Astrónomos criam o mais preciso mapa do passado do Universo

Pablo Carlos Budassi / Wikimedia

Conceito artístico do aspecto de todo o Universo conhecido / observável numa única imagem radial logarítmica, por Pablo Carlos Budassi

Este mês, uma equipa de astrónomos apresentou aquele que é considerado o maior mapa 3D da evolução do universo.

A imagem foi divulgada no European Week of Astronomy and Space Science, em Liverpool, na Inglaterra, e foi criada por um trabalho colaborativo entre várias instituições do mundo.

Uma equipa liderada pelo Dr. David Sobral, da Lancaster University, fez o gráfico usando o telescópio Subaru, no Havai, e o telescópio Isaac Newton, nas Ilhas Canárias.

“Olhando para trás no tempo para 16 diferentes épocas entre 11 e 13 mil milhões de anos atrás, os investigadores descobriram quase 4.000 galáxias antigas, muitas das quais evoluíram para galáxias como a nossa própria Via Láctea”, explica o anúncio oficial.

O mapa é representado por um cubo que mostra a distância das galáxias em anos-luz em relação à Terra. A posição de todas as galáxias vistas aparecem na imagem pelos círculos. Quanto mais voltado ao vermelho, mais perto da Terra as galáxias estão, enquanto, quanto mais para o azul, mais longe se posicionam em relação ao nosso planeta.

“A luz das galáxias mais distantes leva milhares de milhões de anos para chegar até nós. Isso significa que os telescópios funcionam como máquinas do tempo, permitindo que os astrónomos vejam galáxias no passado distante”, explica o documento.

Cientistas conseguem ter uma noção de posicionameneto das galáxias pela cor emitida

Segundo os cientistas, a luz dessas galáxias também é esticada pela expansão do Universo, aumentando o seu comprimento de onda para torná-lo mais vermelho. Este chamado efeito redshift está relacionado com a distância da galáxia.

Ao medir o desvio para o vermelho de uma galáxia, os astrónomos conseguem deduzir a sua distância e quanto tempo a sua luz levou para chegar até nós.

Segundo um dos membros do projeto, Sergio Santos, da Universidade de Lancaster, foram usadas imagens de 16 câmaras com filtros especiais para dividir o universo nestes pontos. Já Sobral explica que apenas entre 20% a 27% das galáxias encontradas podem ser caracterizadas como atuais. “O resto é proveniente de luz vinda do passado e que chegou somente agora até nós”, diz o cientista.

“A maior parte das galáxias distantes que encontramos tem apenas cerca de 3 mil anos-luz de diâmetro, enquanto a Via Láctea é cerca de 30 vezes maior. A sua compactação provavelmente explica muitas das suas excitantes propriedades físicas que eram comuns no início do Universo ”, comenta outra pesquisadora Ana Paulino-Afonso, aluna de doutorado em Lancaster e Lisboa.

“Algumas dessas galáxias deveriam ter evoluído para se tornarem como as nossas e, portanto, podemos constatar que nossa galáxia pode ter parecido há 11 a 13 mil milhões de anos”, informa.

O trabalho foi feito com a colaboração de estudantes de Leida, na Holanda; Lisboa, em Portugal; e Califórnia, nos Estados Unidos.

ZAP // Ciberia / CanalTech / EWASS

 

PARTILHAR

RESPONDER

PS "ressuscita" terceira ponte sobre o Tejo (e conta com o apoio do BE e do PCP)

O PS apresentou uma lista com mais de 100 projetos para o Programa Nacional de Investimento (PNI) para 2030, na qual volta a surgir a construção de uma terceira travessia do Tejo (TTT), entre a …

Procuradores deixam cair acusação de agressão sexual contra Kevin Spacey

Procuradores retiraram, esta quarta-feira, as acusações contra o ator norte-americano sobre uma alegada agressão sexual a um jovem, em 2016, invocando a falta de disponibilidade da testemunha. Citando documentos publicados por órgãos de comunicação locais, várias …

Governo prepara rede de abastecimento de emergência de combustíveis

O objetivo é criar um "sistema logístico alternativo de distribuição de combustíveis". Em Abril, a greve dos camionistas fez com que muitas bombas ficassem sem combustível. O secretário de Estado da Energia diz que está a …

Mário Centeno pode vir a suceder a Christine Lagarde no FMI

Um dia depois de Christine Lagarde ter apresentado oficialmente a carta de demissão do cargo de diretora administrativa do Fundo Monetário Internacional (FMI), os ministros das finanças da Alemanha, Itália e França estão a discutir …

Votação inédita com um deslize da AR TV. Direita e Esquerda alinhadas no caso CGD

O relatório final da comissão parlamentar de inquérito à Caixa Geral de Depósitos (CGD) foi aprovado por unanimidade. É a primeira vez que todos os partidos se juntam, no mesmo lado da barricada, num inquérito …

Rui Rio afasta Hugo Soares das listas para as legislativas

O presidente do PSD, Rui Rio, afastou o antigo líder parlamentar do partido Hugo Soares das listas para as legislativas de outubro, escreve o i esta quinta-feira. De acordo com o diário, Hugo Soares não deverá …

Segurança de Notre Dame demorou 30 minutos a chamar bombeiros

O primeiro alerta de "fogo" terá surgido no painel de controlo do monumento às 18h18 locais, no dia 15 de abril, mas só 25 minutos depois foram verificar se algo se passava na cobertura da …

EUA revelam preocupação com desenvolvimento de armas nucleares russas

Os EUA demonstraram esta quarta-feira preocupação com o desenvolvimento de armas nucleares não estratégicas por parte da Rússia, numa reunião com uma delegação russa, na Suíça, para tentar “reduzir mal-entendidos”. A reunião em Genebra, que juntou …

Bastonário dos Médicos diz desconhecer acordo sobre Lei de Bases da Saúde

O bastonário da Ordem dos Médicos disse hoje desconhecer o acordo parlamentar sobre a Lei de Bases da Saúde e considerou "no mínimo estranho” que os portugueses não tenham acesso a um documento tão importante …

OMS decreta estado de emergência global devido ao Ébola na República Democrática do Congo

A epidemia de Ébola que se faz sentir na República Democrática do Congo foi considerada esta quarta-feira uma emergência global de saúde pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde, Tedros …