Los Angeles declara-se oficialmente “cidade santuário” para imigrantes

Molly Adams / Wikimedia

Marcha pelos direitos dos imigrantes em Los Angeles em Setembro de 2017

Los Angeles declarou-se oficialmente esta sexta-feira uma “cidade santuário” para imigrantes ilegais, com uma resolução que evitará que as autoridades locais colaborem com as autoridades federais dos Estados Unidos em questões migratórias.

A resolução, apresentada pelo vereador Gilbert Cedillo, e apoiada pelo presidente da Câmara Municipal da cidade, Herb Wesson, recebeu a aprovação unânime dos vereadores, com 12 votos a favor.

Com esta declaração, Los Angeles compromete-se a “proteger os direitos humanos” de todos os residentes, unindo-se assim a outras cidades californianas, como São Francisco e Santa Ana.

“Anunciamos a todos os que se encontram nesta cidade, neste dia e a esta hora, que Los Angeles é uma cidade santuário“, afirmou Cedillo ao apresentar a sua proposta diante da Assembleia Municipal da cidade.

O vereador hispânico assegurou que desta forma os residentes de Los Angeles “vão ser julgados pelas suas contribuições para cidade ou pelo seu compromisso com a família” e não pelo lugar de onde vêm ou pela cor da sua pele.

Nenhum organismo administrativo ou legislativo de Los Angeles realizou qualquer estudo sobre o impacto fiscal da resolução, que destinou ainda 10 milhões de dólares a ajuda legal a imigrantes.

A aprovação da medida formaliza práticas já estabelecidas na cidade, onde, entre outros, o Departamento de Polícia não exerce funções de controle de imigração e limita a sua ajuda às autoridades migratórias federais.

O Departamento de Xerife do Condado de Los Angeles, que patrulha algumas áreas do leste e sul da cidade, mantinha antes uma política mais ampla de trabalho conjunto com as autoridades federais de imigração, algo que o novo Xerife, que tomou posse do cargo este ano, Alex Villanueva, prometeu restringir.

Além disso, em decisões prévias em conformidade com as políticas de cidade-santuário, a autarquia de Los Angeles estabeleceu o ano passado um fundo de defesa legal para ajudar pessoas que se encontrem ilegalmente no país.

Em 2017, a cidade de Los Angeles contava com uma população calculada em cerca de quatro milhões de habitantes, dos quais 48,7% eram residentes hispânicos. No condado de Los Angeles há mais de um milhão de imigrantes ilegais e 82% são originais do México e da América Central.

// EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Tondela vs Porto | Dragões garantem vantagem para o Clássico

O FC Porto fez o que lhe competia para garantir que chegava ao “clássico” do próximo sábado, com o Benfica, no primeiro lugar do campeonato. Na visita ao Tondela, os “dragões” não deram grandes veleidades …

Enfermeiras suspeitas de sabotar hospital com baratas. Queriam emprego melhor

Enfermeiras das emergências de um hospital italiano terão, alegadamente, libertado baratas no seu departamento. O objetivo era conseguirem uma transferência para outro hospital. As autoridades sanitárias da região de Nápoles abriram uma investigação a um caso …

Cancro do colo do útero pode ser extinto até 2100

Todos os anos, o cancro do colo do útero é a causa de morte de mais de 300 mil mulheres em todo o mundo - mas pode ser extinto até 2100. No ano passado, o diretor-geral …

Fortnite retira anúncios do YouTube para fugir aos predadores sexuais

A produtora de videojogos que criou o Fortnite, muito popular entre jovens e crianças, decidiu retirar os anúncios publicitários do YouTube por temer que estes apareçam ao lado de comentários publicados por pedófilos. A empresa norte-americana …

O alpinista sem pernas que chegou ao cume do Everest foi premiado com o "Momento do Ano"

Um alpinista chinês de 69 anos, que tem ambas as pernas amputadas, conseguiu chegar ao topo do Evereste em maio de 2018. A perseverança de Xia Boyu valeu-lhe nesta semana um prémio.  Em 1975, Xia Boyu …

Numa empresa neozelandesa só se trabalham quatro dias por semana (mas a produtividade aumentou)

Em março e abril do ano passado, uma empresa neozelandesa implementou um novo modelo laboral: trabalhar apenas quatro dias por semana. O estudo final foi publicado esta terça-feira e as conclusões mostram resultados animadores. Quase um …

Portugueses não sabem fazer queixa contra discriminação (e acham que não vale a pena)

Quase toda a gente já ouviu falar de discriminação ou crimes de ódio, mas a maioria tem dificuldade em distinguir os conceitos, desconhece o que fazer perante um caso ou a quem recorrer para fazer …

Imigrantes que entraram ilegais em Portugal terão visto desde que tenham um ano de descontos

Os imigrantes que se encontram em Portugal a trabalhar e a descontar para a Segurança Social há pelo menos 12 meses vão poder ter a autorização de residência mesmo que não tenham entrado no país …

Estudantes no Porto até aos 15 anos vão andar gratuitamente de metro e autocarro

A Câmara do Porto vai garantir passes gratuitos para residentes estudantes na cidade até aos 15 anos, complementando a medida do Governo que prevê a gratuitidade do título de transporte até aos 12 anos. O anúncio …

Ryanair e Wizz Air multadas por restrições na bagagem de mão

A autoridade da concorrência italiana aplicou nesta quinta-feira uma multa de três milhões de euros à companhia aérea Ryanair e de um milhão de euros à Wizz Air, outra low cost, pelo suplemento aplicado à …