Portugueses criam nanomateriais feitos de algas para despoluir água

De algas abundantes no litoral de Portugal, investigadores da Universidade de Aveiro extraíram biopolímeros capazes de remover alguns poluentes da água, como antibióticos ou herbicidas.

Uma equipa de investigadores da Universidade de Aveiro (UA) demonstrou que nanomateriais preparados a partir de biopolímeros extraídos de algas têm a capacidade de remover alguns poluentes da água.

Segundo a equipa de investigação, os biopolímeros extraídos de fontes naturais, como é o caso das algas abundantes no litoral nacional, podem ser “enormes aliados” na remoção de poluentes da água difíceis de eliminar nas estações de tratamento, como antibióticos e outros fármacos, herbicidas e ainda corantes orgânicos utilizados pela indústria.

“O segredo destes adsorventes está no seu pequeníssimo tamanho, inferior a 100 nanómetros, que possibilita uma elevada área de contacto com a água, combinado com os polissacarídeos presentes na sua composição e que são provenientes das algas”, descreve uma nota de imprensa da UA sobre o trabalho científico.

A equipa de investigadores do Departamento de Química da UA e do CICECO — Instituto de Materiais de Aveiro, uma das unidades de investigação da Academia de Aveiro, desenvolveu e patenteou nano-adsorventes magnéticos que, além dos polissacarídeos, são constituídos ainda por um miolo de óxido de ferro (magnetite) que lhes confere características magnéticas e por sílica, com o papel de ligar entre si os ingredientes e de tornar os materiais insolúveis na água.

Entre os vários poluentes estudados, está o ciprofloxacina, antibiótico utilizado no tratamento de várias infeções, que pode ser encontrado nas águas residuais, devido à inadequada eliminação de medicamentos não usados ou à metabolização incompleta deste medicamento em humanos.

“Os nano-adsorventes sintetizados apresentam uma eficácia de remoção entre 30 a 90 por cento desse antibiótico, sendo possível remover até 1350 miligramas de ciprofloxacina usando um grama de adsorvente”, explicam os investigadores.

Os adsorventes podem ser regenerados e reutilizados, o que representa uma vantagem económica acrescida e, de acordo com fonte académica, “algumas empresas já mostraram interesse e estão a testar estes materiais na remoção de diferentes contaminantes”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Michael Jackson era "doente mental" e uma pessoa "perturbadora", diz Elton John

Elton John defende na sua autobiografia que Michael Jackson era "verdadeiramente doente mental" e uma pessoa "perturbadora", recordando os encontros que teve com o rei da pop, falecido em junho de 2009. O músico britânico escreveu …

Ronaldo não sai da Juventus antes de 2022

O diretor desportivo da Juventus afirmou esta segunda-feira que tem a certeza de que Cristiano Ronaldo vai ficar na Juventus até ao final do contrato, em junho de 2022. "Cristiano Ronaldo neste momento está muito concentrado …

Sem transmissão televisiva, público nem golos. Jogo histórico entre Coreias foi "fantasma"

O histórico jogo de futebol entre a Coreia do Norte e do Sul, treinada por Paulo Bento, disputado 29 anos depois, em Pyongyang, terminou esta terça-feira sem golos e com os dois países igualados na …

Agente da seguradora desmente Rosa Grilo. Arguida sabia de todos os seguros do marido

O agente que celebrou os seguros com Luís e Rosa Grilo disse esta terça-feira em tribunal que a arguida conhecia as seis apólices contratualizadas, incluindo os valores, as condições e as coberturas, desmentindo a versão …

Renovação do Cartão de Cidadão poderá sofrer atrasos nos próximos dias

Os serviços de renovação do Cartão de Cidadão podem sofrer interrupções devido a atualizações informáticas nas próximas semanas. Os serviços de renovação online do Cartão de Cidadão e de atendimento nos Espaços Cidadão podem vir a …

Procuradora do caso Alcochete castigada com multa de meio salário

A procuradora encarregada do caso Alcochete, Cândida Vilar, foi condenada a 15 dias de multa, por falta de zelo na acusação do ataque à academia do Sporting. Todos os membros do plenário do Conselho Superior do …

Ateneu de Lisboa perdeu exemplar raro de "Os Lusíadas"

Um exemplar raro da obra "Os Lusíadas", avaliado em 100 mil euros, desapareceu do Ateneu Comercial de Lisboa. Segundo o Observador, que cita o jornal i, desapareceu do Ateneu Comercial de Lisboa um exemplar raro da …

Pais da bebé Matilde ajudaram Tomás a tratar cancro nos ossos

Tomás Leal, de 5 anos, tal como a irmã, Marta, de 9 anos, sofre de cancro nos ossos. Os pais recorreram à Clínica Universidad de Navarra, em Espanha, para uma solução médica que evite …

Já é conhecido o novo Governo. Há mais mulheres e cinco novos ministros

António Costa levou esta tarde os nomes do novo Governo que foram validados pelo Presidente da República. Costa quis deixar o assunto encerrado antes de partir para o Conselho Europeu de quinta e sexta-feira. A …

Relação de Lisboa reconhece insónias como motivo para indemnização

Uma empresa foi obrigada a indemnizar três funcionários que tinham sido despedidos e a reintegrá-los. A Relação de Lisboa considerou que os trabalhadores "passaram a andar deprimidos e ansiosos, dormindo mal" e por esse motivo …