Navalny. Ministros europeus analisam situação de opositor russo

Os ministros dos Negócios Estrangeiros europeus vão analisar a situação de Alexei Navalny, opositor à Presidência russa cujo estado de saúde se agravou devido à greve de fome que iniciou na prisão, anunciou este domingo o ministro alemão.

“Na reunião de amanhã [segunda-feira] em Bruxelas, os ministros das Relações Exteriores da UE [União Europeia] discutirão a situação de Navalny”, disse Heiko Maas ao jornal alemão Bild.

Este caso também gerou uma reação da Casa Branca, com o conselheiro de Segurança Nacional americano, Jake Sullivan, a referir, em declarações à CNN, que caso Navalny morra, a Rússia enfrentará “consequências”.

“Quanto às medidas específicas que tomaríamos, estamos a analisar diferentes cenários. Não revelarei nada publicamente nesta fase, mas haverá consequências se Navalny morrer”, disse Jake Sullivan.

Alexei Navalny, considerado como o principal crítico do Kremlin (Presidência russa), iniciou no passado dia 31 de março uma greve de fome em protesto contra as condições de detenção a que está sujeito.

Navalny acusa a administração penitenciária de lhe recusar o acesso a um médico e a medicamentos, uma vez que sofre, segundo indicaram os seus advogados, de uma dupla hérnia discal.

O homem de 44 anos quase não sobreviveu, no ano passado, a uma intoxicação no sistema nervoso, que o deixou em coma. O político acusa o Kremlin e os serviços de segurança russos de serem os responsáveis pelo sucedido, factos que estes negam.

Médicos próximos de Navalny exigiram, no sábado, autorização para o ver imediatamente, temendo que tivesse uma paragem cardíaca fatal “a qualquer minuto”. Mas as autoridades penitenciárias informaram que os exames médicos a que Navalny, que cumpre pena de dois anos e meio, foi submetido no início de abril mostraram que o seu estado de saúde é satisfatório.

Paralelamente, a oposição russa avançou este domingo que se realizarão protestos em várias cidades russas no dia 21 de abril em apoio a Alexei Navalny, que está em greve de fome na prisão há 19 dias.

“Tudo tem acontecido de forma muito rápida e desfavorável. Não podemos esperar e adiar mais. Há circunstâncias em que devemos agir rapidamente para evitar que algo irreversível aconteça”, anunciaram Ivan Zhdanov e Leonid Volkov, aliados de Navalny, num vídeo publicado na Internet.

Estes protestos ocorrerão depois de, no final de março, a equipa de Navalny ter lançado uma campanha ‘online’ para reunir 500.000 pessoas dispostas a sair às ruas para exigir a libertação do político. Mais de 450.000 pessoas já terão aderido à campanha.

A data da convocatória coincide com o dia em que o presidente russo, Vladimir Putin, deve dirigir-se à Assembleia Federal para realizar o discurso anual sobre o estado da nação.

França “extremamente preocupada”

O ministro das Relações Exteriores de França, Jean-Yves Le Drian, disse este domingo que está “extremamente preocupado” com o estado de saúde do russo Alexei Navalny e apontou “grande responsabilidade” ao Presidente da Rússia, Vladimir Putin.

“A situação do senhor Navalny é extremamente preocupante”, declarou o chefe da diplomacia francesa no canal de televisão público France 3.

E continuou: “Espero que sejam tomadas medidas para garantir a integridade física do senhor Navalny, mas também a sua libertação”.

“Esta é uma grande responsabilidade do presidente Putin”, acrescentou.

“Constato que há realmente uma tendência autoritária na Rússia”, acrescentou Jean-Yves Le Drian, considerando que este dossier foi “o mais simbólico, o mais exemplar e o mais surpreendente para as mentes”.

O ministro francês acrescentou que “a Rússia é responsável pela saúde de Navalny” e “deve assumir” isso, considerou o chefe da diplomacia que reafirmou que a União Europeia está a acompanhar com atenção o processo.

“Nós já tomámos providências. O pacote de sanções já é significativo, mas pode haver outros”, disse Jean-Yves Le Drian.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Sem estado de emergência não pode haver confinamento de pessoas saudáveis

O constitucionalista Jorge Reis Novais defendeu hoje que sem estado de emergência que suspenda a garantia do artigo 27.º da Constituição não pode haver confinamento de pessoas saudáveis, até uma eventual revisão constitucional. Por outro lado, …

"Neuro-direitos". O Chile quer proteger os seus cidadãos do controlo da mente

O Chile quer tornar-se o primeiro país a proteger as pessoas do controlo da mente, à medida que a capacidade de mexer com cérebros se aproxima cada vez mais da realidade. O senador Guido Girardi está …

Emprego, formação e pobreza. Cimeira Social marca "o mais ambicioso compromisso" da UE

A Cimeira Social arrancou, nesta sexta-feira, no Porto, com a presença de 24 dos 27 chefes de Estado e de Governo da UE, num evento que pretende definir a agenda social da Europa para a …

"Uma cena da Idade Média". Refugiado encontrado morto e cercado de ratos em acampamento grego

O jovem, proveniente da Somália, foi encontrado morto dentro de uma tenda no início desta semana. No momento em que as autoridades chegaram ao local, cerca de 12 horas após a morte do rapaz, o …

Coreia do Norte alega que a covid-19 poderia flutuar em balões vindos do Sul

A Coreia do Norte pediu aos seus cidadãos que não leiam panfletos de propaganda enviados através de balões do Sul, alegando que a covid-19 poderia entrar no país através das gotículas. De acordo com a agência …

Autoagendamento a partir dos 60 anos deve arrancar no final da próxima semana

O autoagendamento para a vacinação contra a covid-19 deverá passar a contemplar as pessoas a partir dos 60 anos, em vez dos atuais 65, já no final da próxima semana, adiantou hoje à Lusa fonte …

Comandos. MP pede condenação de cinco arguidos a penas entre dois e 10 anos de prisão

O Ministério Público (MP) pediu hoje a condenação de cinco dos 19 arguidos no processo relativo à morte de dois recrutas dos Comandos, em 2016, a penas de prisão entre dois e 10 anos. Nas alegações …

Juventus quer Zidane para o lugar de Pirlo

O insucesso desportivo da Juventus esta temporada deve fazer com que Pirlo saia do clube. Zidane, que também estará de saída do Real Madrid, é o favorito da vecchia signora. Zinédine Zidane estará a pensar seriamente …

“Incompetência e arrogância”. Cabrita está (novamente) debaixo de fogo, partidos pedem a sua demissão

Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, está mais uma vez no centro da polémica. Depois de ter avançado com uma requisição civil para que mais de 20 imigrantes fossem transportados para o Zmar, durante a …

Fernando José é o candidato do PS a Setúbal. Ana Catarina Mendes concorre à Assembleia Municipal

O deputado e vereador socialista Fernando José é o cabeça de lista do PS às próximas eleições autárquicas para a Câmara de Setúbal e Ana Catarina Mendes à Assembleia Municipal, revelou fonte oficial do Partido …