/

O “maior escritório flutuante do mundo” foi construído para resistir às alterações climáticas

Um edifício flutuante foi construído em Roterdão, na Holanda, para resistir às alterações climáticas — se o nível da água subir, o “maior escritório flutuante do mundo” acompanhará a maré.

De acordo com o New Atlas, a construção do Escritório Flutuante de Roterdão (FOR, na sigla em inglês) foi recentemente concluída.

O edifício foi projetado para acompanhar a subida do nível da água — causado pelas alterações climáticas —, será alimentado por energia solar e pode ser facilmente reciclado quando chegar ao fim da sua vida útil.

Descrito como “o maior escritório flutuante do mundo” pela Powerhouse Company, a empresa criadora, o edifício foi recentemente inaugurado pelo Rei Willem-Alexander dos Países Baixos, ao lado do antigo Secretário-Geral da ONU Ban Ki-moon e da diretora administrativa da Fundo Monetário Internacional.

O escritório, que fica no porto de Rijnhaven, em Roterdão, servirá de sede para o Centro Global de Adaptação, acolhe o banco ABN Amro, a RED Company, a própria empresa de design Powerhouse e ainda um restaurante. O projeto faz parte de um esforço de reabilitação na área.

O FOR tem 3.606 metros quadrados, é feito de madeira pré-fabricada e repousa em cima de 15 pontões de betão feitos à medida que são ancorados juntos para criar uma base flutuante sólida. É composto por três andares, uma grande área de terraço e um telhado verde.

Toda a energia necessária para o edifício provém de uma matriz de painéis solares de 800 metros quadrados, e a água do porto é usada para dissipar o calor e para ajudar a fornecer aquecimento e arrefecimento eficientes.

O edifício inovador estará no porto de Rijnhaven até 2031. Depois será transferido para outro local ou poderá acolher outros inquilinos.

“Desenvolvemos o nosso escritório flutuante para refletir os valores dos seus residentes: o Centro Global sobre Adaptação”, explicou a Powerhouse Company.

“Esta organização não governamental com sede em Roterdão, presidida por Ban Ki-moon, visa promover o planeamento, o investimento e a tecnologia para mitigar as alterações climáticas. O edifício neutro em carbono foi concebido para ser resistente ao clima e flutuará se o nível do mar subir devido às alterações climáticas. O nosso escritório resistente ao clima é tanto uma ilustração da missão do centro como um exemplo de como construir estruturas flutuantes sustentáveis”, concluem.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.