Ministério da Saúde propõe suplemento de 150 euros para enfermeiros especialistas

Estela Silva / Lusa

O Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes

O Ministério da Saúde já respondeu às exigências dos enfermeiros que exigem a formação de carreira de especialistas, que tem levado a várias greves do setor: mais 150 euros, reposição das horas de qualidade e transição das 40 para 35 horas semanais em 2018 é a proposta do Governo.

O Ministério da Saúde mostrou-se disposto a responder aos apelos dos enfermeiros que exigem carreira de especialidade e consequente aumento salarial. Um suplemento de 150 euros é aquilo que o Governo está disposto a oferecer pelas funções diferenciadas que desempenham.

A proposta já foi enviada ao SEP, Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, que, já na semana passada, tinha decidido também avançar com a marcação de uma nova greve por não ter ficado satisfeito com a evolução das negociações.

No documento enviado ao Sindicato, o Ministério da Saúde reconhece os enfermeiros que “se mostram indispensáveis” e garante que tem “adotado medidas que concorrem para a dignificação destes profissionais”, nomeando, a título de exemplo, a reposição das 35 horas semanais para a função pública, o reforço do número de enfermeiros, ou a eliminação de cerca de 3 mil situações de trabalho precário.

No entanto, o Governo afirma querer prosseguir com essa política de “valorização dos trabalhadores” e por isso propõe então dar o braço a torcer em alguns aspetos.

O descongelamento das carreiras a partir de 2018, a reposição das horas de qualidade, e a diferenciação remuneratória dos enfermeiros especialistas no exercício dessas funções, a entrar em vigor em janeiro de 2018, – que se traduz no valor de 150 euros – são os compromissos elencados pelo Governo.

O valor proposto pelo Ministério da Saúde fica ainda muito aquém do suplemento exigido pelo SEP. O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses pedia uma subida de duas posições na tabela remuneratória, ou seja, um suplemento de 400 euros.

No entanto, de acordo com o Observador, estas serão as mesmas medidas que o Governo terá apresentado na semana passada ao SEP e que o Sindicato terá considerado insuficientes, pelo que se espera agora uma reação do Sindicato.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Tudo bem que queiram ser reconhecidos (com um aumento de salário) mas… para os especialistas que desempenhem funções nos serviços/atividades para o qual estão habilitados pela dita especialidade. Há enfermeiros que tiraram a especialidade em “clínica geral” mas querem ser considerados especialistas estando a trabalhar em obstetrícia. Eu tenho uma especialidade (pós-graduação em NEE) mas não vou querer ganhar mais estando a trabalhar numa área tecnológica… na qual não sou especialista nem especial.

  2. Não existe especialidade em “clínica geral” na enfermagem.
    Naturalmente os Enfermeiros também devem perceber que só devem ganhar mais (justo e não migalhas de 150 euros) se realmente estiverem a desempenhar essas actividades. Tem de ser aberto concurso.

  3. Vergonhoso quererem estar acima do que lhes é permitido, sim, cito com veemência estas atitudes de enfermeiros que quanto mais reclamam especialidade, menos fazem profissionalmente.
    Então um enfermeiro é sempre um enfermeiro, com o devido respeito, cada qual a desempenhar as suas funções na saúde e nos diversos pontos de actividade, ou seja, todos serão especialistas nas diversas funções que desempenham, ou estarei errado? O que poderia aqui ser feito era mesmo um incentivo aos mais dedicados, produtivos, etc…Enfim todos querem tudo, mas responsabilidades e merece-lo estão muito aquém do que valem, seja pela profissão que exercem, seja pela moral que deveriam ter no desempenho das funções que detêm.
    Tenham um pouco mais de espeito por quem vos paga o sustento, o POVO e os necessitado, que amanhã poderão vós também serem uns deles. Fim de citação, obrigado

RESPONDER

Governo australiano acusado de censurar livro sobre história de Timor-Leste

O Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano está alegadamente a tentar censurar partes do primeiro de dois volumes da história de operações militares em Timor-Leste, o dedicado à Força Internacional para Timor-Leste (Interfet), segundo revelou a imprensa …

Norte-americanos acordaram com mensagens de texto estranhas nos seus telemóveis

Na passada quinta-feira, uma grande parte da população norte-americana recebeu mensagens estranhas e inexplicáveis, muitas das quais desconfortáveis e até preocupantes. Stephanie Bovee, uma norte-americana de 28 anos de Portland, no oeste dos Estados Unidos, acordou …

Pai que fugiu por 15 países com os dois filhos no ano passado encontrado pela PSP

O pai mudou 15 vezes de país com as crianças desde o verão passado sempre sem o consentimento da mãe e sem que a mãe tivesse qualquer notícia do paradeiro dos filhos, revela a PSP. A …

Daesh está a tentar criar um novo Estado islâmico nas Filipinas

Há dois anos que a bandeira negra do Daesh deixou de esvoaçar no topo de um edifício da cidade de Marawi, em Mindanau, no sul das Filipinas, e o Presidente, Rodrigo Duterte, declarou tê-lo derrotado. …

Operação Marquês. Ex-secretário de Estado de Passos Coelho chamado como testemunha

O juiz de instrução da Operação Marquês, Ivo Rosa, decidiu chamar o ex-secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações Silva Monteiro como testemunha, avança a SIC Notícias. Segundo apurou a estação televisiva, o ex-governante …

Apple e Goldman Sachs acusados de terem criado cartão de crédito sexista

A Apple e o Goldman Sachs estão a ser acusados de terem lançado um cartão de crédito que discrimina os utilizadores em função do género. Um dos últimos a juntar ao rol de críticas ao Apple …

Grimaldo joga consecutivamente há 68 jornadas (só é ultrapassado por um guarda-redes)

Alejandro Grimaldo está há 68 jornadas a jogar consecutivamente a titular na lateral esquerda do Benfica - são dois anos sem descanso. Os números são avançados pelo desportivo A Bola, que dá conta que o lateral-esquerdo …

"Prática comercial enganosa". NOS obrigada a retirar campanha publicitária sobre 5G

A Associação da Auto Regulação Publicitária (ARP) deu razão a uma queixa da Meo e mandou a NOS retirar uma campanha de publicidade sobre um tarifário móvel 5G por considerar que constitui "uma prática comercial …

Eleição autárquica dos EUA pode ser desempatada com moeda ao ar

Um eleição autárquica numa pequena vila no Ohio, nos Estados Unidos, pode vir a ser decidida com o lançamento de uma moeda ao ar, o famoso jogo do "cara ou coroa". De acordo com o The …

Primeiro aniversário dos Coletes Amarelos. França receia novos tumultos

O clima de tensão regressa a França, com os coletes amarelos a anunciarem a preparação de novas ações para assinalar o primeiro aniversário do início do movimento. A 17 de novembro, o movimento Coletes Amarelos assinala …