“100% confirmado”. Naufrágio perto de Malta é do submarino HMS Urge

(dr) Timmy Gambin / University of Malta

Mergulhadores confirmaram a identidade de um submarino britânico que foi afundado por uma mina alemã perto de Malta, em 1942, pondo fim às especulações de que tinha naufragado por culpa de aviões de guerra italianos, durante uma missão secreta na costa da Líbia.

O arqueólogo marítimo da Universidade de Malta, Timmy Gambin, confirmou que seis investigadores, incluindo ele próprio, fizeram dois mergulhos ao naufrágio, no final de abril, e conseguiram identificar que se trata do submarino britânico HMS Urge.

“Agora está 100% confirmado. Conseguimos algumas boas imagens do nome [gravado na torre de comando] que, espero eu, vão acabar com a afirmação absurda de que se afundou no norte de África”, afirmou ao site Live Science.

Gambin liderou a equipa que descobriu este naufrágio em 2019, a cerca de 10 quilómetros a leste de Malta, numa área que havia sido minada por navios alemães durante a II Guerra Mundial.

A equipa conseguiu ver que o submarino foi atingido por uma mina naval colocada por um navio de guerra alemão. Os mergulhadores puderam observar que a explosão da mina fez um buraco no casco de pressão do submarino.

De acordo com a Marinha Real Britânica, antes de ter sido dado como desaparecido em abril de 1942, este submarino, comandado pelo Tenente Comandante Edward Tomkinson, teve vários sucessos na frente de batalha. Paralisou, por exemplo, o navio Vittorio Veneto e afundou o cruzador Bande Nere, ambos italianos.

Nesse ano, o HMS Urge estava em Malta, que era na altura um importante porto naval britânico no Mar Mediterrâneo. No final de abril, foi-lhe ordenado que partisse para o Egito, juntamente com outros navios de guerra, para fugir aos intensos bombardeamentos das forças aéreas alemãs e italianas.

Mas o submarino nunca chegou a território egípcio, tendo sido dado oficialmente como desaparecido com 32 tripulantes, outros 11 membros da marinha e um correspondente de guerra a bordo.

O mistério do que lhe tinha acontecido ressurgiu em 2015, quando o mergulhador belga Jean-Pierre Misson disse ter descoberto o seu naufrágio na costa da Líbia, tendo afirmado que o HMS Urge foi afundado por aviões de guerra italianos durante uma missão secreta.

Segundo o Live Science, estas foram alegações controversas porque significavam que o submarino estava fora da sua rota quando desapareceu. Ainda hoje, Misson continua a dizer que o naufrágio que encontrou é do HMS Urge e que houve uma conspiração para encobrir a sua missão.

As descobertas desta equipa de mergulhadores irão agora ser encaminhadas para a Marinha Real Britânica, que é a responsável pelo naufrágio, de acordo com as leis internacionais.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Mais 939 infeções, sete mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 939 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, sete mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos. De acordo com o boletim epidemiológico da …

Milionário norte-americano Robert Durst condenado por matar melhor amiga

O milionário norte-americano Robert Durst, tornado famoso por um documentário do canal HBO, foi condenado na sexta-feira num tribunal de Los Angeles, nos Estados Unidos, por matar a melhor amiga, um crime que remonta a …

Em Inglaterra, há crianças de 16 anos que vão passar a viver em alojamentos não regulamentados

A 9 de setembro, foi aprovada uma nova lei em Inglaterra, segundo a qual as crianças com 16 e 17 anos podem ser colocadas em alojamentos não regulamentados. O sistema de acolhimento de crianças inglês está …

Suspeitos numa mota sem matrícula dispararam na direcção de candidata do CDS

A candidata do CDS à Junta de Freguesia de Palmela, em Setúbal, foi surpreendida, na noite de sexta-feira, por disparos de caçadeira, protagonizados por "duas pessoas sem capacete", numa mota sem luzes, nem matrícula. O incidente …

Jerónimo diz que conquista de Guimarães só é possível "milho a milho"

O secretário-geral do PCP defendeu, esta sexta-feira, que a presença da CDU na autarquia de Guimarães só pode ser reconquistada “milho a milho”, na noite em que a dirigente do PEV Heloísa Apolónia integrou a …

Parlamento aprovou Constitucional em Coimbra (mas PS ainda pode chumbar a saída de Lisboa)

O Parlamento aprovou, na generalidade, a proposta do PSD para transferir o Tribunal Constitucional (TC) e o Supremo Tribunal Administrativo (STA) de Lisboa para Coimbra. Mas a mudança só poderá ser concretizada depois da votação …

Concluídas obras de segurança e consolidação da catedral de Notre-Dame em Paris

A fase de segurança e consolidação da catedral de Notre-Dame, em Paris, quase destruída num incêndio há mais de dois anos, terminou, dando lugar à etapa de restauro, anunciaram este sábado as autoridades. Em 15 de …

Certificados de vacinação emitidos por países terceiros reconhecidos para viagens aéreas

Os certificados de vacinação e de recuperação emitidos por países terceiros passam a ser reconhecidos para viagens aéreas, deixando de ser exigido teste negativo e quarentena quando esta seja aplicável em função da respetiva origem, …

Rui Costa, Benfica

Acções do Benfica com comissão milionária a Carlos Janela. Em AG muito quente, sócios gritaram, mas não puderam votar

A Assembleia-Geral (AG) Extraordinária do Benfica de sexta-feira à noite foi muito quente, com cânticos, protestos e pedidos de demissão dos sócios. Enquanto isso há novos dados sobre o negócio de venda das acções do …

"Não tem passado de figurante". Fenprof diz que sistema educativo bloqueava se dependesse do ministro

O secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof), Mário Nogueira, considerou, esta sexta-feira, que sistema educativo em Portugal já tinha bloqueado se dependesse do trabalho do ministro da Educação e do Governo, realçando que o …