Nova missão da NASA: Humanos em Vénus a viver nas nuvens

Don P. Mitchell, Paolo C. Fienga / Lunar Explorer Italia / IPF / Soviet Space Agency

Aspecto da superfície e do céu de Vénus tal como captados pela sonda Venera 13

Apesar de ser um planeta de temperaturas infernais, de atmosfera tóxica e pressões esmagadoras à superfície, a NASA está a trabalhar numa missão tripulada para Vénus – a High Altitude Venus Operational Concept (HAVOC).

A NASA pretende levar o Homem a Vénus, porém há uma série de obstáculos que precisam de ser ultrapassados para que a missão HAVOC seja bem sucedida.

As temperaturas em Vénus chegam a atingir os 460ºC, sendo mais quente do que Mercúrio, mesmo estando Mercúrio mais perto do Sol – a temperatura de um planeta não depende só da proximidade do Sol, mas também da superfície e da atmosfera.

As temperaturas registadas em Vénus chegam a ser mais altas do que o ponto de fusão de alguns metais, incluindo o bismuto e o chumbo, que chegam a cair como neve em alguns pontos deste planeta.

A atmosfera de Vénus é composta por 97% de dióxido de carbono, 3% de nitrogénio e ainda conta com alguns vestígios de outros gases.

Quanto à superfície, Vénus não passa de uma paisagem rochosa estéril composto por vastas planícies de rocha basáltica de características vulcânicas.

O planeta, geologicamente jovem, também passou por recentes eventos catastróficos causados pela acumulação de calor por debaixo da superfície que leva a que esta derreta, liberte calor e volte a solidificar.

Feita a descrição deste curioso planeta que ainda surpreende astrónomos, a questão é saber como é que a NASA pretende conduzir uma missão tripulada a este planeta infernal.

A missão

Como a superfície de Vénus é caótica, a ideia da NASA não inclui qualquer aterragem na superfície e utilizará a atmosfera densa como base para a exploração – o plano é utilizar aeronaves que possam permanecer suspensas na atmosfera superior por longos períodos de tempo.

Surpreendentemente, a atmosfera superior de Vénus é o local mais semelhante à Terra no Sistema Solar – entre os 50km e os 60km de altura, a pressão e a temperatura de Vénus podem ser comparadas a regiões da baixa atmosfera da Terra. A pressão atmosférica de Vénus a 55km de altura é cerca de metade da pressão ao nível do mar na Terra.

Esta pressão, sentida a essa altura, não obriga os seres humanos a utilizar qualquer equipamento de pressurização pois é aproximadamente equivalente à pressão sentida no topo do Monte Kilimanjaro.

Quanto à temperatura a esta altura, os astrónomos afirmam que esta situa-se entre os 20ºC e os 30ºC, um valor muito aceitável para os seres humanos.

Curiosamente, a atmosfera acima destas altitudes (50km-60km), é densa o suficiente para proteger qualquer astronauta da radiação ionizante do espaço.

A proximidade do planeta ao Sol fornece ainda uma maior taxa de radiação solar do que na Terra (cerca de 1,4 vezes superior) o que poderá ser utilizado para produzir energia.

A aeronave

Segundo o conceito da Nasa, o dirigível flutuaria à volta do planeta, soprado pelo vento, e poderia ser enchido com uma mistura de gás respirável como oxigénio e nitrogénio que proporcionaria flutuabilidade necessária – o ar respirável é menos denso do que a atmosfera de Vénus e, como resultado, o dirigível conseguiria flutuar.

A ter em conta nesta ideia da NASA está também o material do dirigível que necessita de ser resistente ao efeito corrosivo do ácido existente na atmosfera.

A atmosfera de Vénus é conhecida por conter ácido sulfúrico que cria umas nuvens densas que são um dos principais contribuintes para o brilho visível do planeta quando visto da Terra. Atualmente já existem no mercado vários materiais comerciais com uma alta resistência à acidez como é o caso do teflon.

Contudo, a missão é ainda um plano de longo prazo e a NASA ainda não anunciou publicamente qualquer data para o HAVOC que contará, primeiro, com pequenas missões de teste. Apesar de ser o nosso vizinho planetário mais próximo, pouco se sabe sobre este planeta ao que tudo indica inóspito.

A missão poderá revelar mais dados sobre o planeta e ajudar ainda a entender a evolução do Sistema Solar e talvez até mesmo de outros sistemas.

PARTILHAR

RESPONDER

"Estrela da Morte". Trump tem máquina de desinformação de mil milhões de dólares para ser reeleito

Face às eleições presidenciais dos EUA que se realizem este ano, Donald Trump montou uma máquina de desinformação, conhecida por "Estrela da Morte", avaliada em 1 mil milhão de dólares. Enquanto se desenrolam as primárias democratas …

Procura mundial de petróleo pode alcançar o seu nível mais baixo numa década por causa do coronavírus

O surto de coronavírus afetará de forma "significativa" a procura global por petróleo, podendo esta atingir o seu nível de procura mais baixo numa década, alerta a Agência Internacional de Energia (IEA). Com a desaceleração da …

Vitória SC 1-2 Porto | “Dragão” cola-se à liderança

A Liga NOS está ao rubro. O FC Porto foi a Guimarães vencer o Vitória SC por 2-1 e está a apenas um ponto da liderança do campeonato, na sequência da derrota do Benfica no …

Ventura não faz "fretes". Chega não viabilizará Governo do PSD se não houver cedências

Para governar com a direita, o PSD precisa do recém-eleito Chega. No entanto, há características que separam os partidos: enquanto que os sociais-democratas se querem estabelecer ao centro, André Ventura estabelece linhas vermelhas e não …

Egito atinge 100 milhões de habitantes (mas não há grandes motivos para celebrar)

A população do Egito atingiu os 100 milhões de habitantes, tornando-se no país árabe mais populoso e o terceiro em África atrás da Etiópia e da Nigéria, anunciaram ontem as autoridades. O calculador eletrónico instalado no …

Coronavírus: Há mais dois casos suspeitos em Portugal

Há mais dois casos suspeitos de infeção por coronavírus em Portugal. Os doentes, que vieram da China, já foram encaminhados para o Hospital Curry Cabral, em Lisboa, e para o Hospital de São João, no …

Morreu o ator Tozé Martinho

O ator António José Bastos de Oliveira Martinho, mais conhecido como Tozé Martinho, morreu este domingo aos 72 anos. Tozé Martinho morreu este domingo, aos 72 anos. O ator foi levado para o Hospital de Cascais, …

NASA já tem um preço para a próxima alunagem

O responsável pelos voos tripulados da NASA, Doug Loverro, revelou esta semana que a agência espacial vai precisar de  35 mil milhões de dólares nos próximos quatro anos para conseguir voltar a pisar a Lua …

Covid-19: FMI admite que crescimento mundial desça para 3,1% este ano

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional admitiu este domingo que a previsão de 3,3% para o crescimento da economia mundial possa descer 0,1 ou 0,2 pontos percentuais devido à propagação do coronavírus. "Por enquanto, a nossa …

Próximo Orçamento tem de começar a ser apresentado em abril (mas Centeno não o fará)

As novas regras de desenho de orçamentos vão ser novamente adiadas, avança este domingo o semanário Expresso. A equipa das Finanças já está concentrada no próximo Orçamento do Estado. No entanto, apesar de haver uma lei …