos trunfos à esquerda (mas "na 25.ª hora pode ser PSD a salvá-lo" e esse é outro problema)

A duas semanas do fim do prazo para entregar o Orçamento de Estado para 2021 (OE2021), o Governo ainda não tem garantias de aprovação do documento. E enquanto Marcelo pressiona o PSD para "salvar" o …

-

Governo aponta para regresso progressivo de público aos estádios

O regresso de público aos estádios de futebol continua proibido, devido à pandemia de Covid-19, com o secretário de Estado da Juventude e Desporto a admitir esta sexta-feira a possibilidade de um retorno faseado quando …

Há escolas sem intervalos ao ar livre devido à covid-19

Há escolas que estão a proibir os alunos de passarem os intervalos ao ar livre por receio de contágio do novo coronavírus. O pediatra Hugo Rodrigues considera que "é um perfeito disparate". Como tal, os estudantes …

"Aumentar o salário mínimo é criminoso", diz presidente do Fórum para a Competitividade

Pedro Ferraz da Costa, presidente do Fórum para a Competitividade, antecipa uma onda de desemprego até ao final do ano, que muitas empresas não conseguirão manter a atividade e que aumentar o salário mínimo "é …

Segunda vaga impede mais de 12 milhões de consultas e cirurgias

O cenário de uma segunda vaga em Portugal é bastante provável e prevê-se que mais de 12 milhões de consultas e cirurgias fiquem por fazer. No melhor dos cenários, serão 10 milhões. Um estudo da Associação …

EUA pressionam Portugal: "Tem de escolher agora entre os aliados e os chineses"

O embaixador norte-americano em Lisboa defende que Portugal tem de escolher entre os “amigos e aliados” EUA e o “parceiro económico” China, alertando que escolher a China em questões como o 5G pode ter consequências …

MP acusa inspetores do SEF de homicídio de ucraniano no aeroporto

O Ministério Público vai acusar os três inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras que estão em prisão domiciliária, indiciados pelo homicídio do ucraniano Ihor Homenyuk no aeroporto de Lisboa. Bruno Sousa, Duarte Laja e Luís …