NASA inventa forma bizarra (mas criativa) de evitar erupção do supervulcão de Yellowstone

Jon Sullivan / Wikimedia

A lagoa de Morning Glory, no Parque Nacional de Yellowstone

Uma eventual erupção do supervulcão de Yellowstone pode causar uma tremenda devastação. No entanto, cientistas acreditam que a catástrofe pode ser evitada graças a uma solução bizarra, mas criativa.

Uma equipa de cientistas da NASA acredita que a erupção poderia ser evitada usando tubos de arrefecimento introduzidos nas câmaras de magma da caldeira do supervulcão de Yellowstone.

Yellowstone, localizado no estado norte-americano de Wyoming, é um dos vulcões mais poderosos do nosso planeta. A última erupção de grande escala aconteceu há 640 mil anos. Como já passou muito tempo desde a erupção, Yellowstone está cada vez mais perto de uma nova explosão.

É por esse motivo que os especialistas se preparam para o pior, investigando de que forma a enorme erupção, que ameaça destruir instantaneamente grande parte dos Estados Unidos, pode ser prevenida.

Um dos cientistas da NASA acredita ter encontrado uma solução única para impedir que o pior aconteça: colocar tubos com água nas câmaras da caldeira para arrefecer o magma. Apesar de cerca de 70% do calor gerado pelo supervulcão vazar para a atmosfera, a restante percentagem fica acumulada no interior – e isso pode provocar uma erupção.

Os investigadores acreditam que, ao fazer uma perfuração de 10 quilómetros em Yellowstone e bombeando água a alta pressão para dentro do vulcão, o líquido frio vai absorver parte do calor. Se o processo for repetido várias vezes, pode-se tornar na solução do problema.

Brian Wilcox, engenheiro da NASA, adiantou aos jornalistas que esta estratégia poderia custar cerca de 3,5 mil milhões de dólares, com o benefício adicional de se poder usar o vapor para criar uma fonte de energia geotermal livre de carbono, com um custo menor do que outras fontes de energia atualmente disponíveis no mercado.

“O que torna Yellowstone numa força da natureza é que este supervulcão armazena o calor durante centenas de milhares de anos antes de tudo explodir de uma vez”, disse o cientista, citado pelo Daily Express.

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Para começar como é que estes cientistas sabem que há 640 000 anos o vulcão explodiu!!??
    Deve ter sido o primo macaco que disse pra ele….
    Depois $35 000 000 000 para tentar fazer um buraco para deitar água para dentro de um vulcão.
    Virou cientista louco???

    • Caro Victor, chama-se Geologia e é a ciência que permite estudar os registos de antigas erupções de vulcões como Yellowstone. Quando um grande vulcão explode liberta materiais que se depositam no solo como um “manto”. Com o passar dos séculos ou milénios, novas camadas de solo se vão depositando sobre essa, com intrevalos de tempo regulares. Assim, é possível estudar as camadas do sub-solo e saber de que época cada camada é… Assim como se sabe que cada anel num tronco de árvore, corresponde a um ano, por exemplo.
      Os depósitos de cinza e magma da última erupção de Yellowstone, encontram-se a uma profundidade que corresponde a 640 000 anos.

      Outra forma de saber é pela velocidade de movimento das placas tectónicas da crosta terrestre. O magma do vulcão vem da camada do manto e perfura a crosta sempre no mesmo sítio. Como as placas da crosta no local, se movem a uma velocidade mais ou menos constante, de cada vez que o vulcão explode, abre um rombo na crosta e esse rombo depois com os anos move-se na direcção em que a placa tectónica se move. Quando o vulcão explode de novo, já vai ter de abrir outro buraco na crosta. Vendo o espaço entre os vários rombos na crosta criados pelas várias explosões de Yellowstone e sabendo a que velocidade a crosta de move, sabemos com que periodicidade o vulcão entra em actividade.

  2. Estiveram a ler o livro de Jules Verne nas férias.
    10 km furo dentro dum vulcão. depois os tubos irão que nem como misseis de longo alcance

  3. A ignorância revelada pelos comentários dos pseudo-espertos apenas revela que no mundo actual (cheio de smartphones e de informação disponível a quem perde tempo a procurá-la) é incrível que o mais importante continue a ser a cervejinhas, o futebol e as novelas e se festeje a ignorância e a burrice… de facto nem me admirava que de entre estes pseudo-espertos estivesse também alguém contra as vacinas e por isso morrem adolescentes de 18 anos com sarampo!
    Viva a ignorância e a crítica de gozo fácil!!! Parabéns… e…. continuem assim!!!!

    • Ora nem mais!!!
      Até arrepia tanta desfaçatez e pesporrência com que a ignorância é compensada em afirmações de grande e serena Assertividade Pseudo …

  4. O mais certo seria provocar pequenas erupções para diminuir a pressão existente na área. A injeção de água no buraco irá endurecer o magma criando-se assim mais pressão e consequentemente uma erupção maior ainda.

  5. Nao sou especialista mas acho q nao vai dar certo.
    Li um trabalho q dizia q a unica chance e aliviar a pressao com dutos deixando os vapores sairem por eles.

RESPONDER

Por que ganhamos peso à medida que envelhecemos? A Ciência respondeu

Muitas pessoas lutam para controlar o seu peso à medida que envelhecem. Fazem dietas e praticam exercício físico, mas, quando chegam à balança, ficam dececionadas. Agora, uma nova investigação descobriu porque é que as pessoas …

Lagos de metano de Titã podem ser crateras de explosões gigantes

Um novo estudo sugere que os lagos de metano líquido encontrados na superfície de Titã, a principal lua de Saturno, podem ter-se formado quando azoto aquecido explodiu debaixo da sua superfície. De acordo com o Business …

Todos os cometas do Sistema Solar podem ter vindo do mesmo lugar

Os cometas do Sistema Solar podem ter nascido no mesmo lugar. Um astrónomo da Universidade de Leiden aplicou modelos químicos a catorze cometas conhecidos e encontrou um padrão claro. Todos os cometas do Sistema Solar podem …

Descoberta enguia que tem a maior descarga elétrica alguma vez vista

Foram descobertas duas novas espécies de enguias elétricas (Electrophorus electricus), sendo que uma delas tem a maior descarga elétrica alguma vez vista num animal, com uma potência de 850 volts. Podendo chegar a 2,5 metros de …

Nova tecnologia consegue gerar eletricidade através das noites frias

Cientistas da Universidade de Stanford e da Universidade da Califórnia em Los Angeles construíram um dispositivo que consegue gerar eletricidade através do frio sentido durante a noite. Há dois anos, numa noite gelada de dezembro, num telhado da Califórnia, …

Descoberto um mundo subterrâneo perdido no meio da Antártida

Durante as primeiras expedições na Antártida, exploradores polares descobriram uma caverna de gelo "perdida" com três andares, vários lagos e um rio. A formação geológica foi encontrada na ilha Galindez, onde estão baseados os exploradores da …

Boavista 1-1 Sporting | Duelo felino de portas fechadas

O Sporting foi ao Estádio do Bessa perder mais dois pontos. Após a derrota em casa com o Rio Ave na ronda anterior, que valeu o despedimento a Marcel Keizer, Leonel Pontes estreou-se no banco …

Durante a Guerra Fria, os melhores agentes da CIA não eram humanos

A CIA desclassificou dezenas de documentos da época da Guerra Fria, que revelam detalhes das suas missões. A agência de inteligência norte-americana não apostava só em humanos. De acordo com a agência France-Press, os documentos revelam …

Israel vai (outra vez) a votos e Netanyahu enfrenta novo teste à sobrevivência política

Benjamin Netanyahu, o primeiro-ministro há mais tempo em funções em Israel, enfrenta um novo teste à sua capacidade de sobrevivência nas legislativas de terça-feira e não tem desperdiçado oportunidades para atrair eleitores. As questões de segurança …

Hugo Soares na campanha, "para que o resultado do PSD possa ser o melhor possível"

O deputado e ex-líder parlamentar do PSD Hugo Soares manifestou-se disponível para fazer campanha pelo partido "sempre que for convidado", como aconteceu este sábado, em Pombal, a convite da cabeça-de-lista por Leiria Margarida Balseiro Lopes. O …