Mais de mil milhões de máscaras produzidas em 2020 vão acabar nos oceanos

Naomi Brannan

Gary Stokes, diretor de operações da OceansAsia, a segurar máscaras encontradas no oceano, em fevereiro de 2020

Aproximadamente 52 mil milhões de máscaras foram produzidas em 2020, devido à pandemia de covid-19, e cerca de 1,56 mil milhões irão acabar nos oceanos, revela um relatório publicado recentemente.

Tendo em conta a quantidade de máscaras faciais produzidas no ano passado e o facto de estas serem constituídas por plástico, a OceansAsia, um grupo dedicado à conservação dos oceanos, avaliou o impacto que estas têm no planeta e revela que serão necessários 450 anos para que o plástico se possa decompor.

De acordo com o Interesting Engineering, o relatório ressalva ainda que, apesar dos seus cálculos serem “prudentes”, pelo menos 3% desses 52 mil milhões de máscaras irão acabar nos nossos oceanos.

“Anualmente, estima-se que a poluição marinha causada por plástico mata 100 mil mamíferos marinhos e tartarugas, mais de um milhão de aves marinhas e um número ainda maior de peixes, invertebrados e outras formas de vida marinha”, diz o relatório.

Além disso, as “comunidades costeiras, pescas e economias” também são afetadas e prejudicadas.

“Por favor, usem máscaras reutilizáveis, a não ser que seja absolutamente necessário [usar máscaras descartáveis], amigos”, apelou Teale Phelps Bondaroff, principal autor do relatório, na sua página de Twitter.

A poluição por plástico já é um problema há muitos anos, mas, em 2020, disparou devido à pandemia causada pelo novo coronavírus – a nossa segurança ficou dependente de equipamentos de proteção individual, que são, por norma, descartáveis, como é o caso das máscaras e das luvas.

“As máscaras descartáveis ​​são feitas a partir de uma variedade de plásticos derretidos e são difíceis de reciclar, tanto por causa da sua composição, como do risco de contaminação e infeção“, explica o relatório.

“Estas máscaras vão parar aos nossos oceanos quando são postas no lixo ou descartadas de forma inadequada, quando os sistemas de gestão dos resíduos são inadequados ou inexistentes ou quando esses sistemas estão sobrecarregados devido ao aumento do volume de resíduos”, dizem os autores.

E o problema, além do tempo que demoram a decompor-se, é que prejudicam os animais marinhos, causando, até, a morte de muitos.

Sofia Teixeira Santos Sofia Teixeira Santos, ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Pois, o nosso Guterres e a rapariga das tranças gostam muito de palco e de falar do apocalipse.
    Agora, em que de facto podiam ter feito alguma coisa por antecipação e podiam ter evitado a targédia, nunca procuraram o palco como o procuraram antes.
    Provavelmente, quando a pandemia terminar, voltarão ao palco a falar do que está mal. Provavelmente até falarão mais, pois as coisas pioraram ainda mais. Mas a questão é que não falaram no momento certo, não falaram no momento em que poderíamos ter evitado mais um desastre ambiental. E havia soluções para o ter evitado…

  2. Ainda bem, assim até às sardinhas ficam protegidas da PANdemia! Nunca foi tão saudável comer salmão da Noruega! A Greta que o diga!

RESPONDER

Francisco Rodrigues dos Santos admite que tem sido "difícil" juntar o CDS (mas "não por falta de iniciativa")

Francisco Rodrigues dos Santos, presidente do CDS-PP, afirmou, numa entrevista ao Jornal de Notícias e TSF que tem sido "difícil" conquistar a coesão do partido. Em entrevista ao Jornal de Notícias e à TSF, o líder …

Isabel dos Santos usou equipa de espiões para provar "conspiração" e "vingança" de João Lourenço

A empresária Isabel dos Santos contratou uma firma de antigos agentes secretos israelitas para provar que foi vítima de um ataque orquestrado pelo governo de João Lourenço. Isabel dos Santos criou uma equipa de espiões para …

"Perdemos o avô da nação". Morte do príncipe Filipe deixou "um grande vazio" na vida de Isabel II

A morte do príncipe Filipe, duque de Edimburgo, na sexta-feira, aos 99 anos, deixou a Rainha Isabel II, sua esposa, com "um grande vazio na sua vida", disse este domingo aos jornalistas o seu filho …

Mapa online interativo ajudou indígenas do Panamá a fazer frente à pandemia

Quando a covid-19 chegou ao Panamá no ano passado, o cartógrafo Carlos Doviaza temeu pelas pessoas indígenas da sua comunidade. Por isso, para as ajudar, dedicou-se a fazer aquilo que faz melhor: mapas. "Pensei: 'Porque não …

"A política ama traição, mas despreza o traidor". Sócrates acusa PS de "ataque injusto" (e diz-se alvo de "vingança" da direita)

"A política ama a traição, mas despreza o traidor". No livro "Só Agora Começou", que será publicado nos próximos dias, José Sócrates acusa a atual direção do PS de traição. De acordo com o Diário de …

Portugal regista mais 566 casos e seis óbitos por covid-19

Portugal registou, este domingo, mais seis mortes e 566 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde …

PS quer que Cavaco Silva diga "quando é que soube do buraco do BES"

O PS quer que o antigo Presidente da República Cavaco Silva esclareça "quando é que soube do buraco do BES" e porque é que "não agiu atempadamente" para evitar o aumento de capital, que gerou …

Perdoar o passado, celebrar o renascimento e cumprir tradições. A primavera traz o Nowruz, o ano novo persa

Assim que as flores começam a desabrochar e os dias ficam mais longos, fica claro que o Nowruz está prestes a chegar. A celebração do ano novo iraniano é secular, com raízes que remontam a …

“Mostrámos que sabemos governar”. Bloco apresenta candidata a Lisboa (e abre a porta a acordo com PS)

O Bloco de Esquerda apresentou a candidatura de Beatriz Gomes Dias à Câmara Municipal de Lisboa, pediu “mais força” para determinar a governação da cidade e abriu a porta a novos entendimentos com o PS …

Fé nos números. Foi o voto não religioso que Donald Trump perdeu em 2020 

Em novembro de 2020, Joe Biden foi eleito Presidente dos Estados Unidos da América. Uma análise revelou recentemente que a derrota de Donald Trump dependeu daqueles que não se identificam com nenhuma religião. Ryan Burge, professor …