Nova descoberta adensa mistério da morte da escritora Jane Austen

Domínio Público

Retrato pintado da escritora inglesa Jane Austen.

Retrato pintado da escritora inglesa Jane Austen.

A morte da escritora Jane Austen, com apenas 41 anos de idade, continua a ser um mistério, sem solução à vista, mas a teoria de que ela pode ter sido envenenada por arsénico ganha força, graças a três pares de óculos que lhe pertenceram.

A teoria de envenenamento por arsénico foi avançada, pela primeira vez, em 2011, pela escritora de ficção policial Lindsay Ashford, com base na estranha pigmentação facial de Jane Austen que faleceu em 1817, com apenas 41 anos de idade.

A ideia ganha agora uma nova força, depois da descoberta de três pares de óculos que terão pertencido à escritora, que foram encontrados por elementos da Biblioteca Britânica de Londres dentro da secretária portátil de Austen, a conceituada autora de livros como “Orgulho e preconceito” e “Sensibilidade e bom senso”.

A secretária, que a escritora usava para escrever os seus livros, foi doada à Biblioteca por familiares de Jane Austen em 1999, e guardava no interior um par de óculos de aro de metal e outros dois pares feitos de concha de tartaruga.

British Library / Public Domain

Óculos usados pela escritora Jane Austen em exibição na Biblioteca Britânica de Londres.

Óculos usados pela escritora Jane Austen em exibição na Biblioteca Britânica de Londres.

Os óculos foram analisados por uma empresa de óptica que apurou que tinham todos lentes graduadas, mas com graduações diferentes.

Este dado leva o optometrista Simon Barnard, que analisou os óculos, a avançar com a tese de que “talvez, a vista de Austen tenha piorado por causa de envenenamento por arsénico”, segundo explica ao site Live Science.

É sabido que os efeitos tóxicos do arsénico, que no Século XIX se poderia encontrar na água que as pessoas bebiam e em alguns remédios, estão ligados a vários tipos de cancro e, em menor escala, ao desenvolvimento de cataratas.

Perante este dado, a curadora dos arquivos e manuscritos modernos da Biblioteca Britânica, Sandra Tuppen, destaca no blogue da instituição que “se Austen desenvolveu cataratas, a causa mais provável, segundo Barnard, é o envenenamento acidental a partir de um metal pesado como o arsénico”.

“Neste caso, Austen teria trocado o par de aro de metal para o par de concha de tartaruga A, depois para o par B, à medida que as suas cataratas ficavam cada vez piores”, aponta Sandra Tuppen.

A possibilidade é contudo, considerada remota pelos médicos, apesar da associação entre o arsénico e o desenvolvimento de cataratas, um problema de saúde que costuma ser ligado ao envelhecimento.

As diferentes graduações dos óculos podem até não significar nada de especial, se tivermos em conta as limitações da optometria daquele tempo e se partirmos do princípio que a escritora os poderia usar para actividades distintas, ao longo do dia – uns para ver ao longe, outros para ver ao perto, para ler, por exemplo, e os terceiros para tarefas como bordar, que exigem mais precisão da vista.

E também “não sabemos se os óculos lhe foram prescritos por um médico ou se ela os comprou directamente da prateleira”, diz ainda Sandra Tuppen.

O que é certo é que os óculos, que estão em exibição na Galeria dos Tesouros da Biblioteca Britânica, vêm reforçar a curiosidade em torno da escritora – e constituem mais uma peça do puzzle por resolver da sua morte.

Outras teses para o prematuro falecimento de Jane Austen são a doença de Addison, que constitui uma desordem endócrina, cancro ou tuberculose.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Vê-se que não sabem nada de olhos para fazer estas afirmações! As cataratas são uma opacidade do cristalino que faz com que seja necessário mais luz para ver bem. Pode ter como efeito secundário a dificuldade de ver ao perto, mas esta condição também acontece simplesmente com a idade. Era um pouco nova (41), normalmente começa pelos 45, mas há muita variabilidade na idade onde começa.
    Acho que vou chamar a policia pois estou a ser envenenado! Nos últimos 5 anos já mudei 3 vezes a graduação dos meus óculos de ver ao perto!
    Este ganhou os seus cinco minutos de fama ao fazer estas afirmações, mas pior é quem lhes deu troco e acreditou o suficiente para publicar na Biblioteca Britânica.

RESPONDER

Manuel Alegre e Agustina Bessa-Luís votados para o Nobel

A Academia de Ciências de Lisboa apontou Manuel Alegre e Agustina Bessa-Luís a possíveis candidatos para receberem o próximo Prémio Nobel da Literatura, após convite do Comité Nobel da Academia Sueca. Ainda faltam alguns meses para …

Sushi e peixe cru podem provocar “anisakiasis”

As infecções por parasitas intestinais estão a aumentar com a popularidade do sushi e os riscos do consumo de peixe cru ficaram novamente ilustrados com um caso insólito. O caso foi relatado pelo médico norte-americano Kenny Banh …

Casa dos Horrores: o pai das crianças já tinha raptado a companheira

O mundo ainda está em choque com a descoberta macabra feita pela polícia da Califórnia no passado domingo. Mas o horror vem de trás. O casal David e Louise Turpin é suspeito de manter os 13 …

Fisco espanhol acusa Shakira de fraude fiscal

O fisco espanhol pediu ao Ministério Público para acusar a cantora colombiana Shakira de fraude fiscal, que terá cometido entre 2011 e 2014, noticiou hoje o jornal espanhol La Vanguardia. A administração fiscal espanhola apresentou este …

A fórmula do plástico mais resistente do mundo continua perdida

Uma invenção revolucionária que poderia deixar o mundo mais seguro. Assim foi definido o starlite, material resistente ao fogo e a altas temperaturas, cuja fórmula permanece desconhecida - e poderá estar perdida. O material foi criado …

Não, ter plantas em casa não é prejudicial para a saúde

Desde sempre que a ideia de que ter plantas em casa é prejudicial para a saúde está enraizada na mente de todos - crença, no entanto, comprovadamente errada. A ideia surgiu pelo facto de, no processo …

Deco registou quatro queixas por dia sobre compras online em 2017

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor, Deco, recebeu 1.642 reclamações sobre compras feita pela internet em 2017, numa média de quatro queixas por dia, número que sobe para 8.538 no caso da rede …

Vai passar pela Terra um "arranha-céus" a 122 mil quilómetros por hora

Um "asteróide potencialmente perigoso" dirige-se para a Terra a uma velocidade de mais de 122.000 quilómetros por hora, informou a agência espacial norte-americana NASA. O asteróide 2002 AJ129 vai aproximar-se da Terra no próximo dia 4 …

Adepto condenado por morte com very-light detido no Estádio da Luz

O homem condenado há 20 anos por causar uma morte com um very-light foi detido no sábado pela PSP no Estádio da Luz, onde estava proibido de entrar na sequência de uma condenação por posse …

Condutor bêbado adormeceu ao volante... e o seu Tesla parou sozinho

Talvez no futuro os automóveis autónomos consigam levar passageiros bêbedos até casa sem colocar outras pessoas em risco, mas por agora não se pode esperar que nem mesmo um Tesla faça isso. Já é muito …