Mulheres otimistas vivem mais tempo, revela estudo

As mulheres que têm uma visão mais otimista da vida podem viver mais tempo do que aquelas que têm uma visão “mais escura” do mundo, sugere um estudo realizado por cientistas da Universidade de Harvard, nos EUA.

Os cientistas analisaram dados do Nurses Health Study, que recolhe informações sobre as enfermeiras desde 1976. O estudo entrevistou mulheres sobre a sua saúde física e mental, bem como os seus hábitos relacionados com a dieta, exercício, tabaco e bebidas alcoólicas.

A partir de 2004, a pesquisa acrescentou uma pergunta sobre o otimismo. A partir desse ano, até 2012, as cientistas analisaram o que as participantes disseram sobre o otimismo e tentaram entender como é que isso se relacionava com as outras respostas e a saúde das entrevistadas.

Através da análise do “modo de vida” de cerca de 70 mil mulheres, os especialistas descobriram que as mais otimistas foram significativamente menos propensas a morrer de cancro, doenças cardíacas, doenças respiratórias ou infeções durante o período de estudo.

“As pessoas otimistas tendem a agir de maneiras mais saudáveis – ou seja, praticar mais exercício, dietas mais saudáveis, dormir melhor – o que reduz o risco de morte”, disse uma das principais autoras do estudo, Kaitlin Hagan, da Universidade de Harvard.

“O otimismo também pode ter um impacto direto no nosso funcionamento biológico. Outros estudos mostraram que um maior otimismo está relacionado com menor inflamação, níveis de lipidios mais saudáveis e antioxidantes mais elevados”, acrescentou Hagan.

Uma limitação do estudo é a possibilidade de que, em alguns casos, possam ser os próprios problemas de saúde a causar uma falta de otimismo nas mulheres.

O estudo não incluiu homens, mas investigações anteriores revelaram que a ligação entre o otimismo e saúde é semelhante para ambos os sexos, disse outro autor do estudo, Eric Kim.

Apesar da falta de homens no estudo, publicado no Jornal Americano de Epidemiologia, os resultados ainda sugerem que pode valer a pena promover esforços de saúde pública focados no otimismo.

“O pensamento negativo não é a causa ou o único contribuinte para as doenças. A mentalidade é apenas um fator, mas os resultados do estudo indicam que é significativo e não pode ser ignorado”, disse Susan Albers, psicóloga da Cleveland Clinic, em Ohio, que não está envolvida no estudo.

Outros estudos revelam que o otimismo pode (e deve) ser aprendido através de um treino diário. E, no final, só tem a ganhar em qualidade de vida.

BZR, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Governo disponível para retomar reuniões no Infarmed (mas nega falta de informação)

O Governo manifestou esta quinta-feira “abertura para retomar as reuniões” no Infarmed sobre o ponto de situação da epidemia de covid-19, mas rejeitou falhas na informação ao parlamento e aos partidos. Na conferência de imprensa do …

Israel e Emirados Árabes Unidos alcançam "acordo histórico" mediado pelos Estados Unidos

O Presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou esta quinta-feira que Israel e os Emirados Árabes Unidos concordaram em estabelecer relações diplomáticas plenas, como parte de um acordo para impedir a anexação israelita de terras ocupadas pelos …

Em contingência, Câmaras de Lisboa passam a definir horários do comércio. O (pouco) que muda este sábado

A generalidade de Portugal continental continuará em situação de alerta e a Área Metropolitana de Lisboa em situação de contingência até ao final do mês devido à pandemia de covid-19, anunciou o Governo. Segundo explicou esta …

Três meses depois do anúncio, o apoio de emergência às Artes ainda não chegou

Cinquenta das 311 entidades abrangidas pela Linha de Apoio de Emergência às Artes, dotada de 1,7 milhões, ainda não tinham esta quinta-feira recebido o valor que lhes foi atribuído, três meses depois do anúncio dos …

Avaliação dos professores, "mock exams" e testes no outono. Britânicos podem "escolher" as próprias notas

O Governo britânico deu aos estudantes de liceu três alternativas diferentes para obterem o resultado das suas avaliações deste ano letivo, que foi atípico devido à pandemia de covid-19. De acordo com o jornal britânico The …

Governo reitera que não há exceções para a Festa do Avante. Críticas multiplicam-se

A ministra de Estado e da Presidência destacou que o Governo “não tem competências legais ou constitucionais” para proibir iniciativas políticas como a Festa do Avante!, mas salientou que não serão admitidas exceções às regras. Na …

Trabalhadores que estiveram em lay-off durante pelo menos 30 dias também vão ter bónus

O Conselho de Ministros aprovou um decreto-lei que clarifica que os trabalhadores que estiveram em lay-off por mais de 30 dias consecutivos, mesmo sem completar um mês civil, vão receber o complemento de estabilização. "Criado com …

Marcelo pede tolerância zero contra o racismo (e pede “sentido nacional” a Governo e oposição)

O Presidente da República recomendou esta quinta-feira aos democratas “tolerância zero” e “sensatez” para combater o racismo, ao comentar as ameaças de que foram alvo três deputadas e outros sete ativistas. “Os democratas devem ser muito …

43% das escolas no mundo sem condições de higiene para reabertura segura

Mais de 40% das escolas no mundo não têm acesso a condições básicas de higiene, como água para lavar as mãos e sabão, aumentando os riscos de reabertura no contexto da pandemia de covid-19, alertam …

Mais seis mortes, 325 novos casos e 237 recuperados

Portugal regista esta quinta-fira mais seis mortes por covid-19, 325 novos casos de infeção e mais 237 pessoas dadas como recuperadas em relação a quarta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo …