Museu chinês causa revolta ao comparar pessoas negras a macacos em exposição

A exposição “This is Africa”, do premiado fotógrafo chinês Yu Huiping, na qual o artista compara pessoas negras a macaco, lançou a indignação nas redes sociais e uma onda de protestos.

De acordo com um comunicado enviado à imprensa, as fotografias, que estavam expostas no Museu Provincial de Hubei, em Wuhan, foram removidas do local esta semana, após diversos protestos e acusações de racismo.

Entre as diversas imagens a comparar expressões humanas com a de animais, há uma foto de um jovem africano a olhar por cima do ombro ao lado de uma foto de um macaco, na mesma pose. Há também uma fotografia na qual uma criança com a boca aberta é colocada ao lado de um chimpanzé.

A exposição, que começou há três semanas e deveria encerrar brevemente, recebeu a visita de mais de 170 mil pessoas. Yu Huiping, um premiado fotógrafo e bastante conhecido no meio artístico chinês, não comentou o caso.

Segundo o New York Times, o curador da exposição, Wang Yuejun, afirmou que pendurar fotografias de pessoas ao lado de animais foi ideia dele e não do fotógrafo Yu Huiping.

“O principal público-alvo da exposição é de maioria chinesa”, disse Wang Yuejun, acrescentando que as comparações entre pessoas e animais são comuns na China e frequentemente vistas como um elogio.

O curador disse que muitos visitantes da exposição admiram os animais familiares, que fazem parte do zodíaco chinês. “Em muitos provérbios chineses, os animais são venerados e elogiados”, disse Wang.

Ainda segundo o NYT, o “racismo casual” também é comum na China, que considera um país diverso com mais de mil milhões de habitantes – agora uma potência mundial, depois de décadas de isolamento internacional.

O jornal afirma que o poderio chinês, que entre outras coisas tornou a China o maior parceiro comercial dos países africanos, causou maior interação com estrangeiros, o que tem causado situações de racismo no país.

ZAP // Hypeness / nytimes

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Parece-me um pouco abusivo sempre que aparece uma pessoa negra em qualquer coisa, dizer-se logo que é racismo.
    No contexto do título da exposição, parece-me ainda mais abusivo chamar-se racismo, já que África é maioritariamente composta por pessoas de raça negra.
    Já vi noutras situações a comparação de gestos/imagens de pessoas de cor branca com gestos/imagens de animais, e ninguém reclamou racismo (experimentem a procurar na web por “comparar pessoa com animal” )!
    Parece-me que o problema é o inverso, pois desta forma, estão a rotular as pessoas negras de uns coitadinhos que precisam de ser ajudados, e então qualquer coisa dizem logo que é racismo.
    Assim, sugiro, que seja mudada a mentalidade, e que tratem as pessoas efectivamente como pessoas, independentemente cor ou da raça!

  2. Outros títulos deste mesmo artigo: “Outrage as museum depicts African people next to animals ”
    1º – O fotógrafo juntou numa mesma moldura o retrato de uma pessoa africana com um animal africano. Existem diversos animais, tais como girafa, leão, elefante, etc.
    2º – O título do artigo é enganador como é hábito para estimular manifestações conflituososas por parte dos leitores, dado que o fotógrafo não comparou pessoas negras a macacos.
    3º – Não existe qualquer indício de racismo nesta exposição.

  3. Será que os “bem aventurados simples” que ganharam o redil do “politicamente correcto, também se insurgiram com as comparações com um leão (pela ferocidade), uma girafa (pela língua preta) ou um elefante (por “trombudo”)?

  4. Ver racismo nesta exposição só mesmo da parte de pessoas complexadas e de fraca mentalidade. Se os retratos utilizados fossem de pessoas brancas ou amarelas não haveria certamente qualquer problema. Até quando vamos permitir que qualquer coisa que envolva pretos seja abusivamente classificada de racista? Se me apresentarem um branco e eu não gostar dele, é normal, pois não temos que gostar de toda a gente. Mas se for um preto e eu não gostar dele, estou lixado, passo a ser racista…

  5. espero que os angolana continuem a bater nas costas dos chineses e a darem-lhe studo em troca de uns dolares.
    é assim que os chineses vêm os pretos em africa, autenticos animais.

Responder a MR Cancelar resposta

Academia de Alcochete passa a chamar-se Academia Cristiano Ronaldo

A Academia do Sporting vai passar a ter o nome de Cristiano Ronaldo, futebolista formado no clube, como forma de homenagear o “melhor jogador português de todos os tempos”, anunciou esta segunda-feira o emblema lisboeta. “O …

Desemprego volta a aumentar. Há 409 mil inscritos nos centros de emprego

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego aumentou 34,5% em agosto em termos homólogos e 0,5% face a julho, segundo dados divulgados esta segunda-feira pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP). De acordo …

"Exercício de poder político brutal". Biden critica substituição no Supremo antes das presidenciais

O candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, afirmou hoje que substituir a juíza Ruth Bader Ginsburg no Supremo antes das eleições presidenciais é um "exercício de poder brutal" e apelou aos republicanos moderados para …

DGS vai recomendar uso de máscara no exterior quando não houver distanciamento

A DGS vai recomendar o uso de máscara em espaços exteriores movimentados quando não for possível garantir o distanciamento social, disse esta segunda-feira a Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, em conferência de imprensa. "Vai sair …

Crianças com cancro devem ir à escola por não terem riscos acrescidos, diz IPO

As crianças com cancro devem ir à escola por não terem riscos acrescidos de contrair o novo coronavirus na generalidade dos casos, esclareceu, esta segunda-feira, o Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa. "Neste momento, não …

Estados Unidos. Pais deixam filho na escola sabendo que tinha covid-19

Um estudante infetado com covid-19 foi levado para a escola pelos pais em Massachusetts, nos Estados Unidos. Como resultado, 28 estudantes ficaram de quarentena. Os pais de um aluno de uma escola do estado norte-americano de …

Bale assume que Mourinho foi uma das principais razões para voltar ao Tottenham

O internacional galês admitiu que o treinador português foi uma das principais razões que o fez voltar ao Tottenham. Em entrevista à estação televisiva britânica BT Sport, conduzida pelo antigo avançado Peter Crouch, Gareth Bale afirmou …

Portugal regista 623 novos casos e oito óbitos. Lisboa com 70% das novas infeções

Portugal contabiliza esta segunda-feira mais oito mortos relacionados com o novo coronavírus (covid-19) e 623 novos casos de infeção, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). No que respeita a novos casos, deu-se um …

Paulo Cafôfo, o "guardião dos valores", é o novo líder do PS/Madeira

Paulo Cafôfo, o novo líder do PS/Madeira, assumiu-se como um "guardião dos valores de um partido que não se deixa vergar". O novo líder do PS/Madeira, Paulo Cafôfo, afirmou este domingo que vai estar "sempre contra" …

Médicos querem divulgação urgente da Estratégia Outono-Inverno (e defendem máscara na rua)

Além da divulgação urgente da Estratégia Outono-Inverno, a Ordem dos Médicos solicita uma atualização das normas e orientações técnicas da Direção-Geral da Saúde (DGS). A Ordem dos Médicos defende a divulgação urgente da Estratégia Outono-Inverno para …