Missão espacial que vai estudar o lado escuro do Universo tem portugueses

A missão Euclid da ESA vai explorar o lado escuro do Universo

A missão espacial europeia que vai estudar o lado escuro e invisível do Universo, com participação portuguesa, passou nos testes preliminares, anunciaram hoje a agência espacial europeia ESA e o Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA).

Em comunicado, o IA informa que a missão Euclid, com lançamento previsto para dezembro de 2020, “passou com sucesso a rigorosa avaliação do seu projeto preliminar”, no qual está envolvida uma equipa de quatro investigadores do instituto português.

Segundo o IA, o projeto preliminar “comprovou que a missão conseguirá produzir a enorme quantidade de dados proposta”.

O cocoordenador nacional da missão, Ismael Tereno, explica que a sua equipa conseguiu demonstrar que “é possível, nos seis anos de operação da missão, rastrear mais de um terço do céu, obtendo dados astronómicos com a qualidade adequada ao sucesso dos objetivos científicos, obedecendo a todos os constrangimentos da nave, às características dos instrumentos e às suas calibrações”.

Os investigadores portugueses elaboraram “uma das componentes centrais do projeto”, ao desenvolverem os algoritmos necessários para a “análise de cenários de mapeamento do céu”, adianta João Dinis, um dos membros da equipa nacional.

A missão Euclid vai realizar, através de um telescópio de 1,2 metros de diâmetro, um levantamento de 40 por cento do céu, “com detalhe sem precedentes”, permitindo aos cientistas detetarem cerca de dois mil milhões de galáxias, que “servirão para mapear a distribuição da energia e da matéria escuras”.

A energia escura, esclarece o Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, “é uma misteriosa força que se opõe à atração gravitacional e que provoca a expansão acelerada do Universo”, correspondendo a 73 por cento da composição do Universo.

A matéria escura “não emite nem absorve radiação em qualquer parte do espetro eletromagnético” e, apesar de não poder ser captada diretamente por telescópios, “a sua gravidade provoca efeitos detetáveis na matéria visível”.

Enquanto a matéria escura constituirá cerca de 23 por cento do Universo, a matéria visível apenas quatro por cento.

A missão Euclid foi proposta à ESA, em 2007, por um consórcio de investigadores liderado por Yannick Mellier, do Instituto de Astrofísica de Paris.

Atualmente, fazem parte do consórcio mais de mil membros provenientes de 15 países, incluindo Portugal.

Há três anos, a Fundação para a Ciência e Tecnologia, entidade pública que subsidia a investigação em Portugal, assinou um acordo com o consórcio Euclid, sendo a participação nacional coordenada pelo Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço.

Bom Dia

PARTILHAR

RESPONDER

Veneno de caracol marinho usado para criar insulina híbrida promissora no tratamento da diabetes

Cientistas criaram uma versão minimalista e híbrida de insulina, a partir da hormona humana e de um caracol marinho, que pode vir a melhorar o tratamento da diabetes, divulgou a universidade norte-americana de Ciências da …

Sequelas da covid-19 em doentes mais graves ainda estão por compreender

O acompanhamento depois da alta para doentes que estiveram internados com covid-19 é um dos grandes desafios do sistema de saúde para compreender que sequelas, por enquanto desconhecidas, a doença poderá deixar. “Só daqui a seis …

Criança nasce com duas bocas nos EUA. É o 35.º caso registado desde 1900

A menina, nascida nos Estados Unidos, foi operada ao seis meses para remover a cavidade oral secundária, que incluía dentes, língua e um lábio. Uma bebé nasceu nos Estados Unidos com duas bocas, devido a uma …

Funcionários do Facebook em "greve virtual" face à recusa de Zuckerberg em agir contra Trump

Os funcionários do Facebook estão insatisfeitos com a decisão do fundador da rede social de manter uma postura neutra perante as recentes publicações do Presidente dos Estados Unidos. De acordo com o jornal The Guardian, os …

Inteligência Artificial recria "verdadeiro" rosto de Napoleão Bonaparte

Recorrendo a uma técnica de Inteligência Artificial, um artista holandês criou um retrato em alta definição do imperador francês Napoleão Bonaparte. O fotógrafo freelancer holandês Bas Uterwijk, cujo pseudónimo é Gandbrood, recorreu a uma rede neuronal …

"Apito" da covid-19. Novo teste deteta novo coronavírus em apenas um minuto

Uma equipa de cientistas da Universidade Ben-Gurion, em Israel, desenvolveu um novo dispositivo que é capaz de detetar a presença do novo coronavírus no organismo humano em apenas um minuto. O novo teste, desenvolvido pelos investigadores …

"We Call it Alentejo". Novo filme promocional destaca as maravilhas alentejanas

A gastronomia e vinhos, as pequenas aldeias, a sustentabilidade e a natureza são atributos do Alentejo evidenciados no mais recente filme promocional do território, lançado pela agência regional de promoção turística para chamar visitantes estrangeiros. Com …

Curandeiro convocou cerca de 100 pessoas para se abraçarem contra a "farsa" da pandemia

Josep Pàmies, um agricultor espanhol defensor das terapias alternativas, convocou cerca de 100 pessoas a abraçarem-se a beijarem-se contra a "farsa" da pandemia. No sábado, cerca de uma centena de pessoas juntaram-se em Balanguer, na província …

Rússia anuncia início de ensaios clínicos de uma vacina contra a covid-19

A Rússia vai começar os ensaios clínicos de uma vacina contra a covid-19 em 50 soldados que se ofereceram para participar nos testes, anunciou esta terça-feira o Ministério da Defesa. "Para verificar a segurança e eficácia …

Montenegro tem uma carta na manga para promover o turismo

Para incentivar o turismo, Montenegro tem a intenção de usar a carta da segurança sanitária para convencer os turistas estrangeiros a visitar o país. No dia 25 de maio, Montenegro declarou-se um "país livre de coronavírus" …