/

Mineiros encontram múmia de monstrinho misterioso na Sibéria

4

O misterioso monstrinho mumificado encontrado na Sibéria

Um novo tipo de dinossauro? Um predador antepassado dos glutões? Mineiros siberianos encontraram uma múmia de um pequeno animal, e os cientistas não fazem ideia do que é.

A pequena criatura foi encontrada nas minas de diamantes de Udachny, na região da Yakutia, na Sibéria, e os mineiros responsáveis pela descoberta não têm dúvidas: é um novo tipo de dinossauro.

A comunidade científica, no entanto, não está assim tão certa disso, e pretende estudar o minúsculo monstro mais de perto.

Alguns dos especialistas que já tiveram oportunidade de analisar a múmia pensam que poderá tratar-se de um primo do glutão, ou carcajú, um mamífero carnívoro semelhante a um pequeno urso – ou seja, o famoso “wolverine” que dá nome ao ainda mais famoso personagem da BD.

Outros cientistas consideram que poderá tratar-se de um antepassado da zibelina, ou de um parente da marta, um mustelídeo muito comum na Sibéria.

A maior parte dos especialistas consideram que os dentes (com molares e caninos), o osso zigomático e a forma das patas apontam claramente para um mamífero – nunca um dinossauro.

Mas para já, ninguém sabe ao certo o que é o pequeno monstrinho.

A criaturinha vai agora ser enviada para a capital siberiana, Yakutsk, onde será preservada e estudada.

(dr) YSIA / Siberian Times

Os dentes molares e caninos, o osso zigomático e a forma das patas apontam claramente para um mamífero

Os dentes molares e caninos, o osso zigomático e a forma das patas apontam claramente para um mamífero

Segundo o Siberian Times, a criatura foi encontrada encontrada numa região rica em diamantes, em Udachny, na Yakútia, em areias que datam da era Mesozóica – entre 252 e 66 milhões de anos atrás.

Udachny, que significa literalmente sortuda, é uma cidade mineira com um clima sub-ártico extremo, erigida nas proximidades das minas de diamantes de Udachnaya, descobertas em 1955.

A cidade ficou famosa em 2014, quando um grupo de mineiros descobriu uma rocha vermelha e verde com mais de 30 mil diamantes cravados – uma concentração mais de um milhão de vezes superior à que se encontra na natureza.

A Yakútia, ou República Sakha, a maior divisão federal da Federação da Rússia, com inúmeros recursos naturais, é um dos territórios mais misteriosos da Sibéria. É a terra natal de um fenómeno único chamado “xamanismo yakute”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A extracção de diamantes a partir de crateras de meteoros tem-se revelado uma inesgotável fonte de riqueza para a Rússia.

E também uma fonte inesgotável de descobertas arqueológicas notáveis.

ZAP

4 Comments

  1. Sei não… Mas parece muito com aquelas criaturas viciadas em café mostradas naquela trilogia americana Men In Black (MIB)…

  2. Estas notícias em que as opiniões são relatadas como factos não podem deixar nenhum jornalista bem na fotografia… Ja agora, dinossáurios eram répteis e répteis tinham escamas. Pela foto percebe-se que este animal tem pelos. A mumificação modifica muito o aspeto pois toda a água, que dá forma ao corpo, desapareceu. Por isso torna-se irreconhecível. Mas não será tarefa nada complicada para um biólogo, através da análise do esqueleto (dentição, crâneo, patas, etc, etc, ( concluir a ordem ou até a espécie deste animal. Claro, há sempre a necessidade de clicks.. Se necessário esta múmia até se pode tornar num extraterrestre.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.