Nova descoberta adensa mistério da morte da escritora Jane Austen

Domínio Público

Retrato pintado da escritora inglesa Jane Austen.

Retrato pintado da escritora inglesa Jane Austen.

A morte da escritora Jane Austen, com apenas 41 anos de idade, continua a ser um mistério, sem solução à vista, mas a teoria de que ela pode ter sido envenenada por arsénico ganha força, graças a três pares de óculos que lhe pertenceram.

A teoria de envenenamento por arsénico foi avançada, pela primeira vez, em 2011, pela escritora de ficção policial Lindsay Ashford, com base na estranha pigmentação facial de Jane Austen que faleceu em 1817, com apenas 41 anos de idade.

A ideia ganha agora uma nova força, depois da descoberta de três pares de óculos que terão pertencido à escritora, que foram encontrados por elementos da Biblioteca Britânica de Londres dentro da secretária portátil de Austen, a conceituada autora de livros como “Orgulho e preconceito” e “Sensibilidade e bom senso”.

A secretária, que a escritora usava para escrever os seus livros, foi doada à Biblioteca por familiares de Jane Austen em 1999, e guardava no interior um par de óculos de aro de metal e outros dois pares feitos de concha de tartaruga.

British Library / Public Domain

Óculos usados pela escritora Jane Austen em exibição na Biblioteca Britânica de Londres.

Óculos usados pela escritora Jane Austen em exibição na Biblioteca Britânica de Londres.

Os óculos foram analisados por uma empresa de óptica que apurou que tinham todos lentes graduadas, mas com graduações diferentes.

Este dado leva o optometrista Simon Barnard, que analisou os óculos, a avançar com a tese de que “talvez, a vista de Austen tenha piorado por causa de envenenamento por arsénico”, segundo explica ao site Live Science.

É sabido que os efeitos tóxicos do arsénico, que no Século XIX se poderia encontrar na água que as pessoas bebiam e em alguns remédios, estão ligados a vários tipos de cancro e, em menor escala, ao desenvolvimento de cataratas.

Perante este dado, a curadora dos arquivos e manuscritos modernos da Biblioteca Britânica, Sandra Tuppen, destaca no blogue da instituição que “se Austen desenvolveu cataratas, a causa mais provável, segundo Barnard, é o envenenamento acidental a partir de um metal pesado como o arsénico”.

“Neste caso, Austen teria trocado o par de aro de metal para o par de concha de tartaruga A, depois para o par B, à medida que as suas cataratas ficavam cada vez piores”, aponta Sandra Tuppen.

A possibilidade é contudo, considerada remota pelos médicos, apesar da associação entre o arsénico e o desenvolvimento de cataratas, um problema de saúde que costuma ser ligado ao envelhecimento.

As diferentes graduações dos óculos podem até não significar nada de especial, se tivermos em conta as limitações da optometria daquele tempo e se partirmos do princípio que a escritora os poderia usar para actividades distintas, ao longo do dia – uns para ver ao longe, outros para ver ao perto, para ler, por exemplo, e os terceiros para tarefas como bordar, que exigem mais precisão da vista.

E também “não sabemos se os óculos lhe foram prescritos por um médico ou se ela os comprou directamente da prateleira”, diz ainda Sandra Tuppen.

O que é certo é que os óculos, que estão em exibição na Galeria dos Tesouros da Biblioteca Britânica, vêm reforçar a curiosidade em torno da escritora – e constituem mais uma peça do puzzle por resolver da sua morte.

Outras teses para o prematuro falecimento de Jane Austen são a doença de Addison, que constitui uma desordem endócrina, cancro ou tuberculose.

ZAP //

2 COMENTÁRIOS

  1. Vê-se que não sabem nada de olhos para fazer estas afirmações! As cataratas são uma opacidade do cristalino que faz com que seja necessário mais luz para ver bem. Pode ter como efeito secundário a dificuldade de ver ao perto, mas esta condição também acontece simplesmente com a idade. Era um pouco nova (41), normalmente começa pelos 45, mas há muita variabilidade na idade onde começa.
    Acho que vou chamar a policia pois estou a ser envenenado! Nos últimos 5 anos já mudei 3 vezes a graduação dos meus óculos de ver ao perto!
    Este ganhou os seus cinco minutos de fama ao fazer estas afirmações, mas pior é quem lhes deu troco e acreditou o suficiente para publicar na Biblioteca Britânica.

RESPONDER

FMI admite: Troika não protegeu os pobres (e a culpa foi do Governo)

O organismo de avaliação independente do FMI concluiu que as medidas aplicadas pela 'troika' em Portugal nem sempre protegeram as pessoas com menos rendimentos, apontando que a primeira preocupação do Fundo era a redução dos …

Bebidas dietéticas podem levar ao aumento de peso

Uma vez anunciados como substitutos do açúcar, os adoçantes artificiais como a sucralose e o aspartame foram bem recebidos pelo público - até há pouco tempo. Recentemente, os investigadores começaram a olhar com crescente suspeita para …

Pedrógão: PGR não explica segredo de justiça, Governo optou por não levantar

Uma empresária de Lisboa fez, por conta própria, um levantamento do número de mortos vítimas do incêndio. No final, chegou ao número 73 que contrasta com os 64 oficiais avançados pelas autoridades. Dúvidas instaladas, pede-se …

China diz à Índia para retirar tropas e não abusar da sorte

A China avisou a Índia para não subestimar a sua determinação em salvaguardar o que considera território seu, numa altura de renovada tensão entre os dois países vizinhos, em torno de uma área disputada nos …

Revolta de pais com problemas nas matrículas obrigou à intervenção da polícia

Um protesto de pais contra as alegadas irregularidades nas matrículas na Escola Secundária Pedro Nunes, em Lisboa, por causa de supostas moradas falsas, obrigou a polícia a intervir para acalmar os ânimos. O relato do caso …

Operadoras de telecomunicações obrigadas a baixar preços ou a aceitar rescisões

A Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) anunciou "medidas correctivas" às operadoras de telecomunicações Meo, Nos, Nowo e Vodafone, no sentido de baixarem preços aos consumidores ou de permitirem a rescisão de contratos sem custos adicionais. Segundo …

Israel substitui detetores de metais por videovigilância na Esplanada das Mesquitas

As forças de segurança israelitas estão a remover os detetores de metais instalados à entrada da mesquita de Al-Aqsa, em Jerusalém Oriental ocupada, noticia a Al Jazeera, que cita o diretor da mesquita. Israel começou a …

Afinal, Cristiano Ronaldo vai continuar no Real Madrid

O internacional português garantiu que vai continuar no Real Madrid, acabando com os rumores que diziam que iria sair do clube por estar insatisfeito com a forma como o Fisco espanhol o tem tratado. Em declarações …

Homem armado com faca ataca posto de fronteiriço espanhol de Melilla

O atacante, que estava armado com uma faca, atacou o posto fronteiriço a gritar "Alá é Grande". Provocou ferimentos ligeiros num polícia e acabou por ser detido. Um homem munido de uma faca atacou o posto …

Investigação desmente Governo e confirma queda de helicóptero no incêndio de Alijó

O Ministério da Administração Interna tinha negado a tese de queda de um helicóptero no combate a um incêndio em Alijó, mas o relatório que investigou o caso desmente o Governo e confirma o acidente, …