Morreu Maya Plisetskaya, a eterna diva do Bolshoi

Mikhail Ozerskiy / Wikimedia

Maya Plisetskaya no "Romeu e Julieta" de Sergei Prokofyev em 1961

Maya Plisetskaya no “Romeu e Julieta” de Sergei Prokofyev em 1961

A bailarina e coreógrafa russa Maya Plisetskaya, considerada uma das referências da dança do século XX, morreu este sábado em Munique, aos 89 anos, em consequência de um ataque cardíaco, revelou o diretor do Teatro Bolshoi.

Maya Plisetskaya nasceu em Moscovo em 1925 no seio de uma família com ligações às artes, em particular à dança, que começou a praticar aos três anos. Aos nove anos ingressou no Bolshoi Ballet School e aos 18 anos foi eleita primeira bailarina daquele teatro.

Considerada a criadora de algumas das inovações coreográficas e interpretativas mais importantes das últimas décadas, Maya Plisetskaya dançou durante meio século, sendo “A morte do cisne”, “Bela Adormecida” e uma versão moderna para “Bolero”, de Ravel, algumas das interpretações mais memoráveis.

Yury Grigorovich, Roland Petit e Alberto Alonso foram alguns dos coreógrafos que criaram coreografias para Maya Plisetskaya. No dia do 70º. aniversário, em 1995, a bailarina estreou a coreografia “Ave Maya”, que Maurice Béjart criou para ela.

Oriunda de uma família judia, o pai foi morto pelo regime de Estaline em 1938 e a mãe foi enviada para trabalhos forçados no Cazaquistão, acusada de traição à União Soviética.

Nos anos 1990, Maya Plisetskaya obteve nacionalidade espanhola depois de ter dirigido o Ballet Clássico Nacional de Espanha.

Em 2005 foi distinguida com o Prémio Príncipe das Astúrias das Artes de Espanha. O júri do prémio sublinhava a importância do trabalho de Maya Plisetskaya: “Transformou a dança numa forma de poesia em movimento“.

Antes, a bailarina tinha sido diretora artística do Ballet Ópera de Roma. Em 1994 fundou o Ballet Imperial Russo.

Maya Plisetskaya vivia na Alemanha desde a década de 1990 e era casada com o compositor Rodion Shchedrin.

grigorymumrikov / Flickr

Maya Plisetskaya em 2010

Maya Plisetskaya em 2010

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Pandemia já matou quase tantos norte-americanos como a gripe espanhola

A covid-19 já matou quase tantos norte-americanos, no último ano e meio, como a gripe espanhola, entre 1918 e 1919, de acordo com dados esta terça-feira divulgados pela Universidade Johns Hopkins. Embora o aumento das novas …

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: A sexta, a bonança e um festival de juventude

O pleno das águias, o regresso do campeão às vitórias e um dragão jovem com chama alta. As frases e os números da semana. Visto da Linha de Fundo. A prática de Darwin SL Benfica 3 …

Autoeuropa retoma hoje produção após paragem face à crise dos semicondutores

Falta de semicondutores tem sido uma constante, apesar da melhora da situação pandémica, face ao atraso dos países asiáticos no que concerne à vacinação, o que obriga à paragem das fábricas responsáveis pelo fabrico das …

Os smartphones avariam mal acaba a garantia? Portugal e a UE estão a lutar contra a obsolescência programada

As empresas criam os telemóveis para avariarem pouco depois de acabar a garantia - mas a União Europeia e várias associações estão a lutar contra o desperdício e a tentar proteger os direitos do consumidor. É …

Lava do vulcão de La Palma está a escorrer em direção ao mar aumentando o risco de gases tóxicos

O vulcão Cumbre Vieja na ilha de La Palma, nas Canárias, que entrou em erupção no domingo, tem uma nova boca eruptiva, o que obrigou a evacuar mais habitações, informaram as autoridades. De acordo como Plano …

Adesão ao IVAucher quase duplicou no último mês - mas restauração quer mais medidas

No último mês, quase duplicou o número de contribuintes que se inscreveu no programa que permitirá rebater os descontos acumulados no âmbito da iniciativa IVAucher. De acordo com o Jornal de Notícias, a 23 de agosto, …

Tribunal Europeu dos Direitos Humanos culpa Rússia pelo assassinato de Alexander Litvinenko

Decisão remonta ao incidente de novembro de 2006, que ocorreu num hotel londrino, seis anos após o dissidente político se ter mudado para o Reino Unido, precisamente para fugir às ameaças do regime de Vladimir …

"Tratam-nos assim por causa da cor da nossa pele". Polícias nos EUA filmados a chicotear migrantes

Fotos e vídeos mostram polícias na fronteira a carregar contra migrantes e a usar objectos semelhantes a chicotes. A Casa Branca já condenou a situação e promete que vai investigar o sucedido. Pareciam imagens do tempo …

Benfica: a principal ameaça na Liga dos Campeões será Darwin

Pelo menos é a visão catalã. Benfica é o próximo adversário do Barcelona. Mais um jogo, mais uma vitória. O Benfica só sabe ganhar no campeonato português, para já, e na noite passada venceu em casa …

Estado vai financiar formação de funcionários públicos em universidades e politécnicos

Verbas destinadas ao projeto provêm do Orçamento do Estado e do Plano de Recuperação e Resiliência — cerca de 600 milhões. O Estado vai financiar, inteira ou parcialmente, as formações profissionais dos profissionais públicos, através do …