NASA quer criar um campo magnético gigante para tornar Marte habitável

NASA Goddard Space Flight Centre

Conceito artístico do escudo magnético gigante na atmosfera de Marte (à direita)

Os cientistas da NASA têm um plano arrojado para fazer com que Marte seja habitável para os seres humanos. A ideia é lançar um gigantesco escudo magnético para proteger o planeta dos ventos solares, da mesma forma que a magnetosfera da Terra nos protege de várias anomalias do espaço.

Marte pode ser um deserto inóspito, mas já teve uma atmosfera capaz de manter oceanos profundos e um clima agradável, potencialmente habitável.

Os cientistas acreditam que o planeta perdeu a sua habitabilidade há mil milhões de anos, quando o campo magnético entrou em colapso. Desde então, os vento solares arrastam os componentes da atmosfera marciana, como o dióxido de carbono (95%), nitrogénio (2.7%) e argónio (1.6%).

O plano foi apresentado no Planetary Science Vision 2050 Workshop, que ocorreu entre os dias 27 de fevereiro e 1 de março na base da NASA, em Washington, nos EUA.

A agência espacial norte-americana diz que uma magnetosfera artificial poderia proteger o planeta, fazendo com que o ambiente marciano fique mais parecido com o da Terra – e talvez a água na forma líquida possa voltar a existir, em abundância, na superfície do Planeta Vermelho.

“Esta situação elimina qualquer processo de erosão causada pelo vento solar que acontece na atmosfera superior do planeta, permitindo que cresça em pressão e temperatura com o tempo”, explicou o diretor de ciência planetária da NASA, Jim Green.

Nas simulações dos especialistas, se os ventos magnéticos fossem desviados pelo campo magnético, a atmosfera do planeta não iria perder os seus componentes e poderia recuperar metade da pressão atmosfera da Terra em poucos anos.

Com a recuperação da atmosfera, o planeta ficaria em média 4ºC mais quente, o suficiente para derreter o dióxido de carbono congelado na calota polar no norte do planeta.

Assim, esse carbono, livre na atmosfera, poderia ajudar a segurar mais calor à superfície, causando um efeito estufa que derreteria a água congelada de Marte, criando rios e oceanos líquidos no planeta.

“Tal como a Terra, uma atmosfera melhor poderia permitir mais objetos na superfície, proteger contra a radiação da maioria das partículas solares, estender a habilidade de extração de oxigénio e criar um efeito estufa que permite a produção de plantas”, afirmaram os especialistas.

A equipe admite que, por enquanto, o plano é apenas hipotético, mas é uma visão muito interessante do que pode ser possível no futuro. Os cientistas pretendem continuar a estudar as possibilidades para entenderem quanto tempo seria necessário para observar as mudanças.

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. EVIDENTE QUE SÃO OS PRÓPRIOS MARCIANOS QUEM ESTÃO NO CONTROLE DESTE PLANO DA NASA..LEIA-SE NAZISTAS QUE NO CASO CRIARAM A NASA NO FINAL DOS ANOS 40…NAZISTAS QUE TENTARAM FUNDAR O ESTADO MARCIANO NA EUROPA GERMÂNICA NOS ANOS 30 E NAS AMÉRICAS DEPOIS…A SUPERIORIDADE ESPACIAL NAZISTA REVELA UM SUBSOLO MARCIANO..NA HISTORIA DA TERRA E LÁ EM SUBSOLO DE MARTE ONDE ESTÃO E QUE NO CASO PRECISAM DE HUMANOS DA TERRA LÁ..PARA A SEGUNDA FASE NAZISTA..NA TERRA..O NAZISMO ESPACIAL DOMINANDO A TERRA…CLARO QUE ISSO É FOFOCAS DE BASTIDORES ESOTÉRICOS NÃO É MESMO GLOBALISTAS…rsrsrsrs…??..

  2. Não SERIA MAIS SENSATO TENTAR MANTER A HABITABILIDADE DA TERRA que tentar tornar um planeta habitável? isto à coisas que não me entram na cachola. Um plano colossal para tornar um planeta habitável quando com esse dinheiro poderiam reverter o que está a acabar com este (Terra).

    • Foi exatamente esse o meu pensamento enquanto lia a noticia… Acho bastante interessante tudo o que tem sido conseguido e o que ainda está em estudo sobre o tema, mas penso que em primeiro lugar devia estar a estabilização e como bem disse, quem sabe a reversão do que já foi mal feito na terra…
      Enfim, prioridades, vá-se lá perceber porquê.

  3. É interessante como por cá tudo parecem fazer para destruir este belo planeta e gastarem milhões de dólares a procurar inventar qualquer coisa num local inóspito e impossível de viver, estraga-se o bom para recuperar o péssimo!.

  4. Certo… e esse campo magnético certamente que mudaria tanto o campo magnético da Lua como o nosso.
    Isto está tudo interligado.

RESPONDER

Juventus é campeã pela oitava vez consecutiva. E Ronaldo estava lá

A Juventus conquistou este sábado a Serie A pela oitava vez consecutiva, depois de vencer em casa a Fiorentina por 2-1, em jogo da 33ª jornada. Poucos dias após a eliminação nos quartos de final da …

Coletes Amarelos: novo sábado de violência em Paris

Mobilizados há mais de cinco meses, os "coletes amarelos" voltaram este sábado às ruas para o seu "acto XXIII" marcado por uma nova escalada da tensão entre manifestantes e forças de autoridade. Tiros de gás lacrimogéneo, …

Porto vs Santa Clara | Dragão suficiente assume liderança

O FC Porto venceu hoje o Santa Clara por 1-0, em partida da 30.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que permite aos ‘dragões' regressarem, à condição, ao comando do campeonato. O FC Porto cumpriu …

Notre-Dame pode não ser a única. Vários monumentos em todo o mundo estão em risco

O incêndio na catedral de Notre-Dame, em Paris, levantou questões sobre a forma como os órgãos responsáveis pelo património cultural realizam políticas de conservação e detetam possíveis problemas. Além disso, a Unesco indicou que vários locais de …

Hubble espreita aglomerado cósmico azul

Os enxames globulares são objetos inerentemente belos, mas o alvo desta imagem do Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA, Messier 3, é frequentemente reconhecido como um dos mais esplêndidos de todos. Contendo, incrivelmente, meio milhão de estrelas, …

Comer carne vermelha (mesmo moderadamente) aumenta risco de cancro do intestino

O maior estudo alguma vez realizado no Reino Unido sugere que devemos reduzir (ainda mais) o consumo de carne vermelha. Um estudo financiado pela Cancer Research UK e desenvolvido pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, …

Gémeas alemãs nascem com 3 meses de diferença (e em anos distintos)

Um hospital alemão anunciou na segunda-feira o caso de duas meninas que, apesar de serem gémeas, nasceram com três meses de diferença e em anos distintos. Com apenas 26 semanas de gravidez, a 17 de novembro …

Avião hospital da Luftwaffe levou doze feridos da Madeira para a Alemanha

Doze feridos do acidente com um autocarro turístico partiram hoje do Aeroporto da Madeira, cerca das 12:00, a bordo de um avião alemão equipado com meios hospitalares, com destino a Colónia, após operação de transferência …

Família desalojada e nove casas atingidas em queda de grua no Porto

Uma grua caiu hoje em cima de várias habitações na rua da Corticeira, na zona das Fontainhas, na cidade do Porto, mas não há feridos a registar, disse fonte dos Bombeiros Sapadores do Porto. A grua …

Mulheres são quase metade dos “100 mais influentes” da Time

Há 48 mulheres na lista das 100 personalidades mais influentes do mundo publicada esta quarta-feira pela revista norte-americana Time. A lista, publicada anualmente desde 2004, junta personalidades das mais diferentes áreas distribuídas por cinco categorias: “Pioneiros”, …