Moções de censura contra Governo de Macron chumbadas

Yoan Valat / EPA

Emmanuel Macron, novo presidente da França

A Assembleia Nacional francesa chumbou, esta terça-feira, as duas moções de censura contra o Governo apresentadas na sequência do “caso Benalla”, que envolve o ex-chefe da segurança do Presidente Emmanuel Macron.

A primeira moção de censura a ser rejeitada foi a lançada pelos conservadores franceses e principal força da oposição, Os Republicanos, de centro-direita. Como era esperado, o partido de Emmanuel Macron, a República em Marcha (LREM) e que detém a maioria na câmara baixa do Parlamento francês, derrubou a moção de censura, a primeira do Executivo de Paris desde que tomou posse em junho de 2017.

Os 143 votos favoráveis da oposição conservadora, do movimento França Insubmissa (esquerda) e dos comunistas franceses não foram suficientes para alcançar a maioria absoluta necessária (289 deputados) e a passagem da moção de censura. Entre estes 143 votos favoráveis também figurou o voto da líder da União Nacional (extrema-direita), Marine Le Pen, que manifestou apoio à moção dos conservadores.

A par desta moção lançada pela força política de centro-direita, a câmara baixa do Parlamento francês votou também hoje uma segunda moção de censura apresentada por três grupos parlamentares da esquerda francesa: socialistas, esquerda alternativa e comunistas. A moção de censura apresentada pela esquerda francesa, que tinha remotas possibilidades de passar, só conseguiu 74 votos favoráveis.

Os socialistas, um dos proponentes da segunda moção de censura, não apoiaram a iniciativa dos conservadores, que também optaram por não votar na proposta assinada pelo partido socialista francês.

Estas moções de censura surgem na sequência do escândalo que envolveu o ex-chefe da segurança do Presidente francês Alexandre Benalla. Em meados de julho, o Le Monde noticiou que o funcionário agrediu manifestantes durante protestos numa manifestação do Dia do Trabalhador, a 1 de maio, fazendo passar-se por um elemento das forças policiais. A justiça francesa abriu uma investigação e Benalla foi demitido pela Presidência e detido.

A 26 de julho, numa entrevista ao jornal francês, Benalla admitiu que “cometeu uma falha”, tendo denunciado nas mesmas declarações que houve uma “vontade de atingir” o Presidente francês. “Sinto que fiz uma grande asneira. Cometi uma falha (…) Eu nunca deveria ter ido a essa manifestação a não ser como observador, e deveria ter ficado atrás”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

FC Porto 4-0 V.Setúbal | Hat-trick e goleada contra a crise

O FC Porto amealhou os seus primeiros pontos no campeonato, ao golear o Vitória de Setúbal por 4-0. Após uma semana difícil em que a palavra “crise” foi diversas vezes utilizada para referir a situação dos …

Há uma nova linha temporal do passado cataclísmico da Terra

Bem-vindos ao Sistema Solar primitivo. Logo após a formação dos planetas há mais de 4,5 mil milhões de anos, a nossa vizinhança cósmica era um lugar caótico. Ondas de cometas, asteroides e até protoplanetas seguiram …

Belenenses 0-2 Benfica | Rafa Silva destrói resistência azul

O Benfica foi ao Jamor vencer o Belenenses por 2-0, num jogo muito complicado para as “águias”, em especial no primeiro tempo, mas que acabou resolvido na etapa complementar. Rafa Silva foi o “abre-latas” de …

Cofundador do Alibaba paga 3,5 mil milhões para ser o único dono dos Brooklyn Nets

O cofundador do Grupo Alibaba, Joseph Tsai, vai pagar mais 3,5 milhões de dólares para ser o único dono da equipa de basquetebol norte-americana Brooklyn Nets, avança esta sexta-feira a Bloomberg. O multimilionário já detinha 49% da equipa, …

Instagram, Facebook e Whatsapp prejudicam saúde mental das crianças

Um estudo de investigadores da University College London demonstra que a utilização de redes sociais como o Instagram, o Facebook e o Whatsapp estão a causar danos ao bem-estar das crianças e jovens. A investigação, cujos …

Clínica da Opus Dei diz que homossexualidade causa gastroenterite

A Clínica Universitária de Navarra, que pertence à prelatura da Opus Dei, defende que a homossexualidade e a promiscuidade são causadoras de gastroenterite. No guia de atuação de urgência sobre esta condição médica, a Clínica Universitária …

Sporting anuncia saída de Bas Dost para o Eintracht de Frankfurt

O goleador holandês Bas Dost está de saída para o Eintracht Frankfurt, anunciou este sábado o Sporting. O clube alemão também já confirmou a transferência. O Sporting anunciou ter chegado a um princípio de acordo com …

Há centenas de esquilos pretos a invadir os Estados Unidos (e já se sabe porquê)

Biólogos do Reino Unido decifraram o mistério de todos os esquilos cinzentos (Sciurus carolinensis) que correm pelos Estados Unidos com pêlo preto. O pouco do código genético que faz com que as espécies de esquilo cinza …

Morreu Marium, o mais famoso dugongo da Tailândia. Comeu plástico

Quando foi resgatado, em abril, tornou-se uma estrela na Tailândia. O dugongo órfão, chamado Marium, acabou por morrer este sábado, devido a uma infeção causada pela ingestão de plástico, de acordo com os veterinários que …

Afinal, "cura milagrosa" para o cancro pode matar

O jornal britânico The Guardian denuncia o esquema do autoproclamado "Genesis II Church of Health and Healing" - que na verdade não é nem uma igreja nem uma instituição de saúde. Este sábado terá lugar em …