Modelo britânica que ia ser vendida na Dark Web suspeita de ter encenado sequestro

chloeayling / Instagram

A modelo britânica Chloe Ayling

A modelo britânica de 20 anos, Chloe Ayling, terá sido raptada em Itália e posta à venda como escrava sexual na Dark Web. Há suspeitas agora de que tudo não tenha passado de uma encenação.

A história inicial seria a de que a jovem britânica teria sido contratada para uma sessão fotográfica a decorrer em Milão, Itália. Quando a modelo chegou ao estúdio, os acontecimentos começaram a desenrolar-se de forma diferente da que esperava.

Ayling terá sido recebida por homens vestidos de preto, drogada com um anestésico e sequestrada. Com mãos e pés atados, foi transportada numa mala para local desconhecido. O sequestrador colocou então a modelo em leilão na Dark Web, a parte obscura da Internet, por um preço base em bitcoins cujo valor equivale a 300 mil euros.

A modelo passou uma semana em cativeiro, até que no dia 17 de julho o raptor decidiu libertar a prisioneira, depois de saber que esta tinha um filho de dois anos. Segundo explicou o sequestrador, “a venda de pessoas com filhos” não estaria de acordo com as suas regras.

Suspeitas de encenação

Segundo o CM, surgem agora suspeitas de que tudo tenha sido encenado. Em causa está o facto de Chloe Ayling ter conhecido o raptor no passado e este a ter levado às compras quando ela perdeu os sapatos após o rapto.

A polícia italiana não põe em causa que a jovem tenha sido raptada, mas os media britânicos estão a dar atenção ao caso, tendo revelado que Chloe conhecia o raptor de uma sessão fotográfica em Paris e questionando porque foi tão atencioso ao ponto a levar às compras.

Em entrevista, a britânica contou ainda que o seu raptor, o polaco Lukasz Herb, terá por diversas vezes tido uma abordagem sexual, mas que esta se negou sempre a ter uma relação íntima com o mesmo. Contudo, confessou, não deixou essa hipótese de parte, pelo menos em termos futuros.

“Na verdade, quis fazer com que ele acreditasse que poderíamos tornar-nos mais íntimos quando o rapto chegasse ao fim”, revelou Chloe, que diz que tentou manter uma “relação de confiança” com o raptor. A jovem terá mesmo chegado a partilhar a cama com Lukasz e este “nunca a atacou”.

Apesar de tudo isto, a modelo garantiu que Lukasz nunca abusou sexualmente de si, até porque isso iria contra as regras do grupo ‘Black Death’, e que sempre a alertou que se tentasse fugir, não hesitaria em matá-la.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Homem na casa dos 20 anos morre de peste no Novo México

Um homem na casa dos 20 anos morreu de peste septicémica no estado norte-americano do Novo México, anunciaram as autoridades de saúde deste estado. A vítima, cuja identidade não foi revelada publicamente, viva em Rio …

Cara do pintor italiano Rafael reconstruida para resolver mistério do seu túmulo

Uma equipa de especialistas fez uma reconstrução em 3D da cara do pintor italiano renascentista Rafael. Assim, confirmaram o seu aspeto físico e resolveram o mistério relativamente ao seu túmulo. O rosto do pintor italiano Rafael …

Novo método não-invasivo permite diagnosticar cancro cerebral sem fazer incisões

Diagnosticar tumores cerebrais pode ser difícil e muito invasivo. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu um método para detetar cancro no cérebro sem ser necessária qualquer incisão. Os tumores cerebrais são normalmente diagnosticados através de imagens …

A última plataforma de gelo intacta do Canadá colapsou. Criou um icebergue maior do que o Porto

A plataforma de gelo Milne, no Canadá, fragmentou-se no final do mês de julho, formando vários icebergues, dois dos quais de grandes dimensões. Cientistas ouvidos pela agência noticiosa AP referem que esta era uma plataforma especial, …

Ícones da moda de luto: a indústria fashion nunca mais será a mesma

Muitas são as áreas da economia a ser gravemente afetadas pela pandemia de covid-19. A indústria da moda não foge à tendência e já são muitos os líderes de grandes marcas a "declarar morte" à …

Covid-19: Cigarros eletrónicos aumentam riscos de infeção em cinco a sete vezes para jovens

O risco de contrair covid-19 entre adolescentes e jovens adultos que fumam cigarros eletrónicos é cinco a sete vezes superior, segundo um estudo liderado pela faculdade de Medicina da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. O …

Apenas 10% da população escreve com a mão esquerda. Cientistas lutam para explicar porquê

Em praticamente qualquer lugar do globo, apenas 10% das pessoas são canhotas, isto é, têm maior habilidade com o lado esquerdo do corpo, especialmente com a mão, comparativamente com o lado direito. Os cientistas tentam há …

Para reavivar o turismo, esta pequena cidade está a contar com a ajuda dos "vampiros"

A pequena cidade de Forks, em Washington, nos Estados Unidos, é lar de 3.600 pessoas, cujos meios de subsistência nos últimos 15 anos foram impulsionados por uma indústria do turismo alimentada por "Crepúsculo", a série …

Tim Cook acaba de se juntar ao clube dos milionário à boleia de recorde histórico da Apple

O diretor-executivo (CEO) da Apple, Tim Cook, acaba de se juntar à lista de multimilionários do mundo, depois de a gigante tecnológica norte-americana atingir um valor de mercado histórico. De acordo com os cálculos da …

Cientistas calculam probabilidade de contágio ao viajar de comboio

Investigadores da Universidade de Southampton, no Reino Unido, calcularam a probabilidade de contrair covid-19 ao viajar numa carruagem de comboio com uma pessoa infetada. Em colaboração com a Academia Chinesa de Ciências, a Academia Chinesa de …