Afinal, os neurónios não se formam ao longo de toda a vida

Uma equipa de cientista sugere que a neurogénese diminui durante a infância e é indetétavel em adultos, contrariando assim a tese de que ocorre ao longo de toda a vida.

Afinal, o processo de formação de novos neurónios no cérebro diminui durante a infância e é indetétavel em adultos. Esta é a conclusão de um novo estudo, divulgado esta quinta-feira, que contraria a tese de que a neurogénese ocorre ao longo de toda a vida.

O estudo, publicado recentemente na Nature, analisou 59 amostras de tecido cerebral de uma região específica, o hipocampo, considerado essencial para a aprendizagem e a memória. É nesta região do cérebro que os cientistas têm, ao longo do tempo, procurado indícios de que novos neurónios continuam a nascer ao longo da vida.

No entanto, esta investigação contraria o que se pensava até agora: o nascimento de novos neurónios no hipocampo humano reduz na infância e a neurogénese em adultos, observada em aves e roedores, aparentemente não acontece, nota em comunicado a Universidade da Califórnia, nos EUA, que lidera o trabalho.

“Se a neurogénese é tão rara que não podemos detetá-la nos adultos, poderá estar realmente a desempenhar um papel importante na plasticidade ou na aprendizagem e memória no hipocampo?”, questiona Shawn Sorrels, um dos co-autores do artigo científico, citado pela universidade.

No estudo foram analisadas 37 amostras de tecido do hipocampo de cadáveres e 22 amostras de tecido da mesma região cerebral removidas cirurgicamente de doentes com epilepsia. As amostras de tecido são de recém-nascidos, crianças, jovens e adultos.

Assim, os investigadores estudaram alterações no número de neurónios “recém-nascidos” e de células estaminais neuronais, desde antes do nascimento até à idade adulta, usando uma variedade de anticorpos para identificar células de diferentes tipos e estados de maturidade. A forma e a estrutura das células foi também analisada.

De acordo com as conclusões, ao observar uma média de 1618 neurónios “jovens” por milímetro quadrado de tecido cerebral no momento do nascimento, a neurogénese abunda no desenvolvimento pré-natal do cérebro e em recém-nascidos.

No entanto, o número de células recém-nascidas cai significativamente nas amostras de tecido cerebral obtidas durante os primeiros anos de vida. O número de novos neurónios numa criança de dois anos era cinco vezes menor do que o verificado em recém-nascidos.

O declínio do processo de formação de novos neurónios no cérebro continua na infância, com o número de novas células a diminuir 23 vezes entre um e os sete anos de idade e mais 15 vezes aos 13 anos, idade em que os neurónios parecem ser mais maduros do que os observados nas amostras de cérebros ainda mais jovens.

Os autores do estudo chegaram também à conclusão de que havia apenas 2,4 novos neurónios por milímetro quadrado de tecido do hipocampo no começo da adolescência, não tendo encontrado vestígios de neurónios recém-formados em nenhuma das amostras de tecido cerebral de cadáveres de jovens de 17 anos ou das amostras de tecido extraídas cirurgicamente de 12 doentes adultos com epilepsia.

Ao centrarem-se nas células estaminais neuronais, descobriram que são abundantes durante o desenvolvimento cerebral pré-natal, mas já extremamente raras no início da infância.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Luís Filipe Vieira pediu informações sobre Keylor Navas em Madrid

O presidente do Benfica aproveitou a visita a Madrid para saber mais pormenores sobre a situação do guarda-redes dos merengues. O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, dirigiu-se na passada segunda-feira a Madrid para ultimar os …

Jovens que acusaram Harry de “traição da raça” condenados com pena de prisão

O caso remonta a dezembro de 2018, quando surgiram as primeiras notícias de uma investigação da BBC que envolvia a família real britânica. Um grupo neonazi era responsável por uma propaganda online onde sugeriam que o …

UEFA confirma três jogos de suspensão para Neymar

A UEFA anunciou, esta quarta-feira, que rejeitou o recurso do Paris Saint-Germain e manteve os três jogos de suspensão a Neymar, na sequência de insultos aos árbitros na partida com o Manchester United, da Liga …

Transportes estão cada vez mais cheios. Carris vai comprar 100 novos autocarros

A Carris vai lançar dois concursos para a aquisição de 100 novos autocarros, 70 dos quais a gás natural e 30 elétricos, anunciou o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina. Falando na apresentação da …

Apenas 59% dos habitantes da Europa ocidental confiam na vacinação. França é o país com mais dúvidas

Na Europa oriental, apenas metade da população olha para as vacinas como uma forma segura de prevenção de saúde. No caso da zona ocidental, o número sobe para os 59%, mas fica ainda distante dos …

César Peixoto é o novo treinador da Académica

O antigo futebolista é o novo treinador da Académica, sucedendo a João Alves no comando técnico dos estudantes, anunciou o clube que integra a II Liga portuguesa. César Peixoto vai ser apresentado às 17h00, em conferência …

Tribunal diz que ausência de resistência de vítima de violação é "desejo de sobreviver"

Quando as vítimas não resistem, revelam "o desejo de sobreviver a uma situação cujo controlo não detêm", adotando um comportamento de preservação, diz o Tribunal da Relação de Lisboa. O Tribunal da Relação de Lisboa considerou …

Draghi abre a porta a cortes nas taxas de juro

Mario Draghi afirmou esta terça-feira que se o objetivo de ficar abaixo dos 2% de inflação estiver ameaçado, "estímulos adicionais serão necessários". O presidente do BCE admitiu mesmo uma descida das taxas. O presidente do BCE, Mario …

SNS dá “sinais de cansaço” e tem sistema “que não é amigo do cidadão”

A Convenção Nacional da Saúde concluiu esta terça-feira que o SNS “dá sinais de cansaço” e avisa que os portugueses “não podem ter listas de espera de anos” por consultas ou cirurgias, nem ter “enormes …

Violência doméstica: sobe para 16 o número de mulheres mortas em 2019

O número de mulheres mortas desde o início do ano em contexto de violência doméstica subiu para 16, segundo a contabilidade feita pelo Público com base nas notícias publicadas sobre o assunto. O número exclui …