Nacional e Farense descem de divisão. Santa Clara assegura Europa

Eduardo Costa / Lusa

Esta quarta-feira, dia em que se jogou a 34.ª e última jornada do campeonato, ficou fechado tudo o que faltava decidir na I Liga. Nacional e Farense vão descer de divisão, enquanto o Santa Clara garantiu a presença na fase de qualificação para a nova Liga Conferência Europa.

O Santa Clara assegurou, esta quarta-feira, a presença na fase de qualificação para a Liga Conferência Europa, a nova competição da UEFA, ao receber e golear o Farense por 4-0, ditando a descida da equipa algarvia à II Liga.

Os açorianos tinham de obter um resultado melhor do que o Vitória de Guimarães para garantirem o sexto posto, tendo cumprido o seu papel, ao baterem os algarvios com golos de Cryzan (33 minutos), Hidemasa Morita (45), Allano (59) e Carlos Júnior (63).

Os vimaranenses perderam em casa por 1-3 com o Benfica, com um bis de Seferovic (aos 48 e 58 minutos) e um tento do brasileiro Everton (aos 90+1). Jorge Fernandes ainda faturou para os locais, aos 63.

Com esta vitória, o Santa Clara fechou o campeonato no sexto posto, com 46 pontos, enquanto o Farense baixa à II Liga, terminando o campeonato na 17.ª e penúltima posição, com 31.

É a primeira vez na sua história que os açorianos conquistam o passaporte para as competições europeias. No final do jogo, o treinador Daniel Ramos não escondeu a felicidade por este bom momento da equipa.

“Estou muito satisfeito pela classificação e pelo objetivo que não estávamos à espera inicialmente. Este momento é único para muitos. Felizmente já tive possibilidade e por isso mesmo vamos continuar a saborear. Esperamos que o futuro seja muito sorridente para nós. Esta alegria que eles têm passou para mim”, afirmou à Sport TV, citado pelo jornal desportivo A Bola.

No Funchal, o Rio Ave venceu por 2-1 na visita ao lanterna-vermelha Nacional, já despromovido ao segundo escalão, mas vai ter de disputar o play-off de manutenção com o terceiro colocado da II Liga.

Os madeirenses ainda se adiantaram no marcador aos 11 minutos, com um golo do brasileiro Dudu, mas a equipa de Vila do Conde chegou ao empate aos 51, através do canarinho Aderllan Santos. Carlos Mané, aos 90+4, deu a volta ao resultado e garantiu os três pontos para o Rio Ave, que pôs fim a uma série de 11 jogos sem vencer.

Os vila-condenses terminam o campeonato no 16.º lugar, com 34 pontos, e vão ter agora de disputar o play-off para tentar evitar a descida de divisão. Já o Nacional, último classificado com 25, já tinha a despromoção garantida e somou a terceira derrota seguida.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.