Nas sociedades pré-históricas não havia desigualdade entre os sexos

Um estudo revelou que as primeiras sociedades pré-históricas praticavam a igualdade entre os sexos, com figuras masculinas e femininas a ter o mesmo poder para decidir questões importantes.

Os resultados da investigação, realizada por antropólogos da Universidade College London, na Inglaterra, e publicada na revista “Science”, contestam a perceção de que a equidade sexual é uma invenção recente e as sociedades pré-históricas seriam dominadas por figuras masculinas. Porém, o que acontecia é que havia o mesmo nível de poder entre os sexos.

“A igualdade entre homens e mulheres é o único cenário em que poderiam ter surgido características humanas como a cooperação com outros indivíduos”, afirmou Andrea Migliano, uma das autoras do estudo.

Os investigadores chegaram a estas conclusões ao recolher dados, durante dois anos, em duas comunidades de caçadores-coletores ainda preservadas, uma no Congo e outra nas Filipinas.

ucl.ac.uk

A antropóloga Andrea Migliano

A antropóloga Andrea Migliano

Nestas tribos, homens e mulheres têm igual influência na decisão de onde o grupo vive e com quem vive – homens e mulheres partilham tarefas no cuidado das crianças e contribuem com a mesma quantidade de alimentos.

As descobertas contrariam ainda a ideia de que a igualdade de género é uma invenção recente, sugerindo que tem sido a norma para os seres humanos durante a maior parte do tempo.

“Há esta perceção de que os caçadores-coletores são mais machos ou se trata de um grupo dominado pelo sexo masculino. Mas podemos dizer que foi apenas com o surgimento da agricultura, quando as pessoas começaram a acumular recursos, que a desigualdade começou”, explica Mark Dyble, o antropólogo responsável pelo estudo.

Os dados, sistematizados e confirmados através de um modelo matemático usado para simular a formação de redes de pessoas, mostram que quando as mulheres estão em pé de igualdade com os homens na decisão do sítio onde viver e com quem viver, as redes tendem a ser mais amplas e colaborativas.

“Quando são apenas os homens a decidir com quem viver, o núcleo de qualquer comunidade torna-se uma rede densa de homens, com as suas mulheres em posições periféricas”, referiu o investigador.

Move

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. …por isso é que eram pré-históricos! A diferença entre homem e mulher é fundamental para o funcionamento natural de uma sociedade, aonde cada um tem uma função específica em que pode alcançar a realização plena. Só os/as complexados/as, frustrados/as é que sentem a necessidade de um reconhecimento formal de “igualdade” ou o que isso seja, que não é mais do que uma tentativa de fracturar a sociedade natural…Só assim o Homem evoluiu…Será que estamos a regredir? Há sempre funções que uns e outros, por causa do sexo, desempenham melhor que o do sexo oposto, negar isso é negar a própria natureza! A questão pode-se pôr nas tarefas que não dependem do sexo e que ambos podem desempenhar. Aí será a competência e a sabedoria que deve prevalecer!

RESPONDER

Senado brasileiro aprova projeto que criminaliza a homofobia

O senado brasileiro aprovou um projeto que criminaliza a homofobia. Quem "impedir ou restringir a manifestação razoável de afetividade de qualquer pessoa em local público ou privado aberto ao público", excetuados os templos religiosos, poderá …

Magistrados europeus denunciam destruição do Estado de Direito na Turquia

Os magistrados europeus afirmam que há "sinais muito sombrios na área da justiça", dando o exemplo da Turquia onde há uma "campanha para destruir a independência do poder judicial e o Estado de Direito." A MEDEL …

Câmara de Lisboa terá gastado ilegalmente quatro milhões de euros em obras sem concurso

A Câmara de Lisboa terá gastado ilegalmente quase quatro milhões de euros em obras públicas feitas sem o respetivo concurso. A conclusão é de uma fiscalização do Tribunal de Contas que analisou três empreitadas e concluiu …

Juros da dívida portuguesa atingem mínimo histórico abaixo dos 1%

Os juros da dívida portuguesa atingiram, esta quinta-feira, o valor mais baixo de sempre. Pela primeira vez, ficou abaixo dos 1%, chegando aos 0,995% no prazo a dez anos. Às 9h30 desta quinta-feira, os juros da …

INEM foi chamado duas vezes por engano devido a obra de arte em Lisboa

A polícia, os bombeiros e o INEM foram chamados duas vezes à Calçada do Correio Velho, em Lisboa, por transeuntes que julgaram ver uma pessoa inanimada no chão, por detrás de uma vitrina. Na verdade, trata-se …

Um terço das empresas não pagou impostos. Seriam o dobro se não fosse o PEC

No ano passado, cerca de um terço das empresas portuguesas não pagou impostos. Caso não fosse o PEC, seriam cerca de dois terços das empresas que não pagariam IRC nesse ano. Apesar de ano passado terem …

Bombeiros e INEM mobilizados para novela da SIC

Numa altura em que o risco de incêndio está mais elevado, um forte contingente teve ordens da Proteção Civil para participar nas filmagens de "Flor de sal", uma novela da SIC. Segundo o Jornal de Notícias, …

O seu nome pode chegar a Marte à boleia da missão Mars 2020 da NASA

A NASA acaba de lançar uma campanha que permite que qualquer pessoa possa enviar o seu nome até Marte, sob a forma de um cartão de embarque digitalizado num chip que será incorporado na sua …

PSD treme. Derrota no domingo pode deixar Rio na corda bamba

São poucos os que acreditam que há condições para uma disputa de liderança no PSD. Ainda assim, um resultado abaixo dos 25% nas eleições deste domingo pode ser "o choque com a realidade", que pode …

Morreu Dumbo, o elefante bebé que dançava para turistas. Tinha as pernas partidas

https://vimeo.com/337840706 Dumbo era um elefante bebé do jardim zoológico de Phuket, na Tailândia. O animal morreu com as pernas partidas após ser obrigado a dançar continuamente para divertimento dos turistas. Dumbo, assim como outros elefantes no jardim …