Maioria dos hospitalizados com covid-19 continua com pelo menos um sintoma seis meses após a infeção

A maioria dos pacientes com covid-19 que foram hospitalizados continuam a manifestar pelo menos um sintoma do novo coronavírus seis meses depois de a infeção ter sido detetada, sugere uma nova investigação.

O novo estudo foi esta semana publicado na revista médica The Lancet e contou com os dados de 1.733 pacientes hospitalizados num hospital de Wuhan, China. Os participantes tinham uma idade média de 57 anos e tiveram alta entre janeiro e maio de 2020.

73% dos pacientes afirmaram que continuaram a manifestar sintomas depois de terem superado a covid-19, sendo os mais frequentes a fadiga ou fraqueza muscular (63%), dificuldade para dormir (26%) e ansiedade ou depressão (23%).

“Como a covid-19 é uma doença tão recente, estamos apenas a entender alguns dos seus efeitos a longo prazo nos pacientes. A nossa análise indica que a maioria dos pacientes continua a viver como pelo menos alguns dos efeitos do vírus após a alta hospitalar, evidenciando a necessidade de atendimento médico após a alta, principalmente para quem manifestou infeções graves”, escreveram os autores, citados pelo agência Europa Press.

Os pacientes hospitalizados mais graves apresentavam, seis meses depois do início dos sintomas, uma função pulmonar deteriorada e anomalias no tórax, sintomas que, segundos os cientistas, podem indicar danos nos órgãos.

“O nosso trabalho frisa também a importância de levar a cabo estudos de acompanhamento mais longos em populações maiores para entender todo o espetro de efeitos que a covid-19 pode ter nas pessoas”, remata a equipa.

A covid-19 já matou pelo menos 1.934.693 pessoas no mundo desde o início da pandemia, em dezembro de 2019, segundo o levantamento realizado esta segunda-feira pela agência de notícias AFP de fontes oficiais às 11:00.

Mais de 90.196.880 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados desde o início da pandemia, dos quais pelo menos 55.592.800 pessoas foram consideradas curadas.

Os números baseiam-se nos levantamentos comunicados diariamente pelas autoridades de saúde de cada país e não têm em consideração as revisões efetuadas posteriormente por organismos de estatística, como na Rússia, Espanha e Reino Unido.

Sara Silva Alves, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal é o país do mundo com mais mortes. Vacinas da AstraZeneca vão chegar com atraso

Pela primeira vez, desde o início da pandemia da covid-19, Portugal é o país com maior número de vítimas mortais e mais casos de infeção por milhão de habitantes em todo o mundo. Más notícias, …

Fóssil de dinossauro dá novas pistas sobre como estes animais acasalavam

É verdade que já sabemos muitas coisas sobre dinossauros – como eram, o que comiam e a causa da sua extinção. Mas nenhum fóssil nos permitiu ainda perceber coisas tão simples como, por exemplo, em que …

Itália bloqueia TikTok após morte de menina de 10 anos em desafio na rede social

A rede social TikTok foi hoje bloqueada temporariamente em Itália, para utilizadores cuja idade não está confirmada, na sequência da morte de uma menina de 10 anos que participava num desafio naquela plataforma. A Autoridade para …

Infetados ocupam mais de metade das camas das UCI. Hospital de campanha de Lisboa recebe primeiros doentes

Os dados são do boletim divulgado esta sexta-feira pela Direção-Geral da Saúde, mas reportam-se às 24 horas anteriores, nos cuidados intensivos estavam internados 715 doentes com covid. O hospital de campanha de Lisboa está pronto …

Circular entre concelhos, só para ir votar. A partir de hoje deixa de haver missas

As medidas decretadas pelo Governo para travar o avanço da pandemia em Portugal têm novas diretrizes. Num fim de semana de eleições presidenciais existem exceções para ir votar. Desde as 20h de ontem, e até às …

Nova terapia genética tratou mieloma múltiplo em ratos

Uma equipa de cientistas desenvolveu uma nova terapia genética que conseguiu tratar o mieloma múltiplo em ratos. Após duas semanas, os ratos já mostravam melhorias. O mieloma múltiplo é um cancro com origem nos plasmócitos da …

Golo polémico de Bernardo Silva: "As pessoas deveriam conhecer as leis do futebol"

Rodri estava em posição irregular quando o seu companheiro de equipa colocou a bola na frente. Mas como houve interferência de um defesa na jogada... A explicação e o "recado" de Robbie Savage. O Manchester City …

Um megassatélite em órbita de Ceres daria "um ótimo lar" para seres humanos

Enquanto Elon Musk, CEO da SpaceX, olha para Marte, o físico e astrobiólogo Pekka Janhunen, do Instituto Meteorológico da Finlândia, está de olho no planeta anão Ceres. Seres humanos a viver noutros planetas do Sistema …

O vento solar é estranhamente atraído para o Pólo Norte (e não se sabe porquê)

Durante anos, os cientistas pensaram que o vento solar era igualmente atraído para os Polos Norte e Sul da Terra. No entanto, estudos recentes mostram que estas partículas parecem preferir o Norte - e não …

22 mil pessoas vão assistir (no estádio) ao Super Bowl

Um terço das pessoas presentes será composto por profissionais de saúde. Quatro equipas ainda na luta pelo título do campeonato principal de futebol americano. O dia 7 de fevereiro vai contar com uma "visão rara" nos …