Navios da II Guerra Mundial emergem do fundo do Pacífico após erupção vulcânica

(dr) Lance Cpl. Courtney White / United States Marine Corps

A atividade sísmica de um vulcão submarino no Japão fez emergir vários “navios fantasma”, afundados depois de uma das batalhas mais famosas da II Guerra Mundial, do fundo do Oceano Pacífico.

De acordo com o site Live Science, as imagens de helicóptero captadas pela rede televisiva japonesa All Nippon News (ANN) mostraram os 24 navios junto à costa da ilha japonesa de Iwo Jima, que fica a 1200 quilómetros de Tóquio. As embarcações da II Guerra Mundial foram empurradas para a superfície devido à atividade do vulcão submarino Fukutoku-Okanoba.

Como recorda o mesmo site, estes “navios fantasma” foram afundados pelas forças norte-americanas na Batalha de Iwo Jima, em 1945, considerada uma das mais sangrentas do conflito. Vinte mil fuzileiros navais dos Estados Unidos acabaram feridos, quase sete mil perderam a vida e, do lado japonês, quase todos os soldados (com exceção de 216 que foram capturados vivos) foram mortos em combate.

Como Iwo Jima não tinha porto, os navios foram deliberadamente afundados pelos norte-americanos no rescaldo da batalha paralelamente à costa para formar um quebra-mar, ou seja, uma estrutura resistente que protegeu as tropas e as armas que chegaram à ilha, de acordo com os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos.

O Fukutoku-Okanoba está em erupção desde agosto e, além de fazer emergir estes navios, a sua atividade sísmica também levou ao aparecimento de uma pequena ilha, feita de pedra-pomes e cinza vulcânica. No entanto, de acordo com Setsuya Nakada, diretor do Centro de Pesquisa Integrada de Vulcões do Governo japonês, citado pelo mesmo site, a ilha deve desaparecer em breve devido à erosão.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.