Medicina alternativa duplica risco de morte em pacientes com cancro

De acordo com um novo estudo da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, formas de medicina alternativa não comprovada não são eficazes na cura do cancro. Na realidade, duplicam a probabilidade de morte para os pacientes que optam por tais tratamentos.

Uma equipa médica analisou dados do National Cancer Database, com 34 milhões de registos de pacientes com cancro nos EUA, com repectivos tratamentos e resultados, para identificar pacientes que optaram por renunciar aos tratamentos convencionais, como a quimioterapia, radioterapia e cirurgia, a favor de tratamentos alternativos.

Os investigadores encontraram 280 indivíduos diagnosticados em 2004 com cancro não metastático de mama, próstata, pulmão ou colorretal, que usaram medicamentos alternativos, definidos na base de dados como “outros não comprovados: tratamentos contra o cancro administrados por pessoal não médico”, e compararam as suas taxas de sucesso com as de 560 indivíduos de controle, que receberam tratamento convencional.

A figura mostra a fracção sobrevivente de pacientes que usaram medicina alternativa (linha a cheio) comparada com a de pacientes que recorreram a medicina convencional (linha tracejada).

(dr) Yale University

Após cinco anos, 78,3% dos indivíduos que receberam tratamentos convencionais ainda estavam vivos, por comparação com uma sobrevivência a 5 anos de apenas 54,7% das pessoas que usaram medicamentos alternativos.

“Ficámos interessados neste tema depois de ver nas nossas clínicas demasiados pacientes com cancro avançado, que tinham sido tratados de forma ineficiente apenas com terapias alternativas, sem eficácia comprovada cientificamente”, diz James B. Yu, autor principal do estudo e professor de Radiologia Terapêutica no Yale Cancer Center.

A pesquisa foi publicada no Journal of the National Cancer Institute.

Conclusões

Segundo os cientistas, os pacientes com cancro de mama que usaram tratamentos alternativos eram cinco vezes mais propensos a morrer. Os pacientes com cancro colorretal apresentaram quatro vezes mais risco de morte.  Os pacientes com cancro de pulmão tinham duas vezes mais probabilidade de morrer.

Os pacientes com cancro de próstata também tinham maior probabilidade de morrer, embora a diferença não tenha atingido significado estatístico.

Os investigadores não puderam identificar especificamente quais os medicamentos alternativos que estavam a ser utilizados, embora não haja muita variação entre as terapias – uma vez que, por definição, não há provas convincentes de que qualquer medicamento alternativo seja efectivo no tratamento do cancro.

“Outras limitações dos dados incluem factores de fiabilidade não indicados, ou um qualquer viés de selecção que pudesse ter afectado a taxa de sobrevivência”, realça James B. Yu.

“No entanto, como os pacientes que receberam tratamentos alternativos são mais propensos a ser mais jovens e com menor morbidade, isso provavelmente não explicaria as diferenças observadas nas taxas de sobrevivência” – pelo contrário.

Em conclusão, os investigadores sugerem que os pacientes ponderem o risco maior de morte antes de decidir “experimentar” qualquer tratamento cujos resultados não tenham sido comprovados de forma científica.

PARTILHAR

RESPONDER

A Estónia só tem um lingote de ouro e nem sequer o pode vender

O Banco Central da Estónia, que completou em maio 100 anos desde a sua função, só tem um lingote de ouro e nem sequer o pode vender, uma vez que o material não é puro …

Explosão atinge autocarro de turistas perto das Pirâmides de Gizé

Uma explosão atingiu um autocarro de turistas perto das célebres pirâmides de Gizé, no Egito, provocando 17 feridos, entre naturais do Egito e da África do Sul, noticia a agência France-Presse. Um engenho explosivo detonou à …

Alerta de erupção vulcânica. Monte Hakone fechado a turistas

As autoridades japonesas activaram este domingo o alerta por possível erupção vulcânica no monte Hakone, e fecharam todos os acessos à popular paisagem natural, que é visitada anualmente por milhões de turistas. A Agência Meteorológica do …

Vírus gigantes nas águas da Índia podem resolver mistério evolutivo

Uma equipa liderada por cientistas do Instituto Indiano de Tecnologia em Bombaim descobriu mais de 20 novos vírus nas águas da cidade, incluindo versões gigantes destes agentes biológicos que podem ajudar a desvendar questões importantes …

Sondagens dão maioria pró-UE no Parlamento Europeu (mas eurocéticos crescem)

As sondagens para o Parlamento Europeu apontam para uma maioria de partidos pró-União Europeia (UE), apesar de os partidos eurocéticos ganharem terreno em relação à composição que resultou das eleições de 2014. Entre os 751 assentos …

A ciência por detrás de um bom chocolate foi finalmente revelada

O melhor chocolate é uma mistura complexa de ciência e o truque não é novo: esta técnica de mistura tem mais de 140 anos. Uma equipa de cientistas da Universidade de Edimburgo, na Escócia, Reino Unido, …

Cristiano Ronaldo eleito o melhor da liga italiana

Cristiano Ronaldo foi o melhor jogador da Liga Italiana 2018/19. A distinção foi anunciada neste sábado, com a Série A a explicar que a escolha foi feita com base em cálculos dos sites Opta Sports, …

Europeias: PS quer fazer o mesmo na Europa, PSD lembra cataplana de Costa e BE pede para não ficar em casa

No dia em que ficou decidido quem seria o campeão nacional de futebol deste ano, a campanha eleitoral para as europeias abrandou, com os partidos a terminarem as iniciativas pelo final da tarde. O cabeça de …

Descobertas inscrições neolíticas com símbolos da realeza egípcia

Uma missão arqueológica do Ministério de Antiguidades de Egito descobriu perto da cidade de Assuão, no sul do país, as primeiras inscrições reais que remontam ao período neolítico. Este período começou há 12 mil anos e …

Já sabemos qual é o segredo para superar a inveja

De acordo com uma investigação recente, temos mais inveja da experiência de uma determinada pessoa antes de ter acontecido do que depois de já ter passado. O segredo está no tempo. Pesquisas anteriores mostraram que os …