Astrónomos criam o mais preciso mapa do passado do Universo

Pablo Carlos Budassi / Wikimedia

Conceito artístico do aspecto de todo o Universo conhecido / observável numa única imagem radial logarítmica, por Pablo Carlos Budassi

Este mês, uma equipa de astrónomos apresentou aquele que é considerado o maior mapa 3D da evolução do universo.

A imagem foi divulgada no European Week of Astronomy and Space Science, em Liverpool, na Inglaterra, e foi criada por um trabalho colaborativo entre várias instituições do mundo.

Uma equipa liderada pelo Dr. David Sobral, da Lancaster University, fez o gráfico usando o telescópio Subaru, no Havai, e o telescópio Isaac Newton, nas Ilhas Canárias.

“Olhando para trás no tempo para 16 diferentes épocas entre 11 e 13 mil milhões de anos atrás, os investigadores descobriram quase 4.000 galáxias antigas, muitas das quais evoluíram para galáxias como a nossa própria Via Láctea”, explica o anúncio oficial.

O mapa é representado por um cubo que mostra a distância das galáxias em anos-luz em relação à Terra. A posição de todas as galáxias vistas aparecem na imagem pelos círculos. Quanto mais voltado ao vermelho, mais perto da Terra as galáxias estão, enquanto, quanto mais para o azul, mais longe se posicionam em relação ao nosso planeta.

“A luz das galáxias mais distantes leva milhares de milhões de anos para chegar até nós. Isso significa que os telescópios funcionam como máquinas do tempo, permitindo que os astrónomos vejam galáxias no passado distante”, explica o documento.

Cientistas conseguem ter uma noção de posicionameneto das galáxias pela cor emitida

Segundo os cientistas, a luz dessas galáxias também é esticada pela expansão do Universo, aumentando o seu comprimento de onda para torná-lo mais vermelho. Este chamado efeito redshift está relacionado com a distância da galáxia.

Ao medir o desvio para o vermelho de uma galáxia, os astrónomos conseguem deduzir a sua distância e quanto tempo a sua luz levou para chegar até nós.

Segundo um dos membros do projeto, Sergio Santos, da Universidade de Lancaster, foram usadas imagens de 16 câmaras com filtros especiais para dividir o universo nestes pontos. Já Sobral explica que apenas entre 20% a 27% das galáxias encontradas podem ser caracterizadas como atuais. “O resto é proveniente de luz vinda do passado e que chegou somente agora até nós”, diz o cientista.

“A maior parte das galáxias distantes que encontramos tem apenas cerca de 3 mil anos-luz de diâmetro, enquanto a Via Láctea é cerca de 30 vezes maior. A sua compactação provavelmente explica muitas das suas excitantes propriedades físicas que eram comuns no início do Universo ”, comenta outra pesquisadora Ana Paulino-Afonso, aluna de doutorado em Lancaster e Lisboa.

“Algumas dessas galáxias deveriam ter evoluído para se tornarem como as nossas e, portanto, podemos constatar que nossa galáxia pode ter parecido há 11 a 13 mil milhões de anos”, informa.

O trabalho foi feito com a colaboração de estudantes de Leida, na Holanda; Lisboa, em Portugal; e Califórnia, nos Estados Unidos.

ZAP // Ciberia / CanalTech / EWASS

 

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas captam atmosfera de um extraordinário exoplaneta que não deveria existir

Uma equipa de cientistas da Universidade do Kansas, nos Estados Unidos, captou a atmosfera de um exoplaneta "que não deveria existir" ao analisar dados do telescópio TESS da agência espacial norte-americana (NASA). O planeta em causa …

Refrigerantes light causam o mesmo risco de doenças cardíacas que bebidas normais

Um novo estudo da Universidade Sorbonne, em Paris, descobriu que bebidas adoçadas artificialmente - como as light, diet e zero - podem ser tão prejudiciais para o coração quanto os refrigerantes normais. Os investigadores, que acompanharam …

“Monstro patológico”. Documento revela que Henrique VIII planeou decapitação de Ana Bolena

Uma equipa de investigadores encontrou um livro que contém instruções específicas do rei Henrique VIII que mostram que o monarca queria que a sua segunda esposa, Ana Bolena, fosse executada. Neste documento, o rei Henrique VIII …

Robô humanóide sem cabeça empilha e carrega caixas (e já está à venda)

A fabricante de robôs Agility construiu um robô humanóide bípede chamado Digit, que consegue carregar caixas e que está a ser vendido por 250 mil dólares. De acordo com o TechXplore, o robô Digit foi projetado …

Porto 2-0 Olympiacos | Chama do “dragão” trava gregos

O FC Porto venceu na noite desta terça-feira o Olympiacos por 2-0, numa partida relativa à segunda jornada do Grupo C da Liga dos Campeões, sob o olhar dos cerca de 3750 adeptos que se …

Antigos maias construíram filtros de água sofisticados (capazes de funcionar nos dias de hoje)

De acordo com uma pesquisa da Universidade de Cincinnati (UC), os antigos maias da cidade de Tikal construíram sofisticados filtros de água através do uso de materiais naturais importados. Os investigadores da UC descobriram evidências de …

Como é que as pandemias acabam? A História sugere que as doenças vêm para ficar (durante milénios)

Uma combinação de esforços de saúde pública para conter e mitigar a pandemia veio ajudar a controlá-la. No entanto, epidemiologistas acreditam que as doenças infeciosas, como é o caso da covid-19, nunca desaparecem.  Ao longo dos …

ONG identifica entidades norte-americanas como "cúmplices" da destruição da Amazónia

Seis instituições financeiras norte-americanas são apontadas como "cúmplices" da destruição ambiental na Amazónia brasileira, assim como da violação dos direitos das comunidades indígenas da região, segundo um relatório de organizações não-governamentais (ONG). Um estudo elaborado pela …

OE2021. Uma morte anunciada da geringonça e o temor das coligações negativas

Já há confirmação de que a proposta do Orçamento do Estado para 2021 vai ser aprovada na generalidade, esta quarta-feira. O primeiro-ministro já só pensa na discussão na especialidade, na qual se avizinham os maiores …

Mulheres foram despidas em aeroporto do Catar para ver se tinham dado à luz recentemente

Várias passageiras australianas foram submetidas a um exame ginecológico após ter sido descoberto um bebé recém-nascido abandonada na casa de banho do Aeroporto Internacional de Hamad, em Doha, no Catar. O voo da Qatar Airways deveria …