Medicina alternativa duplica risco de morte em pacientes com cancro

De acordo com um novo estudo da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, formas de medicina alternativa não comprovada não são eficazes na cura do cancro. Na realidade, duplicam a probabilidade de morte para os pacientes que optam por tais tratamentos.

Uma equipa médica analisou dados do National Cancer Database, com 34 milhões de registos de pacientes com cancro nos EUA, com repectivos tratamentos e resultados, para identificar pacientes que optaram por renunciar aos tratamentos convencionais, como a quimioterapia, radioterapia e cirurgia, a favor de tratamentos alternativos.

Os investigadores encontraram 280 indivíduos diagnosticados em 2004 com cancro não metastático de mama, próstata, pulmão ou colorretal, que usaram medicamentos alternativos, definidos na base de dados como “outros não comprovados: tratamentos contra o cancro administrados por pessoal não médico”, e compararam as suas taxas de sucesso com as de 560 indivíduos de controle, que receberam tratamento convencional.

A figura mostra a fracção sobrevivente de pacientes que usaram medicina alternativa (linha a cheio) comparada com a de pacientes que recorreram a medicina convencional (linha tracejada).

(dr) Yale University

Após cinco anos, 78,3% dos indivíduos que receberam tratamentos convencionais ainda estavam vivos, por comparação com uma sobrevivência a 5 anos de apenas 54,7% das pessoas que usaram medicamentos alternativos.

“Ficámos interessados neste tema depois de ver nas nossas clínicas demasiados pacientes com cancro avançado, que tinham sido tratados de forma ineficiente apenas com terapias alternativas, sem eficácia comprovada cientificamente”, diz James B. Yu, autor principal do estudo e professor de Radiologia Terapêutica no Yale Cancer Center.

A pesquisa foi publicada no Journal of the National Cancer Institute.

Conclusões

Segundo os cientistas, os pacientes com cancro de mama que usaram tratamentos alternativos eram cinco vezes mais propensos a morrer. Os pacientes com cancro colorretal apresentaram quatro vezes mais risco de morte.  Os pacientes com cancro de pulmão tinham duas vezes mais probabilidade de morrer.

Os pacientes com cancro de próstata também tinham maior probabilidade de morrer, embora a diferença não tenha atingido significado estatístico.

Os investigadores não puderam identificar especificamente quais os medicamentos alternativos que estavam a ser utilizados, embora não haja muita variação entre as terapias – uma vez que, por definição, não há provas convincentes de que qualquer medicamento alternativo seja efectivo no tratamento do cancro.

“Outras limitações dos dados incluem factores de fiabilidade não indicados, ou um qualquer viés de selecção que pudesse ter afectado a taxa de sobrevivência”, realça James B. Yu.

“No entanto, como os pacientes que receberam tratamentos alternativos são mais propensos a ser mais jovens e com menor morbidade, isso provavelmente não explicaria as diferenças observadas nas taxas de sobrevivência” – pelo contrário.

Em conclusão, os investigadores sugerem que os pacientes ponderem o risco maior de morte antes de decidir “experimentar” qualquer tratamento cujos resultados não tenham sido comprovados de forma científica.

PARTILHAR

RESPONDER

Ex-aliada de Bolsonaro denuncia grupo difusor de notícias falsas ligado ao Presidente

A deputada brasileira Joice Hasselmann, ex-líder do Governo de Jair Bolsonaro no congresso, denunciou na quarta-feira a atuação de um grupo difusor de "fake news" (notícias falsas) ligado ao atual Presidente, Jair Bolsonaro, e que …

Banco BiG: EUA e China vão chegar a acordo, mas não será duradouro

No "Outlook" para 2020, os analistas do banco BiG defendem que será improvável que Estados Unidos e China cheguem a um consenso suficiente para reverter as taxas aduaneiras impostas. De acordo com os analistas do banco …

Alemanha expulsa dois diplomatas russos. Rússia vai tomar medidas

Dois diplomatas russos, acusados pelo Ministério Público alemão de falta de cooperação na investigação de um homicídio, foram expulsos da Alemanha. A Rússia já reagiu e avisou que tomará medidas. Esta quarta-feira, a Alemanha expulsou "com …

Segurança Social demora quase cinco meses a pagar pensões

Em 2018, os beneficiários da Segurança Social tiveram de esperar, em média, 147 dias - cerca de cinco meses -, entre o dia que se aposentaram e o momento que começaram a receber a pensão …

Empresas fechadas e 28 mil despedimentos. Setor têxtil pode atravessar crise

Até 2025, a indústria têxtil em Portugal pode ver um terço das empresas a fecharem e 28 mil trabalhadores a serem despedidos. Este é o pior cenário equacionado no setor nos próximos anos. O setor da …

Ministério Público arquiva queixa de Aguiar-Branco contra Ana Gomes por difamação

Aguiar Branco tinha levantado um processo de difamação a Ana Gomes por declarações sobre alegadas ligações entre o seu escritório de advogados e o grupo Martifer. O Ministério Público (MP) arquivou a queixa apresentada pelo ex-ministro …

66 louvores a funcionários. Centeno é o ministro mais "agradecido" de todo o Governo

Mário Centeno e os seus secretários de Estado publicaram em Diário da República 66 louvores. O seu gabinete garante que não há qualquer significado político associado - nem mesmo uma despedida anunciada. O louvor é dado …

Os glaciares da Nova Zelândia estão a mudar de cor

À medida que o Hemisfério Sul entra no verão, acontece uma temporada catastrófica de incêndios florestais na costa leste da Austrália. Há casas destruídas, coalas a morrer e um fumo espesso que cobre o estado …

Não se irrite. Fisco vai comunicar de forma mais clara

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai lançar um serviço de apoio e defesa ao contribuinte que usará uma linguagem mais simples e clara. A alteração é inspirada num modelo britânico. A Autoridade Tributária e Aduaneira vai …

Juiz Rui Rangel justificou ganhos com direitos de autor de programa televisivo

O juiz afirmou, perante o plenário do Conselho Superior da Magistratura, que os ganhos fora da magistratura correspondiam a direitos de autor de um programa na televisão. O juiz Rui Rangel, que foi demitido da magistratura esta …