Morreu o antigo distribuidor de cinema José Manuel Castello Lopes

O antigo distribuidor José Manuel Castello Lopes, que herdou do pai a Filmes Castello-Lopes e co-fundou o cinema Londres, morreu esta quinta-feira, aos 86 anos, revelou hoje a Academia Portuguesa de Cinema.

José Manuel Castello Lopes era um dos nomes históricos da distribuição e exibição do cinema em Portugal, que geriu a Filmes Castello Lopes – fundada há cem anos por seu pai -, o cinema Condes e fundou com o irmão, o fotógrafo Gérard Castello Lopes, o cinema Londres, em Lisboa.

Castello Lopes assumiu os comandos da empresa do pai na década de 1950, atravessou tempos de ditadura e de liberdade, da época das grandes salas ao aparecimento dos multiplex, e fez da empresa familiar, durante décadas, a mais relevante distribuidora cinematográfica em Portugal, representando a MGM e da Twentieth Century Fox.

Foi responsável pela exibição em Portugal, por exemplo, dos filmes “O feiticeiro de Oz” e “E tudo o vento levou”, ambos de Victor Fleming, “Roma, cidade aberta”, de Roberto Rossellini, ou “2002, Odisseia no espaço”, de Stanley Kubrick.

Em 1968 esteve preso durante dois dias, nos calabouços da PIDE, a polícia política da ditadura, por causa da exibição do filme “O samurai”, de Jean-Pierre Melville.

Em 2014, em entrevista ao semanário Expresso, José Manuel Castello Lopes dizia que o momento mais feliz para o cinema foi o fim da censura – com a Revolução de Abril de 1974 – e a adesão maciça, no ano seguinte, de portugueses ao cinema.

José Manuel Castello Lopes presidiu à Associação Portuguesa de Empresas Cinematográficas e chegou a deter uma extensa rede de salas de cinema pelo país, mas atualmente a marca Castello Lopes Cinemas está associada apenas a seis espaços de exibição.

Membro honorário da Academia Portuguesa de Cinema, foi distinguido com um Prémio Sophia de Carreira em 2013.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Governo do Brasil aponta início da vacinação entre janeiro e fevereiro

O ministro da Saúde do Brasil, Eduardo Pazuello, disse que o país vai começar a receber 15 milhões de doses de vacinas para a covid-19 entre janeiro e fevereiro de 2021, com mais cem milhões …

Solução para Novo Banco pode não passar por um OE retificativo, diz João Leão

O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, disse que a alternativa à anulação da transferência de 476 milhões de euros para o Novo Banco não tem "necessariamente que passar" por um orçamento retificativo …

Plano de vacinação arranca em janeiro com três fases. 950 mil pessoas no primeiro grupo prioritário

Pessoas com mais de 50 anos com uma patologia frequente nos casos graves de covid-19, residentes e/ou internados em lares e profissionais de saúde integram o primeiro grupo prioritário para a administração da vacina de …

Segunda vaga de moratórias autorizada pela Autoridade Bancária Europeia

A Autoridade Bancária Europeia (EBA) autorizou a reabertura de moratórias de crédito, com efeitos a partir de 01 de outubro até 31 de março de 2021, dois meses após ter suspendido novas adesões. Num comunicado publicado …

Turquia alvo de críticas duras em reunião da NATO e em risco de sanções

A Turquia esteve esta quarta-feira sob um fogo de críticas na reunião virtual dos Ministros dos Negócios Estrangeiros (MNE) da NATO e, com a deceção manifestada pelos Estados Unidos, deve preparar-se para sanções económicas americanas …

O que Neymar mais quer é voltar a jogar com Messi. Só se vier a custo zero, diz o Barça

O internacional brasileiro Neymar, que alinha pelo PSG, confessou esta quarta-feira que o mais deseja é voltar a jogar com o astro argentino Lionel Messi, com quem partilhou balneário entre 2013 e 2017 no Barcelona. …

Ministro da Administração Interna e procuradora-geral da República vão ser ouvidos no Parlamento

Eduardo Cabrita será ouvido sobre o caso do cidadão ucraniano assassinado nas instalações do SEF e Lucília Gago sobre a "recente diretiva sobre os poderes hierárquicos" na magistratura do Ministério Público. A comissão de Assuntos Constitucionais …

Portugal regista mais 79 mortos e 3.772 novos casos de covid-19

Portugal contabiliza esta quinta-feira mais 79 mortos relacionados com o novo coronavírus, que provoca a covid-19, e 3.772 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da …

França investiga 76 mesquitas por suspeita de radicalização islâmica

A França vai investigar nos próximos dias 76 mesquitas por suspeitas de radicalização islâmica, anunciou esta quarta-feira o ministro do Interior do país, Gerald Darmanin. Trata-se de 16 templos na região de Paris e 60 no …

Medidas estão a dar resultados. Novas regras apresentadas sábado vão vigorar até 7 de janeiro

O primeiro-ministro afirmou que as medidas adotadas estão a produzir resultados, havendo uma trajetória descendente de novos casos de covid-19, mas advertiu que janeiro é mês de risco e as restrições não podem ser aliviadas. Esta …