Milhares de pássaros migratórios estão (misteriosamente) a morrer no Novo México

Allison Salas / New Mexico State University

Um elevado número de pássaros migratórios está a morrer em todo o Novo México, numa misteriosa mortalidade em massa que está a preocupar os cientistas.

Estima-se que o número de pássaros mortos seja de centenas de milhares, “se não forem milhões”, explica Martha Desmond, professora da New Mexico State University, ao jornal Las Cruces Sun-News.

A investigadora americana explica que, em conjunto com biólogos da NMSU, examinou quase 300 carcaças de pássaros que foram encontradas perto do condado de Doña Ana, na semana passada. Contudo, os biólogos também viram relatórios, fotografias e vídeos do fenómeno, que está a afetar todo o estado, mas que também está a ocorrer no Colorado e no Texas.

Segundo a IFLS, embora pareça afetar apenas aves migratórias, a mortalidade afetou também uma grande variedade de espécies de aves, como é o caso de andorinhas, papa-moscas e toutinegras-de-cabeça-preta.

Os habitantes do Novo México garantem que os pássaros agiam de forma estranha, uma vez que não comiam, voavam baixo, moviam-se lentamente, e estavam tão lentos que eram frequentemente atropelados por veículos.

A causa deste mistério ainda não foi descoberta, mas os biólogos estão a investigar algumas teorias. Os incêndios florestais que estão a devastar a Califórnia, podem ser uma das principais causas deste cenário trágico.

Acredita-se que esta situação possa ter estimulado os pássaros a iniciar a migração de outono mais cedo do que o normal. Porém à medida que se deslocavam para o interior, as fontes de comida e água estavam a diminuir devido às secas trazidas pelo verão longo e quente. Alguns cientistas também consideram que as aves podem ter inalado fumo e isso lhes tenha causado danos nos pulmões.

Esta região dos EUA também foi atingida por uma frente fria local na primeira semana de setembro, o que também pode ter prejudicado os planos de migração das aves. Os biólogos acreditam que a junção de todos estes fatores criam um ambiente perfeito para estimular problemas às aves, que depois acabam por morrer.

Para ajudar a desvendar o mistério, o Southwest Avian Mortality Project está a pedir ajuda aos habitantes locais, para que estes registem qualquer ave morta que encontram através da aplicação, ou do site iNaturalist.

Como alternativa, os investigadores estão a pedir à população para recolher amostras em sacos plásticos, armazená-las no frigorífico e, em seguida, entrar em contacto com os a equipa para que possam analisar o estado em que os animais acabam por sucumbir.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …

Aos 101 anos, Ginny é a "Senhora Lagosta" e não planeia reformar-se

Virginia Oliver continua a trabalhar na pesca da lagosta, apesar de já ter 101 anos de idade. 'Ginny' não planeia reformar-se e já se tornou um meme na internet. Virginia 'Ginny' Oliver tem 101 anos e …

Dinamarca. Reclusos condenados a prisão perpétua proibidos de iniciar novos romances

Os reclusos que cumprem prisão perpétua na Dinamarca serão proibidos de iniciar novos relacionamentos amorosos, decisão proposta pelo governo após uma jovem de 17 anos se apaixonar por Peter Madsen, que assassinou a jornalista Kim …

Casal queria que o seu filho se chamasse Vladimir Putin. A Suécia não deixou

Na Suécia, os pais são obrigados a comunicar os nomes dos seus filhos recém-nascidos ao Skatteverket nos primeiros três meses a partir do nascimento. Um casal sueco, que vive na cidade de Laholm, foi proibido pela …

44 jogos seguidos sem ganhar. Mas o presidente não está preocupado

O Atlético Mogi não vence qualquer jogo oficial há mais de quatro anos. Perdeu em 42 desses 44 duelos. 17 de Junho de 2017 foi o último dia em que o Atlético Mogi venceu um jogo …

Autárquicas: António Costa promete que os municípios terão mais mil milhões de euros

O secretário-geral do PS, António Costa, indicou hoje, em Celorico de Basto, no distrito de Braga, que os municípios “vão passar a ter, a partir de abril, mais mil milhões de euros que acompanham a …

Mais de trinta anos após ter sido lançada ao mar no Japão, mensagem em garrafa é encontrada no Hawaii

Durante uma viagem ao Hawaii, uma jovem de apenas 9 anos encontrou uma garrafa que foi lançada ao mar há mais de trinta anos. Esta continha uma mensagem que, posteriormente, acabou por revelar uma experiência …

Mais 939 infeções, sete mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 939 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, sete mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos. De acordo com o boletim epidemiológico da …

Milionário norte-americano Robert Durst condenado por matar melhor amiga

O milionário norte-americano Robert Durst, tornado famoso por um documentário do canal HBO, foi condenado na sexta-feira num tribunal de Los Angeles, nos Estados Unidos, por matar a melhor amiga, um crime que remonta a …