Mosquitos tropicais estão a chegar ao Mediterrâneo

James Gathany / CDC

Um mosquito tigre (Aedes Albopictus) na pele humana

Um mosquito tigre (Aedes Albopictus) na pele humana

As alterações climáticas e o aumento da temperatura média na bacia do mediterrâneo estão a trazer para esta região mosquitos tradicionalmente de zonas tropicais, alguns perigosos transmissores de doenças, como o “mosquito-tigre” (Aedes Albopictus), alertam as autoridades de saúde.

Um relatório publicado em Novembro pelo Centro Europeu para a Prevenção e o Controlo das Doenças traça um “mapa de risco” da transmissão de doenças pelo Aedes Albopictus na Europa, lembrando que nos últimos anos foram confirmados centenas de casos de chikungunya em Itália e de dengue na Croácia e em França.

Sendo um vector (transmissor) de dengue menos efectivo que o Aedes Aegypti (conhecido como mosquito da dengue), a sua chegada à Europa, devido à globalização do comércio e das viagens, facilitada pelas alterações climáticas, está a ser acompanhada de perto pelas autoridades de saúde.

António Tavares, Delegado de Saúde Regional de Lisboa e Vale do Tejo, disse à agência Lusa que, embora ainda não tenha sido detectado em Portugal, há uma grande atenção a este vector, uma vez que foi identificada a sua presença na zona de Barcelona (Espanha).

A Rede de Vigilância de Vetores (Revive) tem um papel fundamental na prevenção destas doenças, disse, lembrando os alertas lançados sobre a possibilidade de aparecimento de dengue na Madeira provocado pelo Aedes Aegypti, como veio a acontecer.

“Durante mais de cinco anos detectou-se o vector, devido às ligações da Madeira a África e à América do Sul. Basta um doente e torna-se uma cadeia incontrolável”, alertou, sublinhando que estas são doenças transmissíveis, ao contrário do que acontece com outras como os enfartes.

A gravidade das doenças transmitidas por vectores é tal que a Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou como tema para o Dia Mundial da Saúde 2014 (07 de Abril) “Pequenas criaturas, grandes ameaças“.

“É um tema muito actual”, disse António Tavares à Lusa, sublinhando que, pela forma de transmissão, rapidamente a doença se transforma em pandemia.

“No século XX, a doença que mais matou foi a gripe e não a SIDA, designada como doença do século. As pessoas não estão muito despertas para isto”, disse, lembrando que “em África morre uma criança em cada minuto de malária” e que o dengue é a doença que mais tem crescido nos últimos anos (40 por cento da população mundial está em risco).

A Revive, criada em 2008, tem permitido melhorar o conhecimento das espécies de vectores existentes em Portugal, esclarecer o seu papel como agentes transmissores de doença e detectar a introdução de espécies invasoras.

Além da vigilância durante todo o ano em portos e aeroportos, as equipas da rede fazem recolhas em vários pontos do país, entre Maio e o final de Outubro, sobretudo em zonas húmidas e pantanosas, sabendo que a larva se desenvolve em locais que contenham água (buracos, pedras, bambus, bromélias, latas, pneus).

As equipas que andam no terreno recolhem amostras (de mosquitos mas também de carraças) que verificam depois se estão infectadas, permitindo detectar atempadamente qualquer alteração na abundância, na diversidade e papel de vector, de modo a que sejam tomadas medidas.

António Tavares sublinhou que às medidas preventivas tomadas pelas autoridades se devem juntar cuidados básicos de prevenção, como o uso de repelentes e de mosquiteiros por parte das populações e recurso à consulta do viajante e a vacinas (contra a febre amarela) quando em viagem para países de maior risco.

Por outro lado, alerta para a necessidade de os médicos fazerem a notificação de todos os casos de que tomam conhecimento, lamentando que a obrigatoriedade só exista para a febre-amarela e a malária.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Concorrência quer novas regras para fidelizações nas telecomunicações

A Autoridade da Concorrência (AdC) quer mudanças nas regras impostas pelas operadoras de telecomunicações nos contratos de fidelização. Segundo um relatório da AdC, ao qual o Jornal de Negócios teve acesso e que será esta segunda-feira …

Se Trump fosse julgado perante um júri, seria condenado "em três minutos"

Caso o processo de impeachment avance, e Trump seja apresentado perante um júri, Jerry Nadler acredita que o presidente norte-americano seria considerado culpado "em três minutos". O presidente da comissão de Justiça da Câmara dos Representantes, …

Sangue, lágrimas e crianças escoltadas na primeira despromoção da história do Cruzeiro

O Cruzeiro desceu de divisão pela primeira vez na sua história. O último jogo do campeonato, que selou a despromoção, ficou marcado por episódios violentos entre adeptos e polícia. O cenário vivido no 'Mineirão', este domingo, …

Movimento "Convergência" prepara moção para convenção do Bloco (mas rejeita cisão)

Largas dezenas de elementos do Bloco de Esquerda (BE) estiveram reunidos para preparar uma moção para apresentar na próxima convenção do partido, mas rejeitam estar a criar uma nova tendência ou a preparar uma cisão. João …

Empresário lesou Fisco em 60 milhões, mas não tem de devolver nada

Um empresário do setor do ouro condenado a sete anos de prisão por fraude fiscal agravada não terá de devolver nenhuma parte dos 60 milhões de euros de prejuízo que deu ao Estado por não …

Maioria das pistolas Glock roubadas da PSP pode ter estado sempre com a polícia

Luís Gaiba defende que a contagem do armamento não estava atualizada e que, por isso, a maioria das armas alegadamente desaparecidas pode nunca ter saído da posse da polícia. O agente Luís Gaiba, suspeito do roubo …

Rússia banida dos Jogos Olímpicos e Mundiais por quatro anos

A Rússia foi banida, esta segunda-feira, de Jogos Olímpicos e Mundiais por quatro anos, na sequência de uma decisão, tomada por unanimidade, do comité da AMA que avalia o cumprimento dos regulamentos. A Rússia foi excluída dos …

Governo chinês bane compras públicas de computadores e software estrangeiros

O Governo chinês ordenou que todos os escritórios governamentais e instituições públicas removam computadores e software estrangeiros, ao longo dos próximos três anos, depois da decisão de Washington de banir aquisição de equipamentos da Huawei. A …

Arbitragem, relvado e azar. Sérgio Conceição explica deslize com o Belenenses

Desde a arbitragem ao relvado e de o azar à falta de discernimento, Sérgio Conceição explicou o empate contra o emblema de Belém. A equipa de arbitragem foi a principal visada. O FC Porto não foi …

A nova primeira-ministra da Finlândia é a pessoa mais nova de sempre a ocupar o cargo

A ministra dos Transportes da Finlândia, de 34 anos, foi escolhida para ser a próxima primeira-ministra do país, o que fará dela a pessoa mais nova de sempre — e terceira mulher — a ocupar …