NASA “cozinha” atmosferas alienígenas na Terra

NASA

Uma equipa de cientistas do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA (JPL), localizado na Califórnia, conseguiu criar uma atmosfera na Terra que se assemelha a um tipo especial de planetas extrasolares, os “Júpiteres quentes”. 

Um exoplaneta orbita não o Sol, mas antes outras estrelas. Por sua vez, os “Júpiteres quentes” orbitam em volta das suas estrelas numa distância relativamente curta, sendo o seu período de rotação de apenas apenas 10 dias.

A proximidade destes planetas com as estrelas quentes faz com que as temperaturas nas suas atmosferas sejam muito elevadas, entre 530 e 2.800 graus Celsius, de acordo com um comunicado do JPL publicado esta semana na sua página oficial.

As atmosferas destes planetas também têm outra qualidade: são muito nebulosas mesmo em grandes altitudes e em condições de baixa pressão, quando as nuvens não se devem formar. Para explicar a sua aparência, os especialistas da NASA decidiram “cozinhar” atmosferas semelhantes nos seus laboratórios. No fundo, e tal como escrevem na nota de imprensa, estão a “cozinhar atmosferas alienígenas na Terra”.

Para a instigação, a equipa misturou hidrogénio e monóxido de carbono – elementos muito comuns no Universo e que podem fazer parte da composição da atmosfera destes planetas -, aquecendo depois os elementos num forno de elevada temperatura (330 a 1.230 graus Celsius). Depois de aquecidos, foram expostos a uma elevada dose de radiação ultravioleta. Enquanto o aquecimento da mistura não produziu resultados, a radiação ajudou a produzir a névoa.

“Embora seja impossível simular em laboratório de forma exatas estes ambientes hostis de planetas extrasolares, podemos aproximar-nos muito”, explicou Murthy Gudipati, líder de investigação e autor principal do estudo cujos resultados foram publicados no fim de janeiro na revista especializada The Astrophysical Journal.

Para Benjamin Fleury, do mesmo laboratório, os resultados conseguidos com esta investigação melhoram a forma como os cientistas interpretam as atmosferas nebulosas dos “Júpiteres quentes” atualmente.

Segundo Fleury, a equipa pretende continuar a estudar as partículas que “moram” na atmosfera destes exoplanetas, de forma a melhor “entender melhor como se formam, como absorvem a luz e como reagem às mudanças do ambiente”.

“Toda esta informação pode ajudar os astrónomos a perceber o que estão a ver quando observam estes planetas”, rematou o cientista.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

MP quer passar a ouvir todas as crianças expostas a violência doméstica

A procuradora-geral da República quer que os magistrados do Ministério Público peçam sempre ao juiz de instrução criminal que as crianças expostas a violência doméstica sejam ouvidas em tribunal para memória futura. A procuradora-geral da República, …

Greta Thunberg no Parlamento entre final do mês e início de dezembro

A ativista sueca aceitou participar numa sessão na Assembleia da República, em Lisboa, promovida pela comissão parlamentar de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território, que se realizará entre o final deste mês e início de …

Phineas Fisher. O "hacker fantoche" que está a pagar para piratearem bancos e petrolíferas

Phineas Fisher é um hackers mais infames do mundo e procura agora renovar esse estatuto ao oferecer 100 mil dólares a quem piratear instituições capitalistas, como bancos e empresas petrolíferas. O hacker ficou conhecido após ter …

Conselho Superior da Magistratura arquiva processo disciplinar a Carlos Alexandre

O Conselho Superior da Magistratura decidiu arquivar o processo disciplinar relativo ao juiz do Tribunal de Instrução Criminal por declarações sobre o sorteio da fase de instrução do processo Operação Marquês. "O plenário de hoje do …

Jardins e complexo de estufas descobertos num dos bunker de Hitler

Um grupo de especialistas descobriu jardins e um complexo de estufas, que serviu para cultivar legumes e frutas, num dos maiores quartéis generais de Adolf Hitler durante a II Guerra Mundial, o bunker conhecido como …

Ataque a Alcochete. Advogados pedem impugnação do auto de notícia da GNR

Uma discrepância nas datas de elaboração e de assinatura do auto de notícia que relata a invasão à academia do Sporting motivou, esta terça-feira, a apresentação de um requerimento de impugnação subscrito por vários advogados. No …

Japão diz que é seguro libertar água radioativa de Fukushima no Pacífico

O Ministério da Economia, Comércio e Indústria do Japão afirmou esta segunda-feira que é seguro libertar água contaminada de Fukushima no Oceano Pacífico, de acordo com o jornal local Japan Today. A central nuclear, recorde-se, sofreu …

Dez autarcas e quatro clubes entre os 68 acusados na operação Ajuste Secreto

O Ministério Público da Feira deduziu acusação contra 68 arguidos, incluindo dez autarcas e ex-autarcas, quatro clubes desportivos e os seus respetivos presidentes, no âmbito da operação "Ajuste Secreto". Numa nota publicada no seu site oficial, …

Poluição do ar em Sydney entre as 20 piores do mundo devido aos incêndios

A poluição do ar em Sydney, a maior cidade da Austrália com mais de cinco milhões de habitantes, está hoje entre as 20 piores do mundo devido ao fumo dos incêndios no leste do país. "Sydney, …

Audições da RTP sobre "Sexta às 9" aprovadas pelos deputados

Os deputados da comissão parlamentar de Cultura e Comunicação aprovaram "por unanimidade", esta terça-feira, as audições da diretora de informação e do presidente da RTP sobre o programa "Sexta às 9". O grupo parlamentar do PSD …