Mosquitos tropicais estão a chegar ao Mediterrâneo

James Gathany / CDC

Um mosquito tigre (Aedes Albopictus) na pele humana

Um mosquito tigre (Aedes Albopictus) na pele humana

As alterações climáticas e o aumento da temperatura média na bacia do mediterrâneo estão a trazer para esta região mosquitos tradicionalmente de zonas tropicais, alguns perigosos transmissores de doenças, como o “mosquito-tigre” (Aedes Albopictus), alertam as autoridades de saúde.

Um relatório publicado em Novembro pelo Centro Europeu para a Prevenção e o Controlo das Doenças traça um “mapa de risco” da transmissão de doenças pelo Aedes Albopictus na Europa, lembrando que nos últimos anos foram confirmados centenas de casos de chikungunya em Itália e de dengue na Croácia e em França.

Sendo um vector (transmissor) de dengue menos efectivo que o Aedes Aegypti (conhecido como mosquito da dengue), a sua chegada à Europa, devido à globalização do comércio e das viagens, facilitada pelas alterações climáticas, está a ser acompanhada de perto pelas autoridades de saúde.

António Tavares, Delegado de Saúde Regional de Lisboa e Vale do Tejo, disse à agência Lusa que, embora ainda não tenha sido detectado em Portugal, há uma grande atenção a este vector, uma vez que foi identificada a sua presença na zona de Barcelona (Espanha).

A Rede de Vigilância de Vetores (Revive) tem um papel fundamental na prevenção destas doenças, disse, lembrando os alertas lançados sobre a possibilidade de aparecimento de dengue na Madeira provocado pelo Aedes Aegypti, como veio a acontecer.

“Durante mais de cinco anos detectou-se o vector, devido às ligações da Madeira a África e à América do Sul. Basta um doente e torna-se uma cadeia incontrolável”, alertou, sublinhando que estas são doenças transmissíveis, ao contrário do que acontece com outras como os enfartes.

A gravidade das doenças transmitidas por vectores é tal que a Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou como tema para o Dia Mundial da Saúde 2014 (07 de Abril) “Pequenas criaturas, grandes ameaças“.

“É um tema muito actual”, disse António Tavares à Lusa, sublinhando que, pela forma de transmissão, rapidamente a doença se transforma em pandemia.

“No século XX, a doença que mais matou foi a gripe e não a SIDA, designada como doença do século. As pessoas não estão muito despertas para isto”, disse, lembrando que “em África morre uma criança em cada minuto de malária” e que o dengue é a doença que mais tem crescido nos últimos anos (40 por cento da população mundial está em risco).

A Revive, criada em 2008, tem permitido melhorar o conhecimento das espécies de vectores existentes em Portugal, esclarecer o seu papel como agentes transmissores de doença e detectar a introdução de espécies invasoras.

Além da vigilância durante todo o ano em portos e aeroportos, as equipas da rede fazem recolhas em vários pontos do país, entre Maio e o final de Outubro, sobretudo em zonas húmidas e pantanosas, sabendo que a larva se desenvolve em locais que contenham água (buracos, pedras, bambus, bromélias, latas, pneus).

As equipas que andam no terreno recolhem amostras (de mosquitos mas também de carraças) que verificam depois se estão infectadas, permitindo detectar atempadamente qualquer alteração na abundância, na diversidade e papel de vector, de modo a que sejam tomadas medidas.

António Tavares sublinhou que às medidas preventivas tomadas pelas autoridades se devem juntar cuidados básicos de prevenção, como o uso de repelentes e de mosquiteiros por parte das populações e recurso à consulta do viajante e a vacinas (contra a febre amarela) quando em viagem para países de maior risco.

Por outro lado, alerta para a necessidade de os médicos fazerem a notificação de todos os casos de que tomam conhecimento, lamentando que a obrigatoriedade só exista para a febre-amarela e a malária.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Para as criaturas marinhas, as doenças infecciosas são a sentinela da mudança

Uma recente investigação analisou as mudanças nas doenças relatadas em espécies submarinas num período de 44 anos. A conclusão não surpreende: a saúde dos oceanos está a piorar a passos largos. A compreensão das tendências oceânicas …

Solidariedade e ambiente. Nos EUA, já é possível doar as suas peças Lego

Nunca somos demasiado velhos para brincar com peças Lego. No entanto, se estiver a ficar sem espaço para as arrumar e estiver à procura de uma forma de garantir que os seus blocos acabam em …

Eis os primeiros smartphones pensados e fabricados em África

https://vimeo.com/365789486 No Ruanda nasceram os primeiros rebentos do grupo Mara, que anunciou o lançamento dos seus dois primeiros smartphones. São os primeiros a serem totalmente fabricados em África. Estes são os dois primeiros smartphones totalmente fabricados em …

Siza Vieira recebe Grande Prémio da Academia de Belas-Artes francesa

O arquitecto Álvaro Siza Vieira recebeu o Grande Prémio de Arquitetura da Académie des Beaux-Arts, pelo conjunto do seu percurso, no valor de 35 mil euros. “É uma grande honra, porque é um prémio importante. É …

Para os jovens refugiados, um telemóvel pode ser tão importante quanto comida ou água

Entre 2015 e 2018, mais de 200.000 jovens não acompanhados reivindicaram asilo na Europa. Muitos deles, agora na União Europeia, têm uma coisa em comum: os seus smartphones. Não são apenas ferramentas para entretenimento nem uma …

Cientistas observaram pela primeira vez porcos a usar ferramentas

Uma equipa de cientistas registou pela primeira vez uma família de javalis das Visayas, num jardim zoológico em Paris, a usar paus para cavar e construir ninhos. Os porcos não gostam só de chafurdar na lama …

Transição verde: o mundo tem muito a aprender com uma pequena cidade na Islândia

Uma pequena cidade no norte da Islândia tornou-se quase neutra em dióxido de carbono (CO2). Uma equipa de cientistas viajou até ao país insular nórdico para descobrir como podemos aprender com esta cidade. Atualmente, as cidades …

Adolfo Mesquita Nunes não será candidato à liderança do CDS

Adolfo Mesquita Nunes anunciou este domingo que não será candidato à liderança do CDS. A garantia foi deixada pelo próprio, na sua página pessoal de Facebook, depois de ter sido desafiado por António Pires de …

Afastado desde a noite eleitoral, Rui Rio volta para lançar suspeitas sobre a RTP

Afastado dos holofotes desde a noite eleitoral e sem dizer se se vai recandidatar à liderança do PSD, Rui Rio recorreu ao Twitter para comentar as suas suspeitas sobre a RTP. O líder social-democrata recorreu às …

Iniciativa Liberal vai votar contra programa de Costa

O deputado eleito do Iniciativa Liberal vai votar contra o Programa de Governo, e revela que as suas primeiras propostas serão de desagravamento fiscal perante um Parlamento onde se quer sentar ao meio, "o mais …