Nanomedicina é uma das esperanças no combate ao cancro

National Cancer Institute / Wikimedia

-

A nanomedicina é uma das esperanças no combate “de precisão” a células cancerígenas, defendem especialistas no dia em que se assinala, em Braga e em 13 países europeus, o segundo Nano World Cancer Day.

Segundo os especialistas, reunidos no Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), a aplicação desta ciência, até há alguns anos mais focada na área da eletrónica e engenharias, na medicina “não é mais ficção científica”.

Alias, referiram, no combate ao cancro e no que concerne o diagnóstico precoce, a nanomedicina tem vindo a assumir especial destaque, sendo por isso uma das áreas de investigação às quais a Europa está a dar “mais atenção e financiamento”, inclusive em Portugal.

“As nanoterapias têm o potencial de permitir a prevenção e detenção precoce, de melhoria de diagnósticos. Além disso, permitem atacar de forma mais exata as células tumorais”, explicou a investigadora Maria José Oliveira, em representação da Plataforma Tecnológica Europeia para a Nanomedicina (ETP-N).

Terapêutica mais eficaz

Apesar dos “nanocomprimidos” conterem os mesmos princípios básicos que a quimioterapia, os investigadores apontam “vantagens” em relação a essa terapêutica. “Os efeitos tóxicos são menores e permitem maior seletividade nas células a atacar. Há um combate mais direcionado. Uma espécie de bala mágica”, explanou Rafael Lopez da Universidade de Santiago de Compostela.

Por isto, apontaram ambos, “a nanomedicina é uma das grandes esperanças no tratamento de cancro e na deteção precoce da doença”.

Além disso, acrescentou o médico do Instituto Português de Oncologia do Porto, Nuno Sousa, “a nanomedicina está a permitir melhorar o índice terapêutico, ter uma maior eficácia da terapêutica aumentando a capacidade de controlar a doença e fazer com que os doentes vivam mais tempo”.

Este ramo da nanotecnologia está a “despertar cada vez mais interesse” ao qual a formação da ETP-N não esta alheio.

“A criação desta plataforma permitiu juntar vários agentes, investigadores, médicos e empresas. Esta aproximação tem permitido uma maximização de esforços e uma maior sensibilização politica, nomeadamente para a questão do financiamento”, referiu Maria José Oliveira.

A investigadora explicou que “a Europa está sensível para a questão dos financiamentos e esta plataforma mostrou que há um corpo europeu de investigação capaz”.

Mais atenção em Portugal

A par da tendência europeia, “também em Portugal a nanomedicina está a ter atenção”, nomeadamente no INL.

“Temos em desenvolvimento vários projetos que trabalham as nanoparticulas copuladas a sistemas de transporte no corpo humano. Outros projetos incidem sobre os métodos de diagnóstico precoce”, referiu o responsável pelo INL José Rivas.

Atualmente existem já cerca de 40 produtos de nanomedicina a serem usados no combate ao cancro estando atualmente em desenvolvimento mais de 230 produtos.

“A nanomedicina é uma oportunidade no combate ao cancro que não pode ser descurada”, avisou Maria José Oliveira.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

INE espanhol está a "espiar" telemóveis para estudo estatístico

Um estudo do INE espanhol está a receber duras críticas por alegadamente infringir a privacidade de dados dos cidadãos. O gabinete irá monitorizar os telemóveis dos espanhóis. O Instituto Nacional de Estatística (INE) de Espanha deu …

Donald Tusk vai presidir o Partido Popular Europeu

O presidente do Conselho da União Europeia (UE) é o único candidato à presidência do Partido Popular Europeu (PPE) e vai suceder no cargo ao francês Joseph Daul. Esta será a primeira vez que um europeu …

EUA. Casal vegan vai ser julgado por homicídio depois da morte do filho de 18 meses

Um casal americano, que segue uma alimentação vegan, vai ser julgado por homicídio depois da morte do filho de 18 meses, por malnutrição. Ambos vão permanecer detidos até à data do julgamento, em dezembro. Segundo noticiou …

Carrinha com 52 migrantes entra em Ceuta após derrubar barreiras fronteiriças

Uma carrinha com 52 migrantes rompeu, esta madrugada, as barreiras fronteiriças entre Marrocos e Espanha para entrar no enclave espanhol de Ceuta, incidente que a Guarda Civil espanhola já está a investigar. A carrinha lançou-se a toda …

Chef que renunciou à estrela Michelin espera sair do Guia em 2020

O chef Henrique Leis, que em julho renunciou à estrela Michelin que o seu restaurante detinha há 19 anos, afirma que o seu "compromisso com a Michelin acabou" e espera não ver renovada a distinção …

Morreu a fadista Argentina Santos

A fadista portuguesa morreu, esta segunda-feira, aos 95 anos de idade. As exéquias realizam-se, a partir das 17h00, na Basílica da Estrela, em Lisboa. A fadista Argentina Santos, que esta segunda-feira morreu aos 95 anos, despediu-se …

Governo apresenta queixa no Ministério Público contra 21 pedreiras

O ministro do Ambiente e da Ação Climática anunciou que 21 pedreiras, de um universo de 185, estão em incumprimento por falta de vedações, exigidas pelo levantamento do Governo, tendo sido apresentada queixa ao Ministério …

Adeus EDP Universal. Vem aí a SU Eletricidade, mas os preços não mudam

A EDP Serviço Universal vai deixar de existir a partir de 15 de Janeiro de 2020. Em seu lugar vai nascer a SU Eletricidade, a nova marca do universo EDP que vai abranger os clientes …

Mais de 41 mil idosos vivem sozinhos ou isolados em Portugal

A Guarda Nacional Republicana (GNR) sinalizou 41.868 idosos a viverem sozinhos ou isolados em todo o país em outubro no âmbito da operação "Censos Sénior", anunciou esta segunda-feira a guarda. Em comunicado, a GNR adiantou ter …

Vai nascer um Pavilhão de Gelo em Lisboa (com apoio do Governo e de fundos públicos)

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, está certo de que, ainda nesta legislatura, vai nascer um Pavilhão do Gelo para a prática de desportos em Lisboa, com apoio de …