NASA inventa forma bizarra (mas criativa) de evitar erupção do supervulcão de Yellowstone

Jon Sullivan / Wikimedia

A lagoa de Morning Glory, no Parque Nacional de Yellowstone

Uma eventual erupção do supervulcão de Yellowstone pode causar uma tremenda devastação. No entanto, cientistas acreditam que a catástrofe pode ser evitada graças a uma solução bizarra, mas criativa.

Uma equipa de cientistas da NASA acredita que a erupção poderia ser evitada usando tubos de arrefecimento introduzidos nas câmaras de magma da caldeira do supervulcão de Yellowstone.

Yellowstone, localizado no estado norte-americano de Wyoming, é um dos vulcões mais poderosos do nosso planeta. A última erupção de grande escala aconteceu há 640 mil anos. Como já passou muito tempo desde a erupção, Yellowstone está cada vez mais perto de uma nova explosão.

É por esse motivo que os especialistas se preparam para o pior, investigando de que forma a enorme erupção, que ameaça destruir instantaneamente grande parte dos Estados Unidos, pode ser prevenida.

Um dos cientistas da NASA acredita ter encontrado uma solução única para impedir que o pior aconteça: colocar tubos com água nas câmaras da caldeira para arrefecer o magma. Apesar de cerca de 70% do calor gerado pelo supervulcão vazar para a atmosfera, a restante percentagem fica acumulada no interior – e isso pode provocar uma erupção.

Os investigadores acreditam que, ao fazer uma perfuração de 10 quilómetros em Yellowstone e bombeando água a alta pressão para dentro do vulcão, o líquido frio vai absorver parte do calor. Se o processo for repetido várias vezes, pode-se tornar na solução do problema.

Brian Wilcox, engenheiro da NASA, adiantou aos jornalistas que esta estratégia poderia custar cerca de 3,5 mil milhões de dólares, com o benefício adicional de se poder usar o vapor para criar uma fonte de energia geotermal livre de carbono, com um custo menor do que outras fontes de energia atualmente disponíveis no mercado.

“O que torna Yellowstone numa força da natureza é que este supervulcão armazena o calor durante centenas de milhares de anos antes de tudo explodir de uma vez”, disse o cientista, citado pelo Daily Express.

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Para começar como é que estes cientistas sabem que há 640 000 anos o vulcão explodiu!!??
    Deve ter sido o primo macaco que disse pra ele….
    Depois $35 000 000 000 para tentar fazer um buraco para deitar água para dentro de um vulcão.
    Virou cientista louco???

    • Caro Victor, chama-se Geologia e é a ciência que permite estudar os registos de antigas erupções de vulcões como Yellowstone. Quando um grande vulcão explode liberta materiais que se depositam no solo como um “manto”. Com o passar dos séculos ou milénios, novas camadas de solo se vão depositando sobre essa, com intrevalos de tempo regulares. Assim, é possível estudar as camadas do sub-solo e saber de que época cada camada é… Assim como se sabe que cada anel num tronco de árvore, corresponde a um ano, por exemplo.
      Os depósitos de cinza e magma da última erupção de Yellowstone, encontram-se a uma profundidade que corresponde a 640 000 anos.

      Outra forma de saber é pela velocidade de movimento das placas tectónicas da crosta terrestre. O magma do vulcão vem da camada do manto e perfura a crosta sempre no mesmo sítio. Como as placas da crosta no local, se movem a uma velocidade mais ou menos constante, de cada vez que o vulcão explode, abre um rombo na crosta e esse rombo depois com os anos move-se na direcção em que a placa tectónica se move. Quando o vulcão explode de novo, já vai ter de abrir outro buraco na crosta. Vendo o espaço entre os vários rombos na crosta criados pelas várias explosões de Yellowstone e sabendo a que velocidade a crosta de move, sabemos com que periodicidade o vulcão entra em actividade.

  2. Estiveram a ler o livro de Jules Verne nas férias.
    10 km furo dentro dum vulcão. depois os tubos irão que nem como misseis de longo alcance

  3. A ignorância revelada pelos comentários dos pseudo-espertos apenas revela que no mundo actual (cheio de smartphones e de informação disponível a quem perde tempo a procurá-la) é incrível que o mais importante continue a ser a cervejinhas, o futebol e as novelas e se festeje a ignorância e a burrice… de facto nem me admirava que de entre estes pseudo-espertos estivesse também alguém contra as vacinas e por isso morrem adolescentes de 18 anos com sarampo!
    Viva a ignorância e a crítica de gozo fácil!!! Parabéns… e…. continuem assim!!!!

    • Ora nem mais!!!
      Até arrepia tanta desfaçatez e pesporrência com que a ignorância é compensada em afirmações de grande e serena Assertividade Pseudo …

  4. O mais certo seria provocar pequenas erupções para diminuir a pressão existente na área. A injeção de água no buraco irá endurecer o magma criando-se assim mais pressão e consequentemente uma erupção maior ainda.

  5. Nao sou especialista mas acho q nao vai dar certo.
    Li um trabalho q dizia q a unica chance e aliviar a pressao com dutos deixando os vapores sairem por eles.

RESPONDER

A "Chernobyl flutuante" chegou finalmente à sua base na Rússia

A central nuclear flutuante Akadémik Lomonósov, a única deste tipo em todo o mundo, chegou, no fim de semana passado, ao porto de Pevek, na região oriental de Chukotka, no extremo norte da Rússia, onde …

A Terra tem um terceiro pólo (e está a derreter)

https://vimeo.com/360314209 Situado na plataforma tibetana a 6740 metros de acima do nível do mar, os glaciares no sopé da cadeia montanhosa Meili já perderam um quarto do gelo desde 1970 - e o pior está para …

Sinéad O’Connor acusa Prince de ter “batido em várias mulheres” e de a ter tentado agredir

A cantora Sinéad O’Connor fez revelações duras sobre Prince no programa da estação televisiva britânica ITV, Good Morning Britain. Segundo a cantora e compositora irlandesa, o músico Prince, que morreu em 2016 por overdose, terá agredido …

Ex-funcionária da Google alerta para a produção de robôs assassinos que podem despoletar uma guerra

A Google pediu a Laura Nolan para reforçar os drones militares dos EUA. Recusou e demitiu-se. Agora, alerta para o perigo destas armas que podem originar uma guerra. Cerca de um ano depois de se ter …

Boris Johnson comparou o Reino Unido ao Hulk (e ele não gostou)

Há 12 anos que o ator Mark Ruffalo encarna Hulk, uma das mais célebres personagens da Marvel, no cinema. Agora, decidiu pronunciar-se sobre o Brexit, depois de Boris Johnson ter evocado Hulk. Para o primeiro-ministro, o …

Família encontrou mais de 2.200 fetos preservados em casa de médico norte-americano

Uma família encontrou mais de 2.200 fetos preservados na casa de um médico norte-americano que morreu no início deste mês. O The Guardian avançou este domingo que uma família encontrou 2.246 fetos preservados em casa de …

Mais plástico e menos peixe. Explorador britânico teme pelo mar português

Farto de ver cada vez mais plástico e menos peixe no oceano, o veterano explorador e documentarista britânico Paul Rose defende que Portugal deve criar mais áreas marinhas protegidas. Paul Rose, que mergulha desde os anos …

Há 10 anos, Banksy pintou chimpanzés no Parlamento inglês. Agora, o quadro vai a leilão

Em 2009, o artista de rua conhecido como Banksy pintou uma enorme tela a óleo do parlamento inglês, mas em vez de deputados os tribunos eram chimpanzés. Banksy pintou o quadro, com quatro metros de comprimento, …

Tempestade em Espanha derrubou palmeira que era Património da Humanidade

A queda de "La Centinela", a árvore mais alta do conjunto que a Unesco classificou como Património da Humanidade desde 2000, está entre os danos materiais causados pela passagem da "gota fria" - um fenómeno …

Dador de esperma teve 12 filhos com autismo (e foi processado)

Danielle Rizzo tem dois filhos autistas, um com seis anos e outro com sete. Ambos foram concebidos com recurso a um dador anónimo. Há três anos, Rizzo descobriu que estes fazem parte de uma "família" …