NASA descobriu “Sistema Solar” parecido com o nosso

Durante uma conferência de imprensa realizada esta quarta-feira, a NASA informou que foram identificados sete planetas do tamanho da Terra em órbita da estrela TRAPPIST-1, localizada a cerca de 39 anos-luz do Sol, na constelação Aquarius.

“Sinto-me entusiasmado por anunciar que o Dr. Michael Gillon e a sua equipa usaram o nosso telescópio espacial Spitzer para confirmar que existem realmente sete planetas do tamanho da Terra em órbita da estrela TRAPPIST-1”, informou o dirigente da NASA, Thomas Zubuchen.

Este sistema de exoplanetas é chamado de TRAPPIST-1, devido ao Transiting Planets and Planetesimals Small Telescope (TRAPPIST), localizado no Chile, através do qual os cientistas observaram três planetas, em maio de 2016.

Assistido por vários telescópios terrestres, incluindo o Very Large Telescope do European Southern Observatory, o telescópio Spitzer confirmou a existência de dois desses planetas e descobriu outros cinco, aumentando para sete o número de planetas encontrados.

Os cientistas revelaram que três dos planetas descobertos estão na chamada “zona habitável”, onde há grande probabilidade de existir água em forma líquida.

“Esta descoberta pode ser uma peça significativa na procura por ambientes habitáveis. Responder à pergunta ‘nós estamos sozinhos’ está no topo da nossa lista de prioridades científicas e encontrar tantos planetas, pela primeira vez, numa zona habitável é um passo notável”, destacou Zurbuchen, citado pela agência ANSA.

Como os planetas encontrados estão localizados fora do nosso sistema solar, são cientificamente conhecidos como exoplanetas. A equipa de cientistas da NASA já mediu o tamanho dos sete planetas e desenvolveu as primeiras estimativas das massas de seis deles, permitindo que a sua densidade fosse estimada.

De acordo com os especialistas, todos os planetas TRAPPIST-1 deverão ser rochosos. A massa do sétimo exoplaneta ainda não foi estimada – os cientistas acreditam que poderá ser um mundo gelado, como uma espécie de “bola de neve”, mas são necessárias mais observações.

Contrariamente ao Sol, a estrela TRAPPIST-1 é tão fria que, segundo os cientistas, a água líquida poderia sobreviver em planetas que orbitem perto dele, mais perto do que é possível nos planetas do nosso Sistema Solar.

Todas as sete órbitas planetárias TRAPPIST-1 estão mais próximas da estrela do que Mercúrio relativamente ao Sol, e os planetas também estão muito próximos uns dos outros.

“O que é interessante é que estes planetas estão tão próximos uns dos outros que se veem não como um ponto brilhante, como vemos Vénus, mas como nós vemos a lua”, destacou o astrónomo Michael Gillon, o principal autor do estudo publicado na Nature.

No entanto, os planetas poderão ter sempre o mesmo lado virado para a estrela, portanto, num lado estará sempre de dia e no outro será sempre noite. De acordo com os cientistas, isso pode significar que os exoplanetas têm padrões de tempo totalmente diferentes da Terra, o que pode significar ventos fortes e mudanças extremas de temperatura.

Os cientistas vão continuar a analisar o recém-descoberto “Sistema Solar” com recurso a vários telescópios espaciais, para conseguirem identificar as várias propriedades dos planetas conhecidos e continuar à procura de outros corpos celestes que possam ser habitáveis.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

As bactérias intestinais podem influenciar a gravidade de um AVC

Uma equipa de investigadores da Cleveland Clinic, nos Estados Unidos, descobriu uma nova associação cérebro-intestino que está a surpreender a comunidade científica. Os resultados do estudo mostram como um metabólito produzido por bactérias intestinais pode amplificar …

O icónico Tamagotchi está de volta, mas desta vez em forma de smartwatch

No ano em que se celebram os 25 anos do Tamagotchi, surge uma nova versão do icónico brinquedo. O Smart é um Tamagotchi na forma de um relógio inteligente, para se usar no pulso. O …

Rã com olhos vermelhos descoberta no Equador. Chama-se Led Zeppelin

Os seus olhos vermelhos cativaram os investigadores, que decidiram batizar de Led Zeppelin uma nova espécie de rã terrestre descoberta no Equador. A Pristimantis ledzeppelin foi descoberta pelos equatorianos David Brito e Carolina Reyes, cientistas do …

Itália 1 - 0 País de Gales | “Azzurri” vencem mas galeses apuram-se

Imparável! Com o apuramento para os “oitavos” já no bolso, a Itália entrou em campo com nada mais, nada menos do que oito mexidas em relação à equipa que tinha iniciado o último jogo, frente …

Casa de banho do século XII encontrada em bar de tapas em Sevilha

Recentemente, um grupo de trabalhadores encontrou uma casa de banho do século XII dentro de um bar de tapas espanhol. A descoberta está a ajudar a perceber como era a vida em Sevilha na época. No …

Suíça 3 - 1 Turquia | Seferovic e Shaqiri “abrem o livro”

A Suíça venceu de forma categórica a Turquia por 3-1, afastou os turcos da prova e terminou o Grupo A no terceiro lugar, com quatro pontos, esperando agora pelo final da fase de grupos para …

Presidente eleito do Irão promete governo "revolucionário e anticorrupção"

O Presidente eleito do Irão, o clérigo ultraconservador Ebrahim Raissi, prometeu hoje formar um governo "trabalhador, revolucionário e anticorrupção", aludindo ao estrito cumprimento dos princípios do sistema teocrático do país. Num comunicado, Raissi apresentou-se como “um …

Na Coreia do Norte, um pacote de café pode chegar aos 80 euros

Residentes norte-coreanos dizem que uma pequena embalagem de chá preto ou um pacote de café podem chegar aos 60 e 80 euros, respetivamente. Esta semana, o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, reconheceu que o …

Mais de 2200 armas entregues à PSP em menos de quatro meses

Mais de 2200 armas de fogo, a maioria das quais espingardas, foram entregues de forma voluntária à PSP, entre 24 de Fevereiro e 15 de Junho, anunciou este domingo aquela força policial. Em comunicado, a PSP …

O Arco do Triunfo vai ser embrulhado em tecido azul e corda vermelha durante 16 dias

O projeto foi pensado por Christo Vladimirov Javacheff e Jeanne-Claude no início dos anos 60, mas nunca se realizou. Agora, o monumento será embrulhado em azul e vermelho entre 18 de setembro e 3 de …