Maria de Lurdes Rodrigues condenada por prevaricação

Tiago A. Pereira / Flickr

A ex-ministra da Educação Maria de Lurdes Rodrigues

A ex-ministra da Educação Maria de Lurdes Rodrigues

A ex-ministra da Educação Maria de Lurdes Rodrigues foi condenada esta segunda-feira a três anos e seis meses de prisão com pena suspensa, por prevaricação de titular de cargo político. O veredito foi lido durante esta manhã.

João Pedroso, irmão do antigo ministro socialista Paulo Pedroso, e João da Silva Batista, secretário-geral do Ministério da Educação à data dos factos, foram também condenados a três anos e seis meses de prisão, igualmente com pena suspensa.

Os arguidos condenados terão de pagar pagar indemnizações ao Estado: a ex-ministra e João Baptista terão que desembolsar 30 mil euros cada um e João Pedroso 40 mil euros.

A arguida Maria José Morgado, que foi chefe de gabinete da ex-ministra, foi absolvida.

Nas alegações finais do processo, o Ministério Público (MP) tinha pedido a condenação com pena suspensa da antiga ministra da Educação, assim como dos arguidos João Pedroso e de João Silva Batista, ex-secretário-geral do Ministério da Educação. O MP exigiu ainda o pagamento de indemnizações ao Estado.

Em causa está a contratação de João Pedroso, por ajuste direto, para exercer tarefas de consultoria jurídica, a partir de 30 de janeiro de 2007, mediante o pagamento de 220 mil euros (sem IVA), a serem pagos em duas prestações. O trabalho não chegou a ser concluído, mas o advogado devolveu parte das verbas.

Este contrato surgiu na sequência de um outro, acordado com João Pedroso, em setembro de 2005, com efeitos desde 1 de julho desse ano e com a duração de 12 meses e uma retribuição de 1.500 euros mensais, para coordenação de “um grupo de trabalho”.

“Eu não conhecia João Pedroso”

Em finais de julho último, Maria de Lurdes Rodrigues considerou, a propósito do seu julgamento por prevaricação, que “os preconceitos sobre os políticos” em Portugal “facilitam a instrumentalização das instituições da Justiça nos conflitos político-partidários”.

Numa carta dirigida aos seus colegas do ISCTE e de outras universidades, aos seus alunos e ex-alunos e àqueles que com ela trabalharam no Ministério da Educação e na Fundação Luso-Americana, a ex-ministra referiu que o MP pediu a sua condenação a pena de prisão, eventualmente suspensa, com pagamento de uma indemnização ao Estado de 200 mil euros, apesar de reconhecer perante o tribunal que “não existiam provas diretas para manter a acusação”.

Alegava ainda que, em sede de julgamento, fez-se prova de que o “Ministério da Educação é um labirinto jurídico e o trabalho era, portanto, necessário” e que as testemunhas ouvidas, incluindo quatro ex-ministros da Educação, bem como a quase totalidade das testemunhas arroladas pela acusação, confirmaram a necessidade e importância do trabalho solicitado e a inexistência de recurso jurídicos internos para realizar tal tarefa.

Considerou, também, que não existia qualquer imperativo legal a que o trabalho fosse adjudicado por concurso público.

“O seu nome (João Pedroso), como sendo alguém com perfil para o trabalho que se pretendia, foi-me sugerido por um colega do Governo. Ficou provado que eu não conhecia João Pedroso, que não tinha com ele relações de amizade, profissionais ou outras, que nunca tinha desenvolvido com ele qualquer atividade profissional ou política, nem tinha com ele qualquer afinidade político-partidária”, diz a ex-ministra na carta, alegando a inexistência de qualquer crime.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. mas afinal para quê tanta fantasia se todos sabemos que os politicos são os donos de portugal que fazem tudo o que querem sem nada lhes acontntecer. o povo já não anda a dormir como andava porque lhe tem saído da pele os bpn finibanco e agora mais recentemente o bes que dizia-se um potencia economica nuito grande afinal é o que se viu e está a ver já não queria engolir mais sapos vivos já estou cansado de tudo isto que parece mais um palhaçada . e brincadeira aos policias e ladrões

RESPONDER

Cérebros de pessoas que pintam com os pés revelam uma adaptação neurológica brilhante

https://vimeo.com/361083247 Numa nova investigação que demonstra o quão flexível é o nosso cérebro, cientistas mostraram que os cérebros das pessoas que pintam com os pés estão a mapear os membros inferiores quase como se fossem mãos. No …

Afinal, o universo pode ser 2 mil milhões de anos mais novo do que pensávamos

Novos cálculos sugerem que o universo pode ser dois mil milhões de anos mais novo do que aquilo que se pensava. Contudo, é difícil saber com exatidão a sua verdadeira idade. Os cientistas calculam a idade …

O maior vulcão de uma lua de Júpiter pode estar prestes a entrar em erupção

O maior vulcão de Io, uma das quatro grandes luas de Júpiter, pode estar prestes a explodir. Décadas de observação mostram um ciclo periódico nas erupções deste vulcão. De acordo com o Science Alert, o vulcão …

Crianças e adolescentes são quem mais consome açúcar em Portugal

Um estudo do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), que teve por base o Inquérito Alimentar Nacional e de Atividade Física, concluiu que as crianças e os adolescentes são quem mais consome …

A Rússia já sabe como apareceu a fissura na nave Soyuz (mas não revela)

A Corporação Espacial Estatal da Rússia, Roscosmos, já sabe qual é a origem da fissura encontrada há um ano na nave Soyuz MS-09, acoplada à Estação Espacial internacional. Mas não revelará mais informações. "O buraco foi …

SIVRAC, a bicicleta elétrica que se dobra em apenas um segundo

Com um quadro em forma de "X" e dobrável num estalar de dedos, a nova SIVRAC promete ser uma solução prática para quem viaja, por exemplo, de bicicleta para o trabalho. A bicicleta é um …

Porto 2-1 Young Boys | Dragão de duas faces com estreia feliz

O FC Porto entrou na Liga Europa com o pé direito, ao vencer o Young Boys por 2-1, no Estádio do Dragão. Uma primeira parte de enorme qualidade, na qual os suíços só por uma …

Dois turistas foram apanhados a nadar nus em Veneza. Vão pagar 3 mil euros cada um

Os homens checos estavam em Itália para apoiar a sua equipa de futebol - o Slavia de Praga que jogou contra o Inter em Milão -. Os dois visitantes, em Veneza, decidiram dar um mergulho. Um …

Voar sobre as águas do Sena. Paris testa "bolha do mar", um barco-táxi amigo do ambiente

Paris está a testar um novo meio de transporte mais amigo do ambiente: um barco-táxi ecológico que desliza nas águas do rio Sena. Esta semana, o sea bubble (bolha do mar) está em testes no rio …

Há uma "Matilde" na Bélgica que também precisa do medicamento mais caro do mundo

Mais de 950 mil belgas responderam ao apelo de um casal, que precisava de reunir 1,9 milhões de euros para comprar o medicamento mais caro do mundo para a filha. Pia, de nove meses, sofre de …