Molécula na alimentação impede abelhas operárias de se tornarem rainhas

Uma molécula na alimentação das abelhas operárias, que atrasa o seu desenvolvimento, impede-as de se tornarem rainhas, segundo um estudo de uma equipa científica da Universidade de Nanjing, na China, publicado na quinta-feira.

O estudo, liderado por Xi Chen e publicado na PLOS Genetics, afirma que as microRNA, moléculas reguladoras das plantas, estão muito presentes no pão de abelha, a mistura de pólen e mel, a base fundamental da dieta das abelhas operárias.

A dieta determina o desenvolvimento das larvas ao atrasá-lo e manter os ovários inativos, diferindo das abelhas rainha, que se alimentam unicamente de geleia real, segundo os cientistas.

Os investigadores já sabiam que a dieta tem um papel importante no complexo processo que determina se uma larva de abelha transformar-se-à em operária ou rainha, já que as larvas de operárias só se alimentam de geleia real nos primeiros três dias de vida antes de passar para a dieta de pão de abelha.

As rainhas, no entanto, passam toda a vida a alimentar-se de geleia real, uma substância produzida pelas glândulas hipofaríngeas da cabeça das abelhas operárias jovens, conhecidas como guardiãs.

O pão de abelha contém níveis muito mais altos de microRNA de plantas do que a geleia real, por isso Xi e a sua equipa investigaram se as moléculas, que regulam a expressão genética das plantas, afetam o desenvolvimento das castas de abelhas.

O resultado que encontraram foi que as abelhas criadas em laboratório com pão de abelha desenvolveram-se mais lentamente e tinham o corpo e os ovários menores do que as larvas sem esse suplemento na dieta.

As microRNAs das plantas também tiveram um efeito similar nas larvas da mosca-das-frutas, acrescentam os cientistas.

O estudo mostra que a história da formação de castas entre as abelhas é mais complexa que a ideia tradicional que atribui tudo à geleia real, enquanto identifica uma função previamente desconhecida das microRNA de plantas no desenvolvimento e na evolução das espécies.

“A regulação do desenvolvimento das abelhas pelas microRNA das plantas mostra uma adaptação evolutiva para o sucesso das colónias através da associação entre duas espécies”, disse Xi.

// EFE

PARTILHAR

RESPONDER

A Tesla vai lançar a sua misteriosa pickup “cyberpunk” elétrica ainda este mês

A nova Tesla Cybetruck já tem data de lançamento após um longo tempo de espera. O fundador da empresa, Elon Musk, anunciou que a carrinha "pickup" será revelada no dia 21 de novembro. O anúncio foi …

Asteróide "potencialmente perigoso" aproxima-se da Terra esta quarta-feira

Um asteróide com 147 metros de diâmetro, caracterizado pela NASA como "potencialmente perigoso" vai aproximar-se da Terra esta quarta-feira. Em causa está o corpo rochoso UN12 2019, explica a agência espacial norte-americana, dando conta que o …

Encontrado submarino da II Guerra Mundial que esteve perdido durante 75 anos (devido a um erro de tradução)

Uma equipa de exploradores oceânicos privada encontrou na costa do Japão um submarino do exército norte-americano do tempo da II Guerra Mundial, que estava desaparecido há 75 anos por causa de um erro num dígito …

Uma casa esteve a afundar-se no Tamisa para alertar para a subida do nível dos oceanos

No passado domingo, quem passou junto ao rio Tamisa, em Londres, não deverá ter ficado indiferente à típica casa dos subúrbios ingleses que se afundava perto da Tower Bridge. Felizmente, de acordo com a agência Reuters, …

A defesa de Lage é a melhor do Benfica em quase 30 anos

A defesa de Bruno Lage leva apenas quatro golos sofridos em 11 jornadas, o que faz dela a melhor defesa do campeonato e a melhor do Benfica desde a temporada de 1990/1991, escreve o jornal …

OE2020. “Não vamos para negociar”, esclarece Jerónimo de Sousa

O PCP vai reunir esta quarta-feira com o Governo com vista ao Orçamento de Estado para 2020. Jerónimo de Sousa esclareceu esta terça-feira que os comunistas não vão para negociar, sendo "manifestamente exagerado dizer que …

Benjamin "morreu" enquanto cumpria pena de prisão perpétua. Agora está vivo e quer a liberdade

Um norte-americano, de 66 anos, que cumpre pena de prisão perpétua por ter espancado um homem até à morte em 1996, pretendia ser libertado, uma vez que o seu coração parou por breves instantes. Em 1996, …

“Máfia do Sangue”. Ministério Público deixa Octapharma fora da acusação

O Ministério Público (MP) deixou a farmacêutica Octapharma fora da acusação da operação "O Negativo" por considerar que o ex-administrador Lalanda e Castro montou um esquema de corrupção para a venda de plasma ao Serviço …

Rio Nilo tem 30 milhões de anos. É seis vezes mais antigo do que se pensava

Um grupo de cientistas estudou diferentes sedimentos do rio, incluindo as rochas vulcânicas da região planáltica da Etiópia, e fez simulações computacionais para traçar a vida do rio até ao passado mais longínquo, contabilizou agora …

Von der Leyen volta a escrever a Boris. Londres deve indicar candidato a comissário o quanto antes

O Reino Unido ainda não designou um candidato a comissário europeu, pelo que a presidente eleita da Comissão Europeia voltou a escrever ao primeiro-ministro britânico, instando-o a indicar um nome até ao final da semana. Até …